Plataforma EAD
Menu
Siga-nos
Indique o Site
Destaques no Site
RSS

Notícias sobre os principais concursos públicos federais.
« 1 2 3 (4) 5 6 7 ... 11 »
Federais : Correios: empresa pediu esclarecimento de decisão que a obriga a convocar aprovados de 2011
Enviado por admin em 08/01/15 (312 leituras)

A 15ª Vara do Trabalho de Brasília retificou a informação sobre o recurso dos Correios no âmbito da ação que questiona a não convocação dos aprovados no concurso de 2011 da estatal para carteiro, atendente comercial e operador de triagem e transbordo. Como noticiou informações da vara trabalhista davam conta do recebimento do recurso da empresa contra a decisão que a obrigou a convocar os concursados da sua última seleção. No entanto, conforme a correção feita, o pedido foi de esclarecimento da decisão proferida pela juíza Audrey Choucair Vaz, responsável pelo caso, o que é feito por meio de embargo de declaração. Somente após o julgamento do embargo é que os Correios deverão buscar a modificação da sentença, o que precisará ser requerido até o dia 23 do mês que vem.

A apresentação de recurso contra a decisão chegou inclusive a constar no andamento do processo, que pode ser acompanhado no site do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT10). Segundo foi explicado, isso ocorreu devido à existência de outro processo com o mesmo número, porém, de ano diferente. O andamento processual já foi corrigido. Em despacho disponibilizado no site do TRT10 nesta sexta-feira, dia 19, a juíza Audrey Choucair esclarece que a sentença por ela proferida não impediu os Correios, por ora, de contratarem trabalhadores terceirizados.

Com base na constatação do uso de terceirizados em tarefas que deveriam ser desempenhadas por concursados, a magistrada determinou, no mês passado, que a empresa apresente, em um prazo de seis meses, um estudo sobre a quantidade de trabalhadores efetivos necessária e convoque aprovados do concurso de 2011 até esse limite. Caso isso não seja possível, as contratações deverão ser realizadas por meio de novos concursos.

Esse último ponto, caso a decisão perdure, poderá tornar obrigatória a abertura do concurso que segundo afirmou à FOLHA DIRIGIDA o presidente da estatal, Wagner Pinheiro, “muito provavelmente” será realizado no segundo semestre de 2015. Isso dependerá da demanda detectada no estudo a ser realizado e da quantidade de aprovados de 2011 que ainda aguardam convocação. A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), aponta uma demanda total, incluindo a necessidade de substituição de cerca de 30 mil terceirizados irregulares, de 70 mil trabalhadores, sendo pelo menos 35 mil carteiros. A federação cobra a abertura imediata da seleção, o que para o presidente da estatal é inviável.

Novo concurso – Wagner Pinheiro afirmou que a tendência é que a nova seleção abranja todos os cargos da empresa, com prioridade para a área operacional, com os cargos de carteiro, operador de triagem e atendente comercial, que têm como requisito o ensino médio completo e proporcionam ganhos iniciais de R$2.006,65 (27 dias de trabalho) ou R$1.893,50 (23 dias), incluindo benefícios.

Para carteiro, a remuneração média pode chegar a cerca de R$2.200, considerando-se também outros adicionais. As oportunidades em cargos de nível superior deverão estar distribuídas por diferentes especialidades. Nesse caso, a remuneração inicial é de R$4.962,05 ou R$4.848,90, dependendo do número de dias trabalhados e incluindo os auxílios.

A nova seleção dos Correios foi anunciada em 2012, mas até o momento não teve o edital divulgado, muito em função do processo judicial em curso, conforme admitiu o presidente da estatal. Este ano, a empresa chegou a sugerir, a abertura de seleção para a contratação temporária de trabalhadores. De acordo com os Correios, porém, a questão ainda será discutida com seus funcionários.

Federais : Órgão confirma data das provas de agente e divulga horário
Enviado por admin em 10/12/14 (251 leituras)

A Polícia Federal (PF) confirmou para o dia 21 deste mês a realização das provas objetivas e discursivas do concurso para 600 vagas de agente. Os exames, que serão aplicados em todas as capitais, terão início às 14h, no horário de Brasília, e duração de cinco horas. A partir da próxima segunda-feira, dia 15, os candidatos poderão consultar, no site do Cespe/UnB, o local onde farão as provas. Na mesma data, deverá ser divulgado o número de inscritos na seleção, que já conta com 20.264 candidatos confirmados por terem seus pedidos de isenção da taxa atendidos.

Até esta terça, 9, serão recebidos, também no site do organizador, os pedidos de alteração de opção para concorrer à cota para negros. As solicitações recebidas nos dias 25 e 26 do mesmo passado foram desconsideradas. O Cespe/UnB não informou o motivo.

As provas objetivas serão compostas por 120 itens, distribuídos entre Língua Portuguesa, Atualidades, Raciocínio Lógico, Noções de Informática, de Administração, de Contabilidade, de Economia e de Direito (Penal, Processual Penal, Administrativo e Constitucional), além de Legislação Especial. Os candidatos terão que classificar cada um deles como Certo (C) ou Errado (E), sendo atribuído um ponto positivo a cada acerto, um ponto negativo a cada erro e zero ponto caso não haja marcação ou haja marcação dupla.

Na discursiva, os candidatos terão que elaborar um texto dissertativo com, no máximo, 30 linhas, com base no tema proposto. Para ser aprovado nas provas escritas será necessário obter pelo menos 48 dos 120 pontos das objetivas e, no mínimo, 6,5 pontos dos 13 da discursiva (50%). Somente serão corrigidas as discursivas dos classificados no exame objetivo até a 1.350ª colocação para as vagas de ampla concorrência, 90ª colocação entre candidatos com deficiência e 360ª colocação no caso dos que concorrerem às vagas da cota para negros. Os habilitados passarão ainda por avaliações física, médica e psicológica, além de investigação social e curso de formação.
A seleção ficou suspensa por cerca de um mês, em função de liminar concedida pela Justiça determinando a adaptação dos testes físicos e do curso de formação às necessidades dos candidatos com deficiência. A liminar foi derrubada pela Advocacia Geral da União (AGU), mas o caso segue na Justiça. Para deficientes, são reservadas 30 vagas, conforme a legislação. Há ainda 120 vagas destinadas a negros. A oportunidade é para lotação preferencialmente nas fronteiras.

Serviço
Locais de prova: www.cespe.unb.br

Federais : INSS: aposentadorias reforçam necessidade de novo concurso
Enviado por admin em 10/12/14 (398 leituras)

Com 10.106 servidores podendo se aposentar e correndo o risco de chegar a 2017 com 18.420 funcionários nessas condições, a abertura de concurso para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), cujo pedido de concurso para 4.730 vagas tramita no Ministério do Planejamento, é vista como inevitável, na visão de especialistas na área previdenciária.

O ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, o presidente do INSS, Lindolfo Neto de Oliveira Sales, e o diretor de gestão de pessoas da autarquia, José Nunes Filho, afirmaram, recentemente que o concurso será realizado em breve e apontaram o alto número de aposentadorias previstas como principal causa. Somado a isso, há uma recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU) para que o governo contrate novos servidores para o INSS, a fim de suprir as necessidades geradas por essas aposentadorias.

Os números da carência mapeada pelo INSS foram enviados como anexo à solicitação de 4.730 vagas ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), sendo 2 mil para técnico do seguro social (nível médio; R$4.400,87), 1.580 de analista do seguro social (nível superior; R$7.147,12) e 1.150 de perito médico (nível superior em Medicina; R$10.056,80). O processo relativo ao pedido de concurso teve avanços significativos no final do mês passado, passando por diversos setores do Ministério do Planejamento, o que demonstra a preocupação da pasta em dar a autorização o mais rápido possível. A expectativa é de que a seleção seja autorizada assim que for aprovado o orçamento da União de 2015, que deverá ser votado nas próximas semanas pelo Congresso Nacional. O cargo de técnico é o que tem maior carência. Dados do próprio instituto informam que dos 10.106 servidores em condições de aposentadoria, 6.330 são técnicos, 14 são analistas, 342 são peritos e 3.420 são de cargos em processo de extinção (1.024 agentes de serviços diversos e 705 datilógrafos).
Com a confirmação do concurso por parte de dirigentes do INSS e dos avanços na análise do pedido de concurso por parte do Ministério do Planejanento, os interessados em conquistar uma vaga devem manter os estudos em dia, de forma a estarem bem preparados quando o edital for divulgado. A última seleção para técnico e perito, em 2011, organizada pela Fundação Carlos Chagas (FCC), é o melhor guia para quem sonha com um deses cargos na autarquia. Na ocasião, foram cobradas 60 questões no caso da função de nível médio, sendo 20 sobre Conhecimentos Gerais (Ética no Serviço Público, Regime Jurídico Único, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Noções de Informática) e 40 sobre Conhecimentos Específicos. Já os candidatos a perito responderam a 80 questões, sendo 30 sobre Conhecimentos Gerais (Português, Ética no Serviço Público, Noções de Direito Constitucional e Noções de Direito Administrativo) e 50 específicas. O analista, por sua vez, teve o último concurso organizado pela FunRio, no ano passado, e finalizado este ano. A seleção ocorreu por meio de prova objetiva, com 70 questões, sobre diferentes disciplinas de acordo com a área pretendida.

Federais : Agente da PF: inscritos e locais de prova saem dia 10
Enviado por admin em 08/12/14 (476 leituras)

No próximo dia 10, deverá ser divulgado pelo Cespe/UnB o número de inscritos no concurso da Polícia Federal (PF) para 600 vagas de agente (nível superior; R$7.887,33). A partir da mesma data, os candidatos poderão conferir, no site do organizador, os locais e o horário das provas objetivas e discursivas, marcadas para o dia 21 deste mês. Os exames terão duração de cinco horas e serão aplicados à tarde. Nas objetivas, serão 120 itens, distribuídos por Língua Portuguesa, Atualidades, Raciocínio Lógico, Noções de Informática, de Administração, de Contabilidade, de Economia e de Direito (Penal, Processual Penal, Administrativo e Constitucional), além de Legislação Especial.

Será necessário classificar cada item como Certo (C) ou Errado (E), sendo atribuído um ponto positivo a cada acerto, um ponto negativo a cada erro e zero ponto caso não haja marcação ou marcação dupla. Na discursiva, os candidatos terão que elaborar um texto dissertativo com, no máximo, 30 linhas. Serão aprovados aqueles que obtiverem pelo menos 48 dos 120 pontos das objetivas e, no mínimo, 6,5 pontos dos 13 da discursiva (50%). Serão corrigidas as discursivas apenas dos classificados no exame objetivo até a 1.350ª colocação para as vagas de ampla concorrência, 90ª colocação entre candidatos com deficiência e 360ª colocação no caso dos que concorrerem às vagas da cota para negros. Os habilitados passarão ainda por avaliações física, médica e psicológica, além de investigação social e curso de formação.
A seleção ficou suspensa por cerca de um mês, em função de liminar concedida pela Justiça determinando a adaptação dos testes físicos e do curso de formação às necessidades dos candidatos com deficiência. A liminar foi derrubada pela Advocacia-Geral da União (AGU), mas o caso segue na Justiça. Para deficientes, são reservadas 30 vagas, conforme a legislação. Há, ainda, 120 vagas destinadas a negros.
Novo concurso – Segundo o presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), Marcos Leôncio, até o início de 2016, o departamento deverá realizar um novo concurso com 600 vagas, desta vez para escrivão (450 vagas) e delegado (150). A previsão, no entanto, não foi confirmada pelo departamento. Ambos os cargos têm como exigência formação superior (qualquer área para escrivão e bacharelado em Direito para delegado) e proporcionam iniciais de R$7.887,33 e R$15.743,64, respectivamente (R$9.074,59 e R$17.203,85 a partir de janeiro). Para delegado, será necessário possuir ainda experiência mínima de três anos em atividades jurídicas ou policiais. A Lei 13.047, conversão da Medida Provisória (MP) 657, que estabeleceu a necessidade de experiência, foi publicada na última quarta-feira, dia 3, no Diário Oficial da União (DOU). O texto da lei é alvo de críticas, principalmente de agentes, escrivães e papiloscopistas.
Serviço
Locais e horário de prova: www.cespe.unb.br

Federais : Correios: possibilidade de 30 mil contratações por concurso
Enviado por admin em 25/11/14 (356 leituras)

Os Correios poderão ter que contratar por meio de concurso público cerca de 30 mil trabalhadores para cumprir decisão do último dia 19 da Justiça do Trabalho, que determinou a convocação de concursados após a constatação do uso de terceirizados na atividade-fim da empresa. A quantidade de contratações estimada corresponde ao número de terceirizados irregulares apontado pela Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect).

Conforme decidiu a juíza Audrey Choucair Vaz, da 15ª Vara do Trabalho de Brasília, a estatal terá que identificar a demanda de trabalhadores efetivos, que deverão ser contratados por meio do concurso de 2011 para carteiro, atendente comercial e operador de triagem e transbordo, todos de nível médio. Isso porque o uso de terceirizados em tarefas permanentes foi visto como o reconhecimento do direito à nomeação dos aprovados que aguardam convocação. O prazo para a apresentação de um estudo sobre a quantidade necessária de contratações é de seis meses, porém, a empresa informou na última sexta, 21, que tão logo seja notificada da decisão irá ocorrer.

Segundo divulgou o Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT10), a magistrada afirmou em sua sentença que consta na ação civil pública, ajuizada no ano passado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), relatório de fiscalização de 2012 do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), identificando a existência de trabalhadores terceirizados em situação de vínculo empregatício efetivo com a empresa. Ainda de acordo com a juíza, contratos administrativos da empresa mostram números expressivos de terceirizados em vários estados. O MPT apontou que, de maio de 2011 a fevereiro de 2012, a regional de Brasília, por exemplo, contava com 1.800 carteiros temporários (terceirizados) frente a 1.389 efetivos. Anteriormente, os Correios negaram essa prática, alegando que realizam apenas contratação de mão de obra temporária, em casos em que há aumento sazonal na demanda por serviços.

A magistrada lembrou que a legislação brasileira permite a terceirização de pessoal na atividade meio das empresas ou, no caso da atividade-fim, apenas de forma temporária, com prazo definido. Acrescentou que a possibilidade de renovação dos contratos é limitada e deve ser expressamente justificada. “E se acontece em empresa pública, afronta ainda o princípio constitucional de acesso aos cargos e empregos públicos mediante concurso”, observou. Por meio da decisão do último dia 19, a validade do concurso de 2011 foi prorrogada até o trânsito em julgado da ação, ou seja, quando não houver mais possibilidade de recurso.

As medidas determinadas pela Justiça visam à redução das contratações temporárias às situações efetivamente emergenciais e de duração reduzida. Nesse sentido, os Correios sinalizaram no acordo coletivo de trabalho deste ano a abertura de seleção para a contratação de trabalhadores por tempo determinado diretamente pela própria empresa. Segundo a estatal, a questão, porém, ainda será discutida com os seus funcionários.

Carência – De acordo com o secretário geral da Fentect, José Rodrigues dos Santos Neto, a carência total existente (incluindo os 30 mil terceirizados a serem substituídos) é de 70 mil trabalhadores, sendo pelo menos 35 mil carteiros. Além disso, de acordo com o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro, cerca de 6 mil funcionários irão se aposentar este ano, por meio de programa de incentivo ao desligamento promovido pela empresa. Segundo a Fentect, sairão mais de 8 mil trabalhadores pelo programa.

Novo concurso poderá ser obrigatório

Como a estatal já informou que irá recorrer contra a decisão da Justiça do Trabalho, os efeitos práticos da determinação irão depender do andamento do caso. Se a decisão do último dia 19 perdurar, os Correios poderão ser obrigados a realizar o novo concurso, caso a demanda identificada de trabalhadores efetivos não possa ser suprida com a convocação dos aprovados de 2011.

Este mês, o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro, afirmou que o fato da última seleção ainda estar vigente foi um dos motivos pelos quais o novo concurso da empresa ainda não foi aberto. Segundo ele, é muito provável que o concurso seja realizado no segundo semestre do ano que vem, porém, a empresa ainda irá avaliar se existe essa necessidade, o que foi criticado pela Fentect, que cobra a abertura imediata do concurso.
Sendo realizada, a tendência, de acordo com Pinheiro, é que a seleção inclua todos os cargos da estatal, com prioridade para os cargos de carteiro, operador de triagem e atendente comercial, todos de nível médio, com remuneração inicial de R$2.006,65. O valor corresponde a 27 dias de trabalho por mês. No caso dos que trabalharem 23 dias mensalmente, os ganhos são de R$1.893,50. Esses valores são compostos por R$1.084,35 de vencimento inicial, acrescido de R$158,50 de vale cesta-básica e R$763,80 (27 dias) ou R$650,65 (23 dias) de vale-alimentação. A remuneração média dos carteiros ainda pode chegar a cerca de R$2.200, considerando-se também outros adicionais. As oportunidades em cargos de nível superior deverão estar distribuídas por diferentes especialidades. Para esses, a remuneração é de R$4.962,05 ou R$4.848,90, dependendo do número de dias trabalhados e incluindo os auxílios.

Pinheiro explicou que o número de vagas no novo concurso ainda será definido. A oferta dependerá da quantidade de aposentadorias e outras saídas efetivadas e ainda de como ficará a distribuição dos trabalhadores em todo o país. Segundo o presidente da estatal, São Paulo é o estado com maior déficit. “São Paulo tem uma carência grande porque entram e saem muitos trabalhadores da nossa empresa. No interior de São Paulo existe essa carência. É o estado de maior preocupação”, Na sequência, de acordo com De acordo com o secretário-geral da Fentec, José Rodrigues, vêm Rio de Janeiro e Minas Gerais. “Mas todos os estados possuem necessidade. No Norte e no Nordeste há uma carência muito grande, principalmente de atendentes”, apontou o sindicalista.

Histórico – O novo concurso dos Correios vem sendo aguardado desde 2012, quando foi anunciado. Em janeiro deste ano, o chefe de gabinete da presidência da estatal, Adeílson Ribeiro Telles, chegou a afirmar que o edital já estava em fase final de elaboração, e que seria publicado entre março e abril. Segundo Wagner Pinheiro, ainda será iniciado um planejamento para avaliar a necessidade de realização do concurso em 2015.

Federais : Polícia Federal: AGU derruba liminar que suspendeu o concurso
Enviado por admin em 25/11/14 (313 leituras)

Advocacia Geral da União (AGU) conseguiu derrubar a liminar que suspendeu o concurso da Polícia Federal (PF) para 600 vagas de agente. A seleção havia sido paralisada pelo juiz da 1ª Vara Federal de Uberlândia/MG, Bruno Vasconcelos, em atenção a pedido do Ministério Público Federal (MPF) para adequação dos testes físicos e do curso de formação às necessidades dos candidatos com deficiência, que contam com reserva de 30 vagas. O Cespe/UnB, organizador do concurso, deverá divulgar novas informações sobre a seleção no próximo dia 28.

Segundo informou a AGU, a continuidade do concurso foi garantida após o relator do recurso da União na 5ª turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) ter acolhido os argumentos apresentados, deferindo o pedido para suspender os efeitos da decisão até o pronunciamento definitivo do colegiado. O magistrado destacou que “a previsão editalícia de inaptidão decorrente de determinadas condições físicas foi estabelecida para todos os candidatos participantes do certame, independentemente da sua condição de ser ou não portador de necessidades especiais, a descaracterizar o tratamento supostamente diferenciado, alegado pelo Ministério Público Federal, na hipótese dos autos”.

No recurso protocolado junto ao TRF1, foi destacado que a suspensão do concurso pelas razões alegadas contrariava julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) no Recurso Extraordinário (RE) 676.335/MG e afrontava o princípio da isonomia. A AGU ressaltou que a decisão do STF, transitada em julgado , estabeleceu que os candidatos com deficiência, inscritos nos concursos da PF deveriam realizar o concurso em igualdade de condições com os demais. Ainda segundo o órgão, a concessão da liminar contrastava com entendimento do STF, pois limitava as atribuições da banca examinadora, ao pretender que o candidato com deficiência não fosse eliminado na perícia, mas apenas no estágio probatório.

Foi destacado também que o edital assegura o acesso da pessoa com deficiência ao concurso, não podendo porém haver prejuízo à administração pública quanto ao desempenho do cargo, conforme determinação da ministra Cármen Lúcia. Além disso, a AGU sustentou que a adaptação do exame de aptidão física e do curso de formação profissional a candidatos com deficiência seria inviável, tanto acadêmica como tecnicamente. A cassação da liminar foi obtida pro meio de atuação conjunta da Procuradoria-Seccional da União (PSU) em Uberlândia e da Procuradoria-Regional da União da 1ª Região (PRU1) .

Inicialmente, as provas objetivas e discursivas do concurso estão previstas para 21 de dezembro, mas é pouco provável que essa data seja mantida. Além das provas escritas, dos testes físicos e do curso de formação, a seleção para agente (nível superior; R$7.887,33) prevê avaliações médica e psicológica e investigação social. O concurso conta também com 120 vagas reservadas a negros.

Federais : Confira os três editais do concurso do INMETRO: oferta de 80 vagas!
Enviado por admin em 18/11/14 (441 leituras)

Após a divulgação, na última quinta-feira, dia 13, do primeiro edital do concurso do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), chegou a vez dos outros dois documentos que completam a seleção, que tem a oferta inicial total de 80 vagas. Na quinta, foi divulgado o edital do concurso para o cargo de especialista em metrologia e qualidade sênior. Com oferta de duas vagas, a carreira de nível superior exige ainda conclusão de doutorado há pelo menos dez anos. Nesta sexta, dia 14, foram então publicados os editais para os cargos de níveis médio e superior. Quem tem o nível médio poderá concorrer a uma das 19 vagas do cargo de assistente executivo, que propicia ganhos iniciais de R$3.340,64, já incluindo R$373 de auxílio-alimentação. Esse valor pode ser maior, devido à inclusão de gratificação por qualificação de R$1.075,45, elevando os ganhos para R$4.416,09. Há ainda outros adicionais, que podem aumentar os ganhos. No médio/técnico, há nove oportunidades para técnico (que possui remuneração igual a dos assistentes), enquanto que no superior são 39 oportunidades para analista e 11 para pesquisador-tecnologista. Todos os documentos de abertura podem ser consultados nos anexos abaixo.

Os ganhos para os dois primeiros cargos do 3º grau, incluindo os R$373 de auxílio-alimentação, são de R$7.573,99, mas podem ser reajustados para até R$9.259,35, graças à gratificação por titulação. Já os rendimentos dos especialistas são de R$16.885,95, incluindo gratificação, retribuição por titulação e auxílio-alimentação. O prazo para cadastro será das 14h do dia 19 deste mês até o dia 22 de dezembro, no site do organizador, o Idecan. As taxas de inscrição serão de R$65 (médio e médio/técnico), R$130 (analistas e pesquisadores) e R$150 (especialistas). Quem tiver direito à isenção da tarifa poderá fazer o pedido entre os dias 19 a 21 de novembro, no mesmo endereço eletrônico. A lotação ocorrerá no Rio de Janeiro (56 vagas), na capital e em Xerém, Duque de Caxias, Rio Grande do Sul (12) e Goiás (12). O regime de contratação será o estatutário, que garante estabilidade no emprego), e o concurso será válido por um ano e meio para todas funções, exceto para os especialistas, que terá validade de um ano.

Provas marcadas para fevereiro

O Idecan, organizador do concurso do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), avaliará os aspirantes às 80 vagas da seleção a partir do dia 1º de fevereiro do ano que vem. Na ocasião, os concorrentes a todos os cargos, exceto os especialistas, terão seus conhecimentos testados em dois horários. No turno da manhã, os assistentes e técnicos farão as provas das 8h às 12h. Haverá 60 questões objetivas para as duas funções. No nível médio, serão 30 de Conhecimentos Básicos e outras 30 de Específicos. Já no superior, os candidatos terão de responder, das 13h30 às 18h30, 20 quesitos de Conhecimentos Básicos e 40 de Específicos. Os graduados serão submetidos ainda a exames discursivos na mesma data, com duas questões específicas da área do concorrente. Os candidatos de todos os níveis terão ainda seus títulos analisados, em outra ocasião. Já os especialistas serão testados por meio de defesa pública de memorial e exames didáticos, de caráter eliminatório e classificatório, além de provas de títulos e de produção científica e tecnológica, de caráter classificatório. Ainda não foram divulgadas as datas em que ocorrerão essas avaliações.

SERVIÇO
Inscrições e isenção: http://www.idecan.org.br/

Federais : PRF: à espera da autorização para abrir até 1.500 vagas
Enviado por admin em 06/11/14 (282 leituras)

Está sendo analisado no Departamento de Força de Trabalho da Secretaria de Gestão Pública do Ministério do Planejamento o pedido de concurso para até 1.500 vagas de policial rodoviário federal (nível superior). A solicitação foi encaminhada, no fim de maio deste ano, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) para realização em 2015. A autorização do novo concurso, porém, depende ainda da convocação dos aprovados na seleção concluída este ano. O cargo de policial rodoviário federal é aberto àqueles que possuam o ensino superior completo em qualquer área a carteira de habilitação, na categoria B ou superior. A remuneração inicial oferecida é de R$6.791,25, incluindo o auxílio-alimentação, de R$373. O valor será reajustado em janeiro do ano que vem, conforme acordo com o governo federal, passando a R$7.092,91.

A última seleção para o cargo compreendeu provas objetivas e discursiva, avaliações física (testes de flexão em barra fixa, de impulsão horizontal, de flexão abdominal e de corrida de 12 minutos), de saúde, psicológica e de títulos, além de investigação social e curso de formação profissional. O concurso teve oferta de mil vagas e atraiu 109.769 inscritos. A organização ficou a cargo do Cespe/UnB.

Federais : INMETRO: previsão é de publicação até o próximo dia 14
Enviado por admin em 06/11/14 (422 leituras)

Está prestes a ser anunciado o cronograma do concurso do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Segundo informações obtidas do organizador, o Idecan, na última quarta-feira, dia 5, a banca já elaborou um calendário e o enviou à autarquia, para aprovação. Caso o Inmetro concorde com todas as datas propostas, o edital será publicado até o dia 14 deste mês, e as provas acontecerão em fevereiro de 2015, de acordo com a banca. Assim que o cronograma for finalizado, o edital deverá ser divulgado, visto que o Inmetro tem até o dia 28 deste mês para publicar as regras do concurso – prazo estipulado na portaria do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) que autorizou a seleção, em 28 de maio deste ano.

O concurso visará ao preenchimento de 80 vagas, sendo 19 para assistente executivo (nível médio), nove para técnico (médio/técnico), 39 para analista, 11 para pesquisador-tecnologista e duas para especialista (todas de nível superior, e a última carreira exige conclusão de doutorado há pelo menos dez anos). O Inmetro paga R$3.189,10 para os assistentes e técnicos, R$7.248,77 para os analistas e pesquisadores e R$16.212,06 para os especialistas. Em todos os valores, que poderão sofrer reajuste no ano que vem, quando ocorrerão as contratações dos classificados, já incluem R$373 de auxílio-alimentação. As taxas de inscrição serão de R$65 para os cargos dos níveis médio e médio/técnico, R$130 para os analistas e pesquisadores e R$150 para os especialistas. Quem for aprovado no concurso irá trabalhar no Rio de Janeiro (56 vagas), Goiás (12) e Rio Grande do Sul (12). O regime de contratação assegurará a estabilidade empregatícia dos novos servidores, pois será o estatutário.
Assistente executivo | área administrativa: veja programa do último concurso

CONHECIMENTOS BÁSICOS
LÍNGUA PORTUGUESA:
1 Compreensão e interpretação de textos. 2 Tipologia textual. 3 Ortografia oficial. 4 Acentuação gráfica. 5 Emprego das classes de palavras. 6 Emprego do sinal indicativo de crase. 7 Sintaxe da oração e do período. 8 Pontuação. 9 Concordância nominal e verbal. 10 Regência nominal e verbal. 11 Significação das palavras. 12 Redação de correspondências oficiais.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
ASSISTENTE EXECUTIVO EM METROLOGIA E QUALIDADE –
ÁREA: ADMINISTRAÇÃO:
I Matemática Financeira. 1 Razão e proporção. 2 Porcentagem. 3 Juros simples e compostos. 4 Descontos. II Noções de Informática. 1 Conceito de internet e intranet e principais navegadores. 2 Principais aplicativos comerciais para edição de textos e planilhas, para correio eletrônico, para apresentações de slides e para geração de material escrito, visual e sonoro, entre outros. 3 Rotinas de proteção e segurança. 4 Conceitos de organização de arquivos e métodos de acesso. III Administração. 1 Noções de Teoria Geral da Administração. 1.1 Planejamento, organização direção e controle. 1.2 Ética nas organizações. 1.3 Princípios e responsabilidade social. 1.4 Administração da qualidade (como definir, custos da qualidade e da não qualidade). 1.5 Acordos de nível de serviço. 1.6 Fundamentos de Matemática Financeira. 1.7 Remuneração de Capital e Taxa de Juros. 1.8 Juros Simples. 1.9 Juros Compostos. 1.10 Séries Uniformes de Pagamentos. 1.11 Séries de Parcelas Iguais: Antecipadas e Postecipadas. 1.12 Sistemas de Amortização: Sistema Francês, Tabela Price. 1.13 SAC – Sistema de Amortização Constante. 1.14 Fluxos de Caixa. 1.15 Valor Presente Líquido. 1.16 Valor Futuro Líquido. 1.17 Taxa Interna de Retorno. 2 Logística e gerenciamento de cadeias de suprimento. 2.1 Conceitos gerais de compras. 2.2 Noções de comércio eletrônico. 2.3 Modalidades de transporte. 2.4 Noções de gestão de estoques. 2.5 Planejamento e previsão de estoques. 2.6 Métodos de controle de estoque. 2.7 Noções de Armazenagem. 2.8 Organização e manutenção de um almoxarifado. 2.9 Técnicas de recebimento, movimentação, estocagem e distribuição material. 3 Noções de contabilidade. 3.1 Conceito, objetivo e finalidades. 3.2 Receita, despesa, custos e resultados. 3.3 Patrimônio: conceito, componentes, variações e configurações. 3.4 Contas: conceito, estrutura e espécies. 3.5 Apuração de resultados: amortização, depreciação, exaustão e provisões. 3.6 Lucro bruto, custo de vendas, lucro operacional e lucro líquido. 3.7 Avaliação de estoques,Levantamentos, Inventários. 3.8 Tributos e suas aplicações nas aquisições no mercado interno e externo: noções de ICMS, IPI, ISS, II, PIS/COFINS, CSLL,IR,CPMF, CIDE. 3.9 Documentos fiscais (Nota fiscal de venda de bens e serviços – modelos válidos).

Federais : Inmetro: oficializado organizador. Edital nos próximos dias
Enviado por admin em 03/11/14 (286 leituras)

O extrato de contrato que formaliza o Idecan como o organizador do concurso do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) foi finalmente publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, dia 30. O documento pode ser visto ao final desta matéria. Agora que esta pendência foi resolvida, a divulgação dos três editais deverá ser feita em curto espaço de tempo, possivelmente já na primeira semana de novembro. Isto porque o responsável pela Coordenação Geral de Gestão de Pessoal da instituição, Paulo Roberto Rodrigues, informou recentemente que o cronograma da seleção deverá ser fechado até esta sexta-feira, dia 31. Assim que as datas estiverem fechadas, elas deverão ser divulgadas.

O concurso tem o objetivo de preencher, inicialmente, 80 vagas nos níveis médio, médio/técnico e superior. Dessas, 19 serão para (médio/técnico), 39 para analista, 11 de pesquisador-tecnologista e duas de especialista (estas últimas de nível superior). Os ganhos vigentes, já com o acréscimo do auxílio-alimentação de R$373, são de R$3.189,10 para os dois primeiros cargos, R$7.248,77 para os analistas e pesquisadores e R$16.212,06 para os especialistas.
As taxas de inscrição previstas são de R$65 para os cargos dos níveis médio e médio/técnico, R$130 para os analistas e pesquisadores e R$150 para os especialistas. As lotações ocorrerão, em maioria, no Rio de Janeiro, com 56 oportunidades. Haverá também oferta para as duas superintendências do Inmetro, no Rio Grande do Sul, com 12 vagas e Goiás, com outras 12.
EXTRATO DE CONTRATO Nº 32/2014 – UASG 183023
Nº Processo: 31782/2014. DISPENSA Nº 392/2014. Contratante: INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA,-QUALIDADE E TECNOLOGI. CNPJ Contratado: 04236076000171. Contratado : INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO -EDUCACIONAL, CULTURAL E AS. Objeto: O presente Contrato tem por objeto a prestação de serviços técnicos-especializados de elaboração, diagramação, impressão, logística, aplicação de provas e processamento de resultados, com como todo e qualquer ato pertinente à organização e à realização do Concurso Público para provimento de vagas de Nível Superior e Médio nos termo da proposta encaminhada pelo IDECAN e aprovada pelo Inmetro, datada de 30 de julho de 2014. Fundamento Legal: 31782/2014 . Vigência: 25/09/2014 a 25/03/2015. Valor Total: R$887.500,00. Fonte: 250183023 – 2014NE801273. Data de Assinatura: 25/09/2014. (SICON – 29/10/2014)

« 1 2 3 (4) 5 6 7 ... 11 »
LOJA VIRTUAL - PAGSEGURO
Baixe o Aplicativo
Cursos Kids
Login no Site
Pesquisa no Site
Notícias e Concursos
Fevereiro 2019
S T Q Q S S D
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28      
Enquete
Qual a sua área de interesse nos concursos?
Colégios do Ensino Fundamental 16 % 16%
Escolas Técnicas 11 % 11%
Marinha 21 % 21%
Exército 17 % 17%
Aeronáutica 18 % 18%
Vestibulares 2 % 2%
Concursos Públicos 12 % 12%
Visitantes Online
1 visitantes online (1 na seção: Notícias sobre Concursos)

Usuários: 0
Visitantes: 1

mais...
Cape Cursos Preparatórios © 2006-2015 - Todos os direitos reservados - Rua Estância 25 - 2º Andar - Realengo - RJ - Cep: 21715-440
Início Cape Cursos Preparatórios Cursos Preparatórios Preços dos Cursos Preparatório - 5º Ano Apostilas Preparatórias Simulados Online Notícias Concursos Concursos Galeria de Fotos Localização Contato Plataforma Digital Área do Aluno Inscreva-se no Canal!