Plataforma EAD
Menu
Siga-nos
Indique o Site
Destaques no Site
RSS

Notícias sobre o Exame Nacional do Ensino Médio. (Enem)
« 1 ... 4 5 6 (7)
ENEM : Saiu o edital do Enem 2011
Enviado por admin em 23/05/11 (668 leituras)

Os candidatos poderão inscrever-se só pela internet, assim como no ano passado, a partir das 10 horas. O prazo terminará às 23h59 do dia 10 de junho. Será preciso pagar uma taxa de R$35.

No entanto, haverá programa de isenção de taxa. Há dois critérios básicos. Serão atendidos alunos que estejam matriculados no 3º ano do ensino médio em escola pública. Também podem ser beneficiados candidatos que fazem parte de famílias com renda total de até R$1.635 (três salários mínimos) ou de famílias cuja renda mensal, por pessoa, seja de até R$272,50, independente de estudarem na rede pública ou não.

A presidente do Inep confirmou as provas deste ano para os dias 22 e 23 de outubro. E também anunciou que serão realizadas duas edições em 2012. Na primeira, as provas serão aplicadas nos dias 28 e 29 de abril. O período de inscrições para essa prova ainda não está definido. Quanto ao segundo Enem, segundo Malvina Tuttman, a tendência é que ele ocorra em novembro, por causa da realização das eleições.

Não foi anunciada mudança em relação às questões aplicadas. Logo, os inscritos resolverão 180 questões nos dois dias de avaliação: 45 de Matemática, 45 de Linguagens (Língua Portuguesa e Língua Estrangeira), 45 de Ciências Humanas (História e Geografia) e outras 45 de Ciências Exatas (Física, Química e Biologia).

Algumas medidas de segurança para a realização do exame foram antecipadas. Telefones celulares, assim como outros equipamentos eletrônicos, serão colocados em uma sacola, que será lacrada, identificada e deixada abaixo da carteira do aluno. Também não será permitido consultar relógios. Mas, segundo Malvina Tuttman, haverá marcadores de tempo nas salas de aula.

A presidente do Inep prometeu, também, acompanhar de perto o treinamento dos fiscais que atuarão no dia da prova. E confirmou outra novidade para a aplicação do exame. "Vamos ter, nesse momento, a participação das universidades públicas contribuindo com o banco de aplicadores usados nos exames vestibulares de cada instituição", afirmou Malvina Tuttman. A medida já havia sido antecipada pela professora à FOLHA DIRIGIDA em março deste ano, durante debate especial sobre o Enem realizado na sede do jornal.

Serviço
www.folhadirigida.com.br
http://enem.inep.gov.br

Fonte: Folha Dirigida

ENEM : Edital do Enem 2011 sai nos próximos dias
Enviado por admin em 16/05/11 (566 leituras)

O Ministério da Educação (MEC) confirmou na quinta, dia 12, que o edital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2011 será liberado nos próximos dias. A expectativa é de ele seja divulgado na próxima quinta-feira, dia 19.

As provas serão aplicadas nos dias 22 e 23 de outubro. Outra informação é de que uma próxima prova poderá ser agendada para maio de 2012. O ministro da Educação, Fernando Haddad, já manifestou a intenção de realizar mais de uma prova do Enem por ano.

Em 2009 o MEC deu início a um projeto de substituição dos vestibulares tradicionais pelo Enem. A partir do resultado da prova, os alunos se inscrevem no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e podem pleitear vagas em instituições públicas de ensino superior de todo o país. No ano passado, foram ofertadas 83 mil vagas em 83 instituições, sendo 39 universidades federais.

Fonte: Folha Dirigida

ENEM : Exame privilegia também capacidade de contextualização dos alunos
Enviado por admin em 18/04/11 (856 leituras)

Atualmente, diversas instituições de ensino superior utilizam o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como forma de selecionar, parcial ou integralmente, seus novos alunos. O Enem, no entanto, possui um formato peculiar em relação aos demais vestibulares do país, causando dificuldade aos estudantes que, em grande parte, não estão acostumados com o modelo.

Um dos pontos que costumam gerar dúvidas, e até pegar alguns estudantes de surpresa, é que o Enem não atribui pesos diferentes às disciplinas, ou seja, não cobra as matérias específicas do curso pretendido em um maior número de questões, nem mesmo confere maior valor a elas.

"É comum, por exemplo, o candidato ao curso de Medicina pegar o Enem e ficar confuso, pois vê que ela tem 45 questões de Código e Linguagens, 45 de Matemática, 45 questões de Ciências Humanas e 45 de Ciências Naturais. Ele, é claro, se pergunta: 'Eu quero fazer Medicina, mas como a Matemática vai pesar mais na minha aprovação que os meus conhecimentos em Biologia, que é a minha preferência?' Isso deixa o aluno do ensino médio um tanto cético em relação ao exame", conta o professor de Química Victor Notrica, com décadas de experiência na preparação de vestibulandos. Por isso mesmo, para quem pretende fazer o Enem com o objetivo de ingressar no ensino superior, o conselho é dar atenção a todo o conjunto de disciplinas.

Por não ser tão focada em conteúdos, mas sim na aferição de habilidades e competências dos candidatos, a avaliação deixa de lado a chamada "decoreba" e exige um raciocínio crítico e contextualizado. Para responder uma questão, segundo Hélcio Gomes, diretor do Curso Miguel Couto, além de sua base cultural, o aluno precisa reunir habilidades e competências de várias disciplinas para resolvê-la. "O Enem tem um formato próprio. O candidato não tem a necessidade de saber fatos. Ele precisa conhecer o contexto onde o assunto está inserido para, a partir daí, interpretar a questão e marcar a opção correta", explicou.

De acordo com ele, a única maneira de se preparar para o Enem é através da resolução de provas anteriores, já que não há nenhuma outra avaliação com esse tipo de abordagem. "A maior dificuldade do aluno é o formato, com o qual ele não está familiarizado. Os outros vestibulares, de um modo geral, já foram digeridos pelo segmento educacional. Em qualquer livro do ensino médio encontramos uma coletânea de exercícios da UFRJ, UFF, Uerj e outros. Os do Enem só começaram a ter uma participação mais efetiva nos livros recentemente", comentou.

O diretor também chamou atenção para o que chamou de "falsa contextualização", típica das provas do Enem. "O aluno é obrigado a ler um enunciado onde grande parte não é significativa para a resolução. A informação só aparece no parágrafo final", criticou. Hélcio orientou que os candidatos façam uma leitura cruzada dos fatos não significativos, para indentificar logo quais elementos devem reunir para a resposta.

Fonte: Folha Dirigida

ENEM : Em debate: o futuro do Enem
Enviado por admin em 05/04/11 (909 leituras)

A expectativa, adiantada pelo próprio Inep, é que o Exame Nacional do Ensino Médio 2011 seja aplicado no mês de outubro. É hora, então, de intensificar os estudos. Alunos e professores precisam estar informados sobre os rumos dessa avaliação e suas possíveis mudanças.

Participaram do encontro Malvina Tuttman, ex-reitora da UniRio e presidente do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), órgão responsável pelo Exame; Victor Notrica, presidente do Sinepe-Rio (Sindicato dos Estabelecimentos de Educação Básica do Município do Rio de Janeiro); e Zacarias Gama, professor da Faculdade de Educação da Uerj.

A regionalização das provas, as dúvidas frequentes dos estudantes, o processo de democratização do acesso ao ensino superior e os graves problemas ocorridos nas duas últimas edições foram alguns dos temas discutidos no debate, cujo conteúdo está publicado nos vídeos.

ENEM : vai substituir Enade para ingressantes
Enviado por admin em 10/02/11 (890 leituras)

Os alunos ingressantes em uma instituição de ensino superior em 2011, que tenham prestado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), estarão dispensados do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), que é feito por estudantes selecionados, ingressantes e concluintes, de cursos de graduação. A decisão foi divulgada pelo Ministério da Educação, na última terça-feira, dia 8.

Segundo o MEC, foi constatado que o Enade, no fim do primeiro ano de graduação, não representa a melhor aferição do conhecimento do universitário recém-chegado do ensino médio. O mecanismo mais adequado, neste caso, seria o próprio Enem.

Segundo a assessoria de imprensa do MEC, para os estudantes ingressantes que estiverem liberados de fazer a primeira prova do Enade, vai constar a nota do Enem. No entanto, outros detalhes quanto à nova proposta da pasta ainda estão sendo definidos. A previsão é que sejam anunciados em breve.

Segundo nota oficial divulgada no site do MEC, a medida foi proposta também por instituições de educação superior, que entenderam que, ao fim do primeiro ano, o estudante já adquiriu conhecimentos. Elas consideraram também que o cálculo de conceitos como o Indicador de diferença entre os desempenhos observado e esperado (IDD), que mede o conhecimento adquirido pelo aluno durante a graduação, fica prejudicado com a aplicação do Enade no primeiro ano de ingresso.

Fonte: Folha Dirigida

ENEM : Prova do Enem é reaplicada em 17 estados. Gabarito no dia 21
Enviado por admin em 16/12/10 (871 leituras)

O Ministério da Educação (MEC) reaplicou na quarta-feira, dia 15, a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 6 de novembro, sábado, que continha as áreas de Ciências Humanas e Ciências da Natureza. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), o gabarito será divulgado na terça-feira, dia 21, às 18h. A pasta informou ainda que não houve registro de incidentes durante o exame.

Também estarão disponíveis os gabaritos e provas de linguagens, códigos e suas tecnologias (incluindo língua estrangeira e a redação) e matemática e suas tecnologias, que deverão ser aplicadas nos presídios nesta quinta-feira, 16. O resultado do exame está previsto para ser liberado até o dia 15 de janeiro.

Fizeram a avaliação os alunos identificados como prejudicados com os erros de impressão do caderno de prova da cor amarela, independente de nova inscrição. A nova prova foi aplicada a mais de 9,5 mil candidatos.

O número de estudantes foi confirmado após apuração do consórcio Cespe-Cesgranrio em mais de 116 mil atas dos locais de prova. Os participantes receberam declaração de comparecimento para justificar eventual ausência do ponto de trabalho após o exame.

A prova foi aplicada em 17 estados da federação: Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins. Um dos estados mais importantes, o Rio de Janeiro não teve nenhum candidato realizando o exame.

De acordo com o MEC, nenhum estudante era obrigado a realizar esta nova prova. Quem não compareceu, terá corrigido o exame anterior.

Fonte: Folha Dirigida

ENEM : 9.500 estudantes fazem prova nesta quarta, dia 15
Enviado por admin em 14/12/10 (750 leituras)

Quer interagir mais sobre esta notícia/ Acesse o nosso fórum sobre concursos.

A juíza federal substituta Aline Alves de Melo Miranda Araújo, da 23ª Vara Federal do Rio de Janeiro, julgou, na sexta-feira, dia 10, "extinto o processo sem resolução do mérito" e determinou o arquivamento da ação civil pública ajuizada pela Defensoria Pública da União no Rio de Janeiro (DPU-RJ), de autoria do defensor federal André Ordacgy. O objetivo era requerer o adiamento da reaplicação da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2010, marcada para o próximo dia 15 de dezembro.

Segundo a magistrada, "há que se reconhecer a ilegitimidade passiva da Defensoria Pública para o manejo da Ação Civil Pública", já que nos "autos da designação de data para realização do Enem 2010" não há "qualquer menção a hipossuficiência econômica de quaisquer dos estudantes sujeitos ao exame".

Para o defensor público-chefe da DPU-RJ, Ariosvaldo de Gois Costa Homem, "negando-se legitimidade à Defensoria Pública da União para ingressar com Ação Civil Pública, inviabiliza-se a defesa de hipossuficientes que estiverem entre os candidatos prejudicados pela ineficiência dos organizadores do certame, porquanto do que se depreende da decisão, caberia à DPU ingressar com milhares, ou mesmo com dezenas de milhares de ações individuais, o que seria um verdadeiro absurdo e negativa de acesso à justiça aos hipossuficientes".

A ação civil pública foi ajuizada após o defensor André Ordacgy ter oficiado o Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Texeira (Inep) por duas vezes, sendo a última no dia 6, com prazo de 48 horas para se manifestarem, o que não ocorreu. De acordo com o defensor, o objetivo da ação era obter uma liminar para adiar a prova, pois nada garantia que todos os candidatos foram avisados e que receberão o aviso por SMS ou e-mail.

"É um absurdo que faltando alguns dias para prova, o Inep ainda esteja avaliando as 116 mil atas. Quem garante que faltando uma semana vão conseguir avisar a todos devidamente? E se o candidato não receber o SMS ou não ler o e-mail? Antes de remarcar a data da prova, deveria sair uma lista com ampla divulgação dos nomes de todos que vão refazê-la. Essa lista tem que ser pública e divulgada em todos os meios de comunicação", explica.

Na ação, André Ordacgy comenta que a DPU-RJ vinha recebendo diversas reclamações dos estudantes sobre o Enem em relação à data da reaplicação da prova, pois ela está marcada em dia útil, o que impossibilitaria o comparecimento de quem estiver trabalhando, além de coincidir com diversas outras provas de vestibular, como, por exemplo, do ITA e da Universidade Federal do Piauí.

O MEC divulgou edital sobre a nova prova, prevista para ocorrer das 13h às 17h30. Segundo o documento, farão a prova os alunos "identificados como prejudicados com os erros de impressão do caderno de prova da cor amarela, independente de nova inscrição". Para saber onde fará a prova, é preciso acessar o site específico do Enem e digitar CPF e senha.

O exame ocorrerá em 17 estados: Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins. Um dos estados mais importantes da federação, o Rio de Janeiro não terá nenhum candidato realizando a prova.

Segundo o Inep, a partir dos dados fornecidos pelo consórcio Cespe-Cesgranrio apurados nas atas dos 116.626 locais de prova, foram expedidos mais de 9,5 mil convites por e-mail. Os candidatos receberão declaração de comparecimento para justificar eventual ausência do ponto de trabalho após o exame.

Esses estudantes poderão consultar os locais onde a prova será reaplicada no site do Inep, utilizando senha e CPF. Ninguém é obrigado a realizar essa nova prova. Quem não comparecer, terá corrigida a prova anterior. Os candidatos que, por qualquer motivo, foram convidados e não tiveram problemas com a prova amarela, ou realizaram provas de outra cor, devem simplesmente desconsiderar o convite.

Serviço
http://sistemasenem2.inep.gov.br

Fonte: Folha Dirigida

ENEM : Estudantes que farão a nova prova do Enem serão avisados até esta sexta, dia 10
Enviado por admin em 13/12/10 (922 leituras)

Clique aqui e acesse o nosso fórum sobre concursos.

O Ministério da Educação (MEC) informou que vai avisar aos estudantes que possuem direito a fazer uma nova prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) até esta sexta-feira, dia 10. A notificação será feita por telefone, e-mail, mensagem SMS, carta ou telegrama. Poderão fazer nova avaliação apenas os candidatos que foram prejudicados pelos erros de impressão das provas amarelas.

Além disso, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), os estudantes receberão um novo cartão de confirmação de inscrição com o local onde devem se apresentar. O instituto ainda informou que estes estudantes receberão declaração de comparecimento para justificar eventual ausência do ponto de trabalho após a prova.

Segundo o Inep, foram identificados 2.817 estudantes, o que representa menos de 0,1% do total de inscritos. Porém, o número ainda pode aumentar. O Enem foi aplicado em 6 e 7 de novembro para 3,3 milhões de estudantes. O novo exame está marcado para 15 de dezembro, às 13h.

A escolha dessa data foi criticada por diversos órgãos, como a Defensoria Pública da União no Rio de Janeiro, pois cai numa quarta-feira. Segundo a DPU-RJ, o dia selecionado pelo MEC prejudicaria diversos alunos que trabalham e podem ter problemas com seus empregadores. Outro problema destacado pelo órgão é o fato de o trânsito ser mais pesado nas vias urbanas em dias úteis da semana, o que dificulta a locomoção dos candidatos, podendo implicar, inclusive, em perda da nova chance por conta de eventuais atrasos ocasionados por problemas de trânsito.

O MEC divulgou ainda que todos os candidatos que solicitaram a correção invertida do gabarito da primeira prova do exame, aplicada no dia 6, serão atendidos. A possibilidade de correção invertida foi aberta pela pasta devido ao erro de impressão que inverteu os cabeçalhos do cartão de respostas.



Enem novamente na justiça



No dia 2 de dezembro, a Defensoria Pública da União em Minas Gerais (DPU-MG) impetrou uma ação civil pública com pedido liminar na Justiça Federal do estado, solicitando que o MEC abra a possibilidade de nova prova a todos os estudantes que se sentiram prejudicados pelo erro de impressão no gabarito do Enem.

A ação constava que as medidas tomadas pelo ministério para sanar o problema deixaram de incluir um grupo de estudantes que preencheu o gabarito de duas formas primeiro seguindo o cabeçalho e depois a numeração, após recomendação dos fiscais. A ação dá exemplos de estudantes que preencheram o gabarito desta forma.



Fonte: Folha Dirigida

ENEM : Saiu edital do Enem para "prejudicados"
Enviado por admin em 13/12/10 (789 leituras)

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ocorrerá em 17 estados, segundo edital publicado na edição desta quinta-feira, dia 9, no Diário Oficial da União. Haverá provas em cidades do Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará, Pernambuco, do Piauí, do Paraná, do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, de Sergipe, de São Paulo e do Tocantins.

Segundo o edital, farão a prova os alunos "identificados como prejudicados com os erros de impressão do caderno de prova da cor amarela, independente de nova inscrição". A expectativa do MEC é de que, até esta sexta, dia 10, todos os que poderão fazer o novo exame sejam avisados, por telefone, e-mail, mensagem SMS, carta ou telegrama. Para saber onde fará a prova, é preciso acessar o site específico do Enem e digitar CPF e senha.

As provas de ciências humanas e ciências da natureza serão reaplicadas em 15 de dezembro. A aplicação começará às 13 horas e terminará as 17h30 (horário de Brasília). Ao todo, o exame será realizado em 218 cidades. Minas Gerais será o Estado com mais cidades onde ocorrerão provas: 54. Entre aqueles em que ela não será realizada, estão Rio de Janeiro e Distrito Federal.

Serviço
http://sistemasenem2.inep.gov.br

« 1 ... 4 5 6 (7)
LOJA VIRTUAL - PAGSEGURO
Baixe o Aplicativo
Cursos Kids
Login no Site
Pesquisa no Site
Notícias e Concursos
Dezembro 2019
S T Q Q S S D
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          
Enquete
Qual a sua área de interesse nos concursos?
Colégios do Ensino Fundamental 16 % 16%
Escolas Técnicas 11 % 11%
Marinha 21 % 21%
Exército 17 % 17%
Aeronáutica 18 % 18%
Vestibulares 2 % 2%
Concursos Públicos 12 % 12%
Visitantes Online
1 visitantes online (1 na seção: Notícias sobre Concursos)

Usuários: 0
Visitantes: 1

mais...
Cape Cursos Preparatórios © 2006-2015 - Todos os direitos reservados - Rua Estância 25 - 2º Andar - Realengo - RJ - Cep: 21715-440
Início Cape Cursos Preparatórios Cursos Preparatórios Preços dos Cursos Preparatório - 5º Ano Apostilas Preparatórias Simulados Online Notícias Concursos Concursos Galeria de Fotos Localização Contato Plataforma Digital Área do Aluno Inscreva-se no Canal!