Defensoria RJ: prazo para 321 vagas é prorrogado até dia 9 de março

Data 28/02/14 | Tóopico: Estaduais

Foram prorrogadas, até 9 de março, as inscrições para o concurso do quadro de apoio da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro (DPGE-RJ) – que pelo calendário inicial seriam encerradas nesta quinta, dia 27. Os que desejam concorrer a uma das 321 vagas oferecidas deverão realizar o cadastro no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV), organizadora, e imprimir o boleto para efetuar o pagamento da taxa, de R$77 para o nível médio e R$110 para o nível superior, em qualquer agência bancária, até o dia 10 de março. Das vagas, 252 são para técnico superior jurídico, para graduados em Direito e 50 para técnico superior especializado, cargo destinado aos que possuem graduação em diversas áreas. Para essas duas funções, as remunerações iniciais são de R$3.853,52, incluindo o auxílio-alimentação, no valor de R$264, segundo informou a Assessoria de Imprensa do órgão.

Já para o nível médio, são oferecidas 19 vagas no cargo de técnico médio, cuja remuneração é de R$3.178,97, também com o valor do auxílio incluso. Além das vagas imediatas, a seleção formará cadastro de reserva, o que possibilita que mais aprovados sejam chamados durante o prazo de validade da seleção, que é de um ano, prorrogável por mais um. Há, ainda, reserva de, no mínimo, 5% das vagas para portadores de necessidades especiais e 20% para negros e indígenas. Os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva, única etapa da seleção, que segue marcada para o dia 6 de abril. O exame será em dois turnos: pela manhã, das 8h às 12h, para os cargos de nível superior, e à tarde, das 14h às 18h, para técnico médio. Isso possibilita a inscrição em mais de uma função, visto que o horário da avaliação será diferente.

Os candidatos ao cargo de técnico médio farão 70 questões, que abordarão Língua Portuguesa, Legislação Institucional, Noções de Informática, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo e Noções de Teoria Geral de Processo. Para o cargo de técnico superior jurídico, serão cobradas 80 questões de Língua Portuguesa, Legislação Institucional, Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Civil e Processual Civil, Direito Penal e Processual Penal, Direito do Consumidor, Direito da Criança e do Adolescente. Já os candidatos ao cargo de técnico superior especializado farão 80 questões de Português, Legislação, Noções de Direito Administrativo e Direito Constitucional e Cohecimentos Específicos. Serão aprovados os que alcançarem pelo menos 40% de acertos nas questões de Conhecimentos Específicos e 50% do total da prova.

Serviço
Inscrições: http://fgvprojetos.fgv.br/concursos/dpge/rj
Isenção: Praia de Botafogo, 190, 6º andar, sala 605, CEP 22250-900, Botafogo, Rio de Janeiro


Este artigo veio de Cursos Preparatórios Para Concursos
http://capecurso.com.br/site

O endereço desta história é:
http://capecurso.com.br/site/modules/news/article.php?storyid=1372