Plataforma EAD
Menu
Siga-nos
Indique o Site
Destaques no Site
RSS

Notícias sobre os principais concursos públicos estaduais.
« 1 ... 8 9 10 (11) 12 13 »
Estaduais : Bombeiros-RJ – Preparação com antecedência
Enviado por admin em 14/05/12 (552 leituras)

Com a divulgação do novo concurso para soldado combatente, o Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) se coloca em evidência, chamando atenção para suas futuras contratações e fazendo de 2012 um ano de grande importância para a instituição, visto que há, atualmente, uma considerável carência de pessoal no quadro da corporação.

O diretor-geral de Pessoal dos Bombeiros, coronel Gilvan de Castro, deu informações exclusivas, falando sobre o processo seletivo das seleções de motorista e combatente, do último concurso para soldado combatente, em 2008, e a respeito dos requisitos dos concursos que estão por vir, entre outros pontos.

“O processo seletivo do soldado combatente vai seguir o mesmo esquema do último concurso. Exame intelectual, físico e médico”, adianta, ressaltando que a falta de servidores é um problema inegável hoje no Corpo de Bombeiros do Rio. “Os concursos de 2012 são uma maneira de amenizar os problemas que estamos vivenciando de pessoal com relação às perdas naturais, como aposentadoria. Temos carência e necessidade de reposição do quadro sempre.”

Confira, a seguir, a entrevista na íntegra com o coronel Gilvan.

O senhor é quem cuida das contratações e dos concursos do CBMERJ. Sendo assim, confirma a realização de uma nova seleção para soldado combatente ainda este ano?
Coronel Gilvan – Sim, vai ter concurso para soldado combatente no segundo semestre desse ano.

Qual será a oferta de vagas?
Nossa pretensão é proporcionarmos 400 vagas, com possibilidade de chegar a 550.

Então, poderá haver 550 vagas no concurso para combatente?
O que acontece é o seguinte: já negociamos com a Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado do Rio de Janeiro (Seplag-RJ) e eles autorizaram 400 vagas para esse ano e mais 400 para 2013. Para esse concurso de motorista, que vai sair ainda este mês, teremos 100 vagas. Além dessas, convocamos 126 aprovados do último concurso para combatentes de 2008, mas quase ninguém apareceu para tomar posse. Isso significa que temos sobra de vagas e que usaremos elas ou na seleção para motorista ou na próxima de combatente. Essa questão ainda será decidida, pois a realidade é que temos carência em ambas as funções. O que é certo é que contrataremos 400 novos servidores esse ano e 400 no ano que vem.

As 400 vagas de 2013 serão para os soldados combatentes que forem aprovados no concurso desse ano?
Muito provavelmente. Talvez chamaremos cerca de 300 motoristas e colocaremos, no segundo semestre, 500 vagas para combatentes, sendo os 100 primeiros classificados para ingressar esse ano e, os outros 400, em 2013. Estamos estudando essa possibilidade. Ou de chamarmos menos motoristas e colocarmos 550 vagas para combatentes. São várias as possibilidades.

E quanto ao concurso para artífice? O senhor havia anunciado ele também para o segundo semestre deste ano.
O artífice é uma necessidade, mas ainda não fechamos o concurso. A carência é maior nos cargos de soldado motorista e combatente, logo, estamos preferindo usar as 800 vagas autorizadas pela Seplag para esses cargos. Talvez a gente realize alguma seleção temporária para as funções do artífice, também estamos analisando essa possibilidade.

O concurso para soldado motorista, a princípio, terá 100 vagas. No entanto, há chance desse número subir para 300. É isso?
Exatamente. A princípio, são 100. Vamos ver como ficará esse quantitativo.

O que falta para que o contrato com a organizadora da seleção de motorista seja assinado? A instituição já foi escolhida?
Não, ela ainda não foi escolhida. O que está acontecendo é que nós fizemos algumas modificações no termo de referência e as instituições interessadas apresentaram dúvidas quanto ao projeto do edital por causa dessas mudanças. Mas já estamos recebendo as propostas finais e o contrato será assinado na semana do dia 14 desse mês.

Quais foram essas modificações no termo de referência?
Antes, estávamos exigindo como requisito a categoria D da carteira nacional de habilitação (CNH). Agora, o candidato poderá ter a partir da C. Quem tiver a D ou a E, categorias acima da solicitada, terá uma pequena vantagem em relação aos outros participantes na pontuação final do processo seletivo, o que pode ajudar muito na hora de um desempate. Exigimos categorias específicas da CNH porque nossos veículos são grandes e pesados, não é qualquer um que consegue dirigir. Nós transportamos água e ela pesa e desequilibra o carro. O ideal é, ao terminar de usar a mangueira do veículo, encher o tanque novamente ou no hidrante mais próximo, ou esvaziá-lo por completo e abastecer na unidade mesmo, pois quando você usa uma parte da água e não completa, aquilo vira um perigo ambulante maior do que já é, pelo fato de ser uma viatura pesada, porque aquela água fica se movimentando no tanque. Isso faz com que o carro capote facilmente em uma curva. Por isso, que todo veículo grande de tanque é compartimentado. Com isso, resolvemos pedir prova prática, que não teríamos mais.

Além da prova prática, quais serão as outras etapas do processo seletivo para motoristas?
Prova objetiva, exame físico e médico.

O edital para soldado motorista continua previsto para este mês?
Sim. A previsão é de que nesse mês de maio já tenhamos a organizadora equacionada e o contrato assinado. Acredito que antes do fim do mês o edital já está na rua. No mais tardar, na primeira semana de junho.

A previsão de que não haverá limite de idade e altura mínima para participar da seleção continua valendo?
Por enquanto, sim. No entanto, ainda estamos estudando isso. Acredito que o exame físico ajuda a resolver a situação, pois eliminará os que não estiverem aptos a realizar as atribuições dos bombeiros, independentemente da idade.

Quanto ao concurso para soldado combatente, o processo seletivo seguirá a mesma linha do de 2008?
Sim, será o mesmo esquema do último concurso. Exame intelectual, físico e médico. Os requisitos serão nível médio completo e carteira nacional de habilitação na categoria B. É importantíssimo que a CNH esteja dentro da validade, pois aqui temos o cuidado de colocarmos nossos soldados para dirigir veículos compatíveis com a categoria da CNH e verificamos as validades. Prestamos muita atenção nisso para que possamos evitar maiores transtornos. Quem rege isso não sou eu nem o Estado, mas sim a legislação federal.

Que mensagem o senhor pode deixar para os interessados em participar dos concursos para soldados motorista e combatente?
Primeiramente, para que procurem já ir levantando a documentação necessária para participar das seleções. Para quem tiver dúvida sobre quais são os documentos, basta consultar o nosso site e olhar o edital do concurso de 2008. É bom que as pessoas já se movimentem para não perderem os prazos quando o cronograma sair. Por exemplo, vamos que o indivíduo perceba que não tem o histórico escolar e vá até a escola onde estudou para solicitá-lo. Chegando lá, a escola fechou e nem existe mais. No entanto, existe aquilo publicado no Diário Oficial, mas só dá tempo de ir atrás disso caso seja visto com antecedência. Não deixem para ver tudo em cima da hora, isso é muito importante. Outra recomendação é de que procurem ver também como é o exame físico e já comecem a se preparar para ele para não serem apanhados de surpresa. O número de recursos que temos aqui relacionados a esta etapa é enorme e, na maioria dos casos, o pessoal está reclamando sem motivos, pois não se prepararam o suficiente. O exame físico reprova muito, não deixem ele de lado. Então, verifique e atualize a sua documentação, a fim de evitar maiores problemas posteriormente. Não espere a aprovação na prova objetiva para iniciar o treinamento para o exame físico. Muitos fazem isso e se dão mal. Agora, a recomendação mais importante: saibam que não estão vindo para uma escola de escoteiros ou para uma escola primária. Somos servidores militares e temos obrigações que são cobradas não com rigor, mas com a medida necessária.

O que os concursos de 2012 vão significar para a corporação?
Essa será uma maneira de amenizar os problemas atuais que estamos vivenciando de pessoal. Temos muitas perdas naturais, como por aposentadorias. Logo, há carência e necessidade de reposição de pessoal sempre. A nossa perda anual média, nos últimos cinco anos, chega a 526 servidores ao ano. Estamos com um déficit muito grande de motorista e o ideal é colocarmos 300 para que possam atender à nossa necessidade atual. Nós, militares dos estados, temos uma guerra de verdade, que é todos os dias, 365 dias ao ano, e a gente não pode se dar ao luxo de perder. Temos que ganhar todas as batalhas, não só a guerra. Então, se você não tiver como reclicar esse pessoal, o serviço cai. É muito importante promovermos essas renovações.


Estaduais : Polícia Militar do Rio prepara novo concurso de soldado para 2013
Enviado por admin em 17/04/12 (817 leituras)

A Polícia Militar planeja um novo concurso público para soldados no próximo ano. Relações públicas da corporação, o coronel Frederico Caldas afirmou que o comando da PM prepara o pedido de autorização para abrir a seleção em janeiro de 2013. A ideia é solicitar à Secretaria estadual de Planejamento e Gestão a reserva de recursos para o concurso no Orçamento de 2013.

O salário do soldado da Polícia Militar é de R$ 1.769,33, já incluído o auxílio-transporte de R$ 100. Também são pagas gratificações para quem fizer cursos de qualificação (R$ 350) ou trabalhar numa Unidade de Polícia Pacificadora (R$ 500 para os praças, podendo chegar a mil reais para os comandantes), por exemplo.

O último concurso de soldado promovido pela PM aconteceu em 2010. Quatro mil candidatos aprovados nessa seleção vão começar a ser convocados pela corporação para fazer o Curso de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cfap), em Sulacap. A partir do próximo mês e até dezembro, serão chamados, todos os meses, 500 concursados, totalizando os quatro mil. Desse total, serão 3.500 homens e 500 mulheres.

Essas convocações vão representar um aumento de 10% no atual efetivo, de 43.175 policiais. Como o curso de formação dura cerca de seis meses, a expectativa é que quem estiver no primeiro grupo de convocados, que sai no próximo mês, esteja se formando em novembro. O impacto previsto na folha de pagamento deste ano com as novas contratações é de R$ 26 milhões. A meta do estado é ter 60 mil PMs nas ruas até o ano de 2016.


Estaduais : TCE-RJ: preparativos para início do concurso
Enviado por admin em 11/04/12 (589 leituras)

O Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) concentra esforços para divulgar ainda este mês o edital do concurso para 100 vagas de técnico (nível médio) e analista (superior). Apesar de o programa oficial do concurso já ter sido divulgado, o órgão ainda não informou qual é a organizadora da seleção. Sabe-se apenas que foi feita uma parceria com o Ministério Público (MP-RJ) para a elaboração do documento.

A previsão do presidente do órgão, Jonas Lopes de Carvalho Junior, é que o edital seja publicado ainda em abril, para que as provas sejam aplicadas em maio, já que a intenção do tribunal é convocar os aprovados ainda no primeiro semestre. Segundo o regulamento já divulgado, a seleção será composta por três etapas: prova objetiva, prova discursiva (redação sobre tema proposto e resposta a questões de cunho teórico-prático) e avaliação de títulos. O concurso terá a validade de um ano, podendo dobrar.
Constam da seleção as carreiras de técnico de controle externo (cargo de técnico de notificações, de nível médio) e analista de controle externo (áreas organizacional e controle externo, de nível superior).
As remunerações iniciais são de R$6.850,31 (nível médio) e R$9.559,89 (superior). Os ganhos referem-se à soma do vencimento-base, do auxílio-alimentação de R$528 e da gratificação de controle externo (no percentual de 50%). Após a primeira avaliação de desempenho, a referida gratificação poderá ser elevada ao percentual de 75%.
As vagas estão distribuídas da seguinte forma: para analista área de controle externo, haverá oportunidades para as especialidades de Administração em Saúde (5); Ciências Contábeis (6); Controle Externo (24); Direito (15); Engenharia Civil (23) e Tecnologia da Informação (3). Para a área organizacional: Ciências Contábeis (1); Engenharia Civil (1); Organizacional (6); Pedagogia (1) e Tecnologia da Informação (4). Para o nível médio, portanto, haverá oferta para técnico de controle externo, com 11 vagas na área técnico de notificações.







Estaduais : TRE/RJ: Inicial de R$4.303. Só o 2º grau. Previsto para este mês
Enviado por admin em 11/04/12 (754 leituras)

Quem sonha em ingressar na carreira pública e possui o nível médio completo terá uma ótima oportunidade ainda este ano: o concurso para o cargo de técnico judiciário do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), cujo edital está previsto para sair ainda este mês. O concurso contemplará também a função de analista judiciário, que exige o nível superior. As especialidades que serão oferecidas ainda serão informadas pelo tribunal. De acordo com a assessoria do TRE-RJ, maiores detalhes do concurso estão em fase de definição. A organizadora da seleção é o Cespe/UnB.
O TRE é um órgão que possui muitos atrativos, como, por exemplo, o regime de contratação, que é estatutário, garantindo a estabilidade profissional. As remunerações são de R$4.303,09 para técnico e de R$7.261,52 para analista. Os valores já incluem a Gratificação de Atividade Judiciária (GAJ) e o auxílio-alimentação de R$710. Além disso, há o auxílio pré-escolar de R$561 (por dependente menor de seis anos) e reembolso de até R$120 (mensais, por dependente) com gastos do plano de saúde. No momento, tramita no Congresso Nacional um novo Plano de Cargos e Salários que, se aprovado, reajustará o vencimento em 56%, em média.
É importante destacar que o TRE-RJ costuma fazer contratações além do número de vagas proporcionado inicialmente. Da seleção de 2006, cujo edital trazia 435 oportunidades, foram efetuadas 594 convocações, sendo 342 técnicos judiciários e 252 analistas judiciários, em diferentes especialidades. A seleção anterior ocorreu em 2006 e também foi organizada pelo Cespe/UnB. Na ocasião, quem disputava uma vaga de técnico judiciário foi submetido a uma prova objetiva com 80 questões, sendo 30 de Conhecimentos Básicos, versando sobre as disciplinas de Língua Portuguesa, Noções de Informática e Noções de Arquivologia. As outras 50 abordavam Conhecimentos Específicos, cobrando assuntos a respeito de Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Eleitoral, Noções de Direito Administrativo e Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais.
Houve, ainda, teste de aptidão física para os candidatos à função de técnico judiciário com especialidade em segurança judiciária que foram aprovados na etapa de múltipla escolha, cuja prova era uma corrida de 12 minutos. Durante esse tempo, as mulheres tiveram que percorrer, no mínimo, 1.800 metros. Já os homens, pelo menos, 2.400 metros. Já quem concorreu às oportunidades para analista judiciário, cargo que também foi proporcionado no último concurso, foi submetido a um exame objetivo, acrescido de avaliações discursivas e provas de títulos. Vale ressaltar que participaram dessas avaliações os candidatos que estavam entre a classificação de até 15 vezes o número de vagas previsto no edital.

Técnico judiciário: veja programa anterior

CONHECIMENTOS BÁSICOS
LÍNGUA PORTUGUESA: 1 Compreensão e interpretação de textos. 2 Tipologia textual. 3 Ortografia oficial. 4 Acentuação gráfica. 5 Emprego das classes de palavras. 6 Emprego do sinal indicativo de crase. 7 Sintaxe da oração e do período. 8 Pontuação. 9 Concordância nominal e verbal. 10 Regência nominal e verbal. 11 Significação das palavras. 12 Redação de correspondências oficiais.

NOÇÕES DE INFORMÁTICA: 1 Sistema operacional Windows XP. 2 Microsoft Office: Word 2002, Excel 2002 e Power Point 2002. 3 Conceitos e tecnologias relacionados à Internet e a Correio Eletrônico. 4 Internet Explorer 6 e Outlook Express 6.

NOÇÕES DE ARQUIVOLOGIA: 1 Conceitos fundamentais de arquivologia. 2 O gerenciamento da informação e a gestão de documentos: diagnósticos; arquivos correntes e intermediários; protocolos; avaliação de documentos; arquivos permanentes. 3 Tipologias documentais e suportes físicos: microfilmagem; automação; preservação, conservação e restauração de documentos.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL: 1 Direitos e deveres fundamentais: direitos e deveres individuais e coletivos; direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade; direitos sociais, nacionalidade; cidadania e direitos políticos; partidos políticos; garantias constitucionais individuais; garantias dos direitos coletivos, sociais e políticos. 2 Poder legislativo: fundamento, atribuições e garantias de independência. 3 Poder Executivo. 4 Forma e sistema de governo; chefia de estado e chefia de governo; atribuições e responsabilidades do Presidente da República. Ordem Social: base e objetivos da ordem social; seguridade social; educação, cultura e esporte; ciência e tecnologia; comunicação social; meio ambiente; família, criança, adolescente e idoso.

NOÇÕES DE DIREITO ELEITORAL: 1 Código Eleitoral (Lei n.º 4.737/65 e respectivas atualizações, inclusive lei n.º 9.504/97): 1.1 Dos órgãos da Justiça Eleitoral: dos Tribunais Regionais Eleitorais; 1.2 Dos Juizes Eleitorais; 1.3 Das Juntas Eleitorais: composição e atribuições. 2 Resolução TSE n.º 21.538/03 (DJU do dia 03/11/03).

NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO: 1 Estado, governo e administração pública; conceitos, elementos, poderes e organização; natureza, fins e princípios. 2 Organização administrativa da União: administração direta e indireta. 3 Agentes públicos: espécies e classificação; poderes, deveres e prerrogativas; cargo, emprego e funções públicas; regime jurídico único: provimento, vacância, remoção, redistribuição e substituição; direitos e vantagens; regime disciplinar; responsabilidade civil, criminal e administrativa. 4 Poderes administrativos: poder hierárquico; poder disciplinar; poder regulamentar; poder de polícia; uso e abuso do poder. 5 Serviços públicos: conceito, classificação, regulamentação e controle; forma, meios e requisitos; delegação: concessão, permissão, autorização. 6 Controle e responsabilização da administração: controle administrativo; controle judicial; controle legislativo; responsabilidade civil do estado.

IV NORMAS APLICÁVEIS AOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS.







Estaduais : Bombeiros: concurso para motorista
Enviado por admin em 12/08/11 (830 leituras)



Uma boa notícia para os interessados em ingressar na carreira militar: na última terça-feira, 2, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro, coronel Sérgio Simões, confirmou para este ano a realização de concurso para soldado motorista, com oferta de 300 vagas.

“Essa seleção já foi autorizada pelo governador Sérgio Cabral e deverá ocorrer muito brevemente. Estimo que até o primeiro trimestre de 2012 esses novos servidores possam ser incorporados. Assim, ficamos em uma situação confortável em relação ao efetivo para todo o estado”, afirma.

O comandante ressaltou, ainda, que será realizada, até o fim deste ano, uma avaliação mais detalhada do quadro de pessoal, para que possa ser feito um planejamento de concursos para 2012.

Para concorrer ao cargo de soldado motorista será preciso ter nível médio, altura mínima de 1,60m (ambos os sexos) e carteira de habilitação categoria “D” (transporte de passageiros, cuja lotação exceda a oito lugares).

Como a comprovação dos requisitos só ocorrerá no ato da posse, é possível que aqueles que possuem habilitação em outras categorias possam obter a carteira “D”. No entanto, para pleiteá-la, é preciso ser maior de 21 e ter, no mínimo, um ano na categoria “C” ou dois anos na “B”.

Segundo a Assessoria de Imprensa dos Bombeiros, o salário inicial deverá ser de R$1.615,46 (para quem não tem dependentes) e R$1.742,01 (com dependentes). Além disso, a partir de setembro, os bombeiros terão direito a vale-transporte no valor mensal de R$100.

O último concurso para esse cargo foi realizado em 2008, pela Funrio. No ocasião, foi proposta uma prova objetiva, composta por 40 questões, sendo 20 de Língua Portuguesa e 20 de Matemática. Garantiu aprovação quem obteve, no mínimo, 50% de acertos.

Os habilitados na primeira etapa foram convocados para o teste de aptidão física, que consistiu em corrida de meio fundo (2.400m), corrida de velocidade (100m), abdominal (35 repetições), barra (3 repetições) e natação (50m). Quem não alcançou o índice satisfatório em qualquer uma das modalidades teve direito, automaticamente, a uma segunda e última tentativa.

Houve, ainda, um teste de habilidade específica, em direção veicular, onde foram pontudas as faltas graves, médias e leves. Quem somou mais de três pontos foi considerado inapto. Por fim, os aprovados realizaram exames de saúde e social e documental.

No primeiro caso, os participantes tiveram que ficar atentos aos critérios médicos de exclusão, como não possuir erupções eczematosas (espinhas), foliculite da barba (inflamação nos pêlos), tatuagens na mão, antebraço, pescoço e cabeça ou atentatórias à moral e aos bons costumes e que cultuem a violência.







Estaduais : Inspetor da polícia civil: edital para 600 vagas fica para setembro
Enviado por admin em 12/07/11 (898 leituras)

Após encerrar as incrições para o cargo de perito no último dia 30 de junho, a Academia de Polícia Civil do Estado do Estado do Rio de Janeiro (Acadepol) volta suas atenções para o concurso de inspetor, que terá 600 vagas com exigência de nível superior. Segundo a diretora da Acadepol, Jéssica Almeida, a escolha da organizadora do concurso ocorrerá em agosto, e o edital deverá ser divulgado em setembro.

O documento estava previsto para agosto, mas algumas instituições que manifestaram o interesse de realizar os concurso, esbarraram em requisitos fundamentais para absorver a estimativa de 40 mil candidatos, segundo a delegada Jéssica Almeida.

“Nosso objetivo era buscar uma instituição que pudesse realizar os quatro concursos (inspetor, delegado, perito criminal e papiloscopista), mas aquelas que mantivemos contato não possuem logística e estrutura compatível com a dimensão dos concursos da Polícia Civil. Estou fazendo alterações no Termo de Referência porque só será possível divulgar o edital para o concurso de inspetor, disse Jéssica Almeida, sublinhando que a organizadora pode ser de outro estado.

Com o atraso no processo do concurso para inspetor, os processos seletivos para delegado, perito criminal e papiloscopista também sofrerão atrasos com previsão de divulgação dos editais e aplicação de provas em 2012.

Reajuste salarial – A partir de 2015, o Governo do Estado do Rio de Janeiro decidiu que os classificados para a Polícia Civil que ingressarem na corporação, vão receber, pelo menos, R$2.998,70 para carga de trabalho de 40 horas semanais. Atualmente, de acordo com a Secretaria de Planejamento e Gestão, os vencimentos, adicionais e gratificações dos policiais civis estão na ordem de R$2.045,43.






Fonte: Folha Dirigida

Estaduais : Correios: concurso registra mais de um milhão de inscrições
Enviado por admin em 06/05/11 (535 leituras)

Os Correios divulgaram a concorrência geral do concurso que oferece 9.190 vagas em todo o território brasileiro. No total foram registradas 1.120.393 inscrições pagas. No entanto, o número de inscritos por estado ainda não foi divulgado. A lista de inscritos ainda não foi divulgada no site Cespe/UnB, banca organizadora do certame, mas a equipe do CorreioWeb teve acesso à tabela por meio da assessoria de imprensa dos Correios.

Cargo mais procurado

O posto mais procurado foi o de atendente comercial, que registrou 667.798 inscrições pagas. O cargo exige nível médio dos candidatos e oferece remuneração inicial de R$ 807,29. Como o concurso oferece 2.272 vagas para a função, a concorrência geral para candidatos a atendente comercial é de 294 pessoas por vaga.

Cargo mais concorrido

O cargo mais concorrido foi o de técnico de Segurança do Trabalho ─ também de nível médio. Isso não é surpresa, já que os Correios abriram só nove vagas para a função. Como 2.715 pessoas se inscreveram no posto, a concorrência registrada foi alta: 301 candidatos por chance. Confira as estatísticas gerais:

Cargo: Atendente comercial

Inscrições pagas: 667.798

Número de vagas: 2.272

Concorrência: 293,93

Cargo: Carteiro

Inscrições pagas: 296.719

Número de vagas: 5.060

Concorrência: 58.64

Cargo: Operador de triagem

Inscrições pagas: 86.739

Vagas: 1.014

Concorrência: 85,54

Cargo: Auxiliar de Enfermeiro do Trabalho

Inscrições pagas: 956

Vagas: 6

Concorrência: 159,33

Cargo: Técnico de Segurança do Trabalho

Inscrições pagas: 2.715

Vagas: 9

Concorrência: 301,67

Cargos: Todos de nível superior

Inscrições pagas: 65.466

Vagas: 829

Concorrência: 78,97






Fonte: Jornal Extra

Estaduais : Banco do Brasil: concurso no Rio de Janeiro está confirmado
Enviado por admin em 14/03/11 (943 leituras)

O anúncio do adiamento das seleções programadas do Executivo federal para este ano é um fator que não atinge os concursos para escriturário do Banco do Brasil (BB). Isso porque, conforme já havia esclarecido a instituição, por meio de sua Assessoria de Impresa, o BB não faz parte da admistração direta: é uma sociedade anônima aberta, de economia mista, regida pelo direito privado. Tendo em vista que as medidas do governo não o afetam, está mantida a programação de divulgação do edital, contemplando o Rio de Janeiro, para o segundo semestre deste ano.

Como a medida está restrita apenas aos órgãos do Executivo federal (ministérios, autarquias e secretarias), além de novos concursos, o banco também poderá continuar promovendo admissões de aprovados dos concursos cujos prazos de validade continuam vigentes.

Aqueles que pretendem participar da futura seleção para o Rio de Janeiro devem dar continuidade à rotina de estudos, com base no programa de qualquer um dos dois editais lançados no início deste ano pelo banco. Outra boa estratégia é resolver a última prova, aplicada no dia 6 de fevereiro, no Paraná, Amazonas, Alagoas, Ceará e Paraíba. De acordo com o professor de Raciocínio Lógico Odilon Muniz, a avaliação foi bastante objetiva, apresentando questões mais complicadas nas operações com números decimais. "Os tópicos mais recorrentes foram Matemática Financeira - como sempre - Logarítimo, Análise Combinatótia e Probabilidade. O candidato deve estudar desde já, através do concurso anterior para essa localidade. No entanto, também deve estar conectado às seleções do BB que estão ocorrendo para todo o Brasil. Esses assuntos que mencionei devem ser priorizados", diz.

Atrativos - A carreira de escriturário requer nível médio e conta com remuneração inicial de R$2.310,48, para jornada de apenas seis horas diárias. Os ganhos incluem R$1.280,10 de salário básico, gratificação de 25% (R$320), R$399,30 de auxílio-alimentação e R$311,08 de cesta-alimentação. Os habilitados serão contratados pelo regime celetista.

Além disso, os funcionários contam com participação nos lucros, possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional, plano de saúde extensivo aos dependentes, auxílio-creche e auxílio para dependentes portadores de deficiência.

Admissões - Há previsão de 9 mil a 11 mil contratações em todo o país, sendo uma parte com novas admissões e outra com reposição de pessoal, em virtude de exonerações, mortes e invalidez. Só para o Estado do Rio de Janeiro estão previstas mil contratações para este ano (entre convocações de aprovados do concurso em validade, que expira em outubro; e por meio da nova seleção que será aberta), em virtude da criação de 213 novos pontos de atendimento, sendo 74 novas agências.






Fonte: Folha Dirigida

Estaduais : Correios definem a banca das provas de concurso
Enviado por admin em 14/03/11 (996 leituras)

Os Correios já definiram a instituição que vai elaborar as prova do concurso, será o Cespe, da Universidade de Brasília, que foi escolhido através de dispensa de licitação. O próximo passo será a assinatura do contrato e, em seguida, o edital com oferta de 8.500 vagas será divulgado.

As oportunidades serão distribuídas pelos cargos de atendente comercial, carteiro e operador de triagem e transbordo em todo o Brasil, com exigência de nível médio. A remuneração é de R$1.558,29, já que além do salário-base de R$807,29, há o vale-
alimentação/refeição, que varia de R$659 a R$751, dependendo da jornada de trabalho semanal.

Nos Correios, as admissões são pelo regime celetista. E além do salário, os funcionários contam também com gratificações específicas, de acordo com a função que desempenharem. Para carteiro e operador as avaliações objetivas terão questões de Língua Portuguesa (20 questões), Matemática (20) e Noções de Informática (dez). Já para atendente serão cobradas, além dessas, haverá 20 perguntas de Conhecimentos Específicos. Para carteiros e operadores haverá ainda uma segunda etapa de testes de aptidão e esforço físico.

Devolução da taxa - Os participantes do concurso de 2009 ainda podem comparecer a uma das agências próprias dos Correios para retirar o valor da taxa de inscrição. O prazo vai até 11 de abril. As unidades funcionam de 9h às 17h, nos dias úteis, mas algumas têm horários diferenciados, que podem ser consultados pela central de atendimento da estatal.

Serviço
Central de Atendimento dos Correios: 3003-0100 (para capitais e regiões metropolitanas) e 0800 725 7282 (para as demais localidades).

fonte: Folha Dirigida

Estaduais : MPE-RJ: R$3.852 para cargo de 2º grau
Enviado por admin em 10/03/11 (1522 leituras)

Quem pensa que a conquista de um bom emprego só é possível com diploma universitário deve rever seus conceitos, uma vez que o cargo de técnico administrativo, de nível médio, que será aberto no próximo concurso para o quadro de apoio do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPE-RJ), é repleto de fatores atraentes. A seleção está programada para até junho próximo.

Além da remuneração inicial (R$3.852,08) e da estabilidade empregatícia (regime estatutário), principais itens que movem o esforço daquele que almeja um emprego público, a função proporciona possibilidade de progressão funcional, garantida pelo Plano de Cargos e Salários aprovado no último mês de janeiro, e alguns benefícios.
De acordo com o procurador-geral de Justiça do Rio, Cláudio Soares Lopes, a oferta imediata para técnico administrativo será de 50 vagas. A remuneração, de R$3.852,08, abrange vencimentos básicos (R$3.302,08) e auxílio-alimentação (R$550). Além disso, o servidor terá direito a auxílios-transporte, de R$124, e saúde, de R$350 (esse contempla os dependentes).

A seleção também será para 40 vagas de analista administrativo (antigo técnico superior administrativo), que exige nível superior. Apesar de o último concurso, feito em 2007, ter sido para formados em Ciências Contábeis ou Econômicas, Administração ou Direito, Soares Lopes não confirmou se serão mantidas essas especialidades. A remuneração do cargo é de R$5.969,09, já incluindo os R$550 de auxílio-alimentação. Os benefícios são os mesmos de técnico, mas ainda haverá possível adicional de gerência.

As etapas do concurso não estão fechadas. Mas, caso tenha formato semelhante ao último, haverá provas objetivas, sobre Língua Portuguesa, Noções de Informática, Organização do MPE, Direito Constitucional e Direito Administrativo (nas duas últimas, noções para técnico). Segundo o procurador-geral, a seleção poderá ser regionalizada. "Pretendemos que as pessoas sejam lotadas em cidades determinadas. Isso tem que se mostrar viável, mas pode ser que me convençam do contrário", afirmou recentemente.

Fonte: Folha Dirigida

« 1 ... 8 9 10 (11) 12 13 »
LOJA VIRTUAL - PAGSEGURO
Baixe o Aplicativo
Cursos Kids
Login no Site
Pesquisa no Site
Notícias e Concursos
Setembro 2019
S T Q Q S S D
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30            
Enquete
Qual a sua área de interesse nos concursos?
Colégios do Ensino Fundamental 16 % 16%
Escolas Técnicas 11 % 11%
Marinha 21 % 21%
Exército 17 % 17%
Aeronáutica 18 % 18%
Vestibulares 2 % 2%
Concursos Públicos 12 % 12%
Visitantes Online
1 visitantes online (1 na seção: Notícias sobre Concursos)

Usuários: 0
Visitantes: 1

mais...
Cape Cursos Preparatórios © 2006-2015 - Todos os direitos reservados - Rua Estância 25 - 2º Andar - Realengo - RJ - Cep: 21715-440
Início Cape Cursos Preparatórios Cursos Preparatórios Preços dos Cursos Preparatório - 5º Ano Apostilas Preparatórias Simulados Online Notícias Concursos Concursos Galeria de Fotos Localização Contato Plataforma Digital Área do Aluno Inscreva-se no Canal!