Polícia Militar: cronograma de soldado ficará pronto após o dia 22

Data 17/08/13 | Tóopico: Polícia Militar

O cronograma do concurso para 6 mil vagas de soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ), cujo edital já foi publicado, será conhecido após o dia 22 deste mês, quando será reaberto o pregão eletrônico destinado à definição do organizador. Caso seja indeferido o recurso impetrado pela Empresa de Seleção Pública e Privada Ltda.(ESPP), uma das concorrentes, a vencedora, Exatus Concursos, será oficializada como organizadora do concurso. O objetivo era que as inscrições fossem abertas este mês, porém haverá um pequeno atraso.

A instituição escolhida será responsável pelos exames intelectual (prova objetiva e redação), médico e psicológico, sendo as demais etapas (antropométrico, físico, toxicológico e investigação social e documental) realizadas pela própria corporação. Os candidatos devem intensificar os estudos, porque a seleção será uma das mais concorridas, em virtude, principalmente, do grande número de vagas. De acordo com o edital do concurso, para ser soldado, além do nível médio, é preciso possuir carteira de habilitação, no mínimo na categoria “B”. A comprovação ocorrerá na fase de entrega dos documentos, quando será aceita habilitação provisória.

Também são requisitos do cargo a altura mínima de 1,60m, para mulheres e de 1,65m, para homens, além de idade entre 18 (na matrícula) e 30 anos (até o fim do período de inscrição). O salário inicial é de R$2.382,89, mas a remuneração pode ultrapassar R$5 mil, pois são pagas gratificações a quem faz curso de qualificação (R$350) ou trabalha em Unidade de Polícia Pacificadora (R$750). A Assessoria de Imprensa da PM-RJ informou que os praças que se voluntariam para trabalhar na folga no sistema RAS (Regime Adicional de Serviço) recebem R$150 por oito horas/dia e R$225 por 12 horas/dia. São permitidos até oito RAS por mês.

Já é certo que, para quem não tem acesso à internet, haverá inscrição presencial no Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP), entre 9h e 17h. De acordo com o edital, a taxa será de R$100, o que vem provocando reclamações. A isenção poderá ser solicitada pelos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) integrantes de família de baixa renda, em prazo a ser definido.












Este artigo veio de Cursos Preparatórios Para Concursos
http://capecurso.com.br/site

O endereço desta história é:
http://capecurso.com.br/site/modules/news/article.php?storyid=1263