Fuzileiros: Marinha divulga edital com programa oficial

Data 28/01/16 | Tóopico: Fuzileiro Naval

[url=https://www.youtube.com/user/cursocape]INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE E RECEBA NOTÍCIAS ATUALIZADAS SOBRE CONCURSOS

A Marinha divulgou o edital completo do Concurso para concurso de admissão ao Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais.

São oferecidas, ao todo, 1.860 vagas. A escolaridade foi alterada e passou a ser o ensino médio completo (até o ano passado, exigia-se apenas o ensino fundamental completo). Este é um dos maiores processos seletivos para ingresso na Marinha e, além do número de vagas oferecidas, um dos atrativos é remuneração inicial. Após o curso de formação, os classificados terão vencimento bruto inicial de R$1.587 mensais. Só homens podem participar.

Dos 1.860 classificados, 1.620 farão o curso de formação no Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves (Ciampa), no Rio de Janeiro. A esta instituição, serão destinados, preferencialmente, os classificados das regiões Sul e Sudeste, obedecendo-se a ordem de classificação. Os outros 240 farão o curso no Centro de Instrução e Adestramento de Brasília (Ciab), para onde serão destinados, também preferencialmente, os classificados das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país.

As inscrições começam no dia 1º de fevereiro, pela internet e em postos de atendimento presencial. Os locais em todos os estados serão divulgados em breve, junto com outras informações, entre elas, os exames médicos exigidos na segunda etapa, os detalhes do teste físico, outra etapa complementar, e o programa oficial.

Ao se inscrever, o candidato precisará escolher onde quer fazer o estágio inicial, caso seja classificado. O local com maior oferta é o Rio de Janeiro, com 1.218. Há vagas ainda para unidades do Corpo de Fuzileiros em Brasília, no Rio Grande do Sul, no Pará, no Mato Grosso do Sul, no Amazonas, no Rio Grande do Norte, na Bahia e em São Paulo. Se o classificado concluir o estágio com aproveitamento, entrará no Serviço Ativo da Marinha e poderá ser deslocado para trabalhar em qualquer unidade do Corpo de Fuzileiros do país.

A taxa de inscrição é de R$12. É possível solicitar isenção do pagamento desse valor, desde que o interessado seja membro de família de baixa renda, nos termos da legislação vigente, e faça parte do Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal, o CAdUnico. Os pedidos devem ser feitos entre os dias 1º e 12 de fevereiro, em formulário próprio, que pode ser acessado no site do processo seletivo ou obtido em um dos postos de atendimento presencial.

Os interessados em disputar as vagas oferecidas no concurso deste ano devem estar atentos aos pré-requisitos do processo seletivo. Só poderão participar candidatos que tenham, no mínimo, 18 anos e, no máximo, 21 anos, referenciados no dia 1º de janeiro de 2017, que e estejam em dia com as obrigações militares e eleitorais, dentre outras exigências. As demais podem ser consultadas no edital.

Apesar da mudança na escolaridade, a estrutura do processo seletivo não mudou em comparação com o ano passado. A primeira etapa, marcada para 26 de abril, terá 50 questões, sendo 25 de Língua Portuguesa e 25 de Matemática, mesmos quantitativos do ano passado.

O processo seletivo tem, ainda, mais quatro etapas: verificação de dados biográficos, inspeção de saúde, exame psicológico e teste de condicionamento físico, com provas de natação (50 metros em até dois minutos), corrida (3.200 metros em até 19 minutos), flexão de barra (três repetições) e abdominal (38 repetições em um minuto).

O resultado final será divulgado em julho de 2017. A remuneração será de R$642 durante o curso de formação, que dura aproximadamente 17 semanas. Durante esse período, eles também terão acesso à alimentação, fardamento e assistência médica, odontológica e religiosa.


Este artigo veio de Cursos Preparatórios Para Concursos
http://capecurso.com.br/site

O endereço desta história é:
http://capecurso.com.br/site/modules/news/article.php?storyid=1816