Plataforma EAD
Menu
Siga-nos
Indique o Site
Destaques no Site

« 1 (2) 3 4 5 ... 133 »
ENEM : MEC divulga edital do Sisu 2015 para o segundo semestre
Enviado por admin em 29/05/15 (307 leituras)

O Ministério da Educação divulgou o edital com as regras da edição do segundo semestre do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). As inscrições serão realizadas entre os dias 8 e 10 de junho, pelo site do Sisu.

O Sisu funciona como um grande banco de vagas, a partir do qual instituições públicas de ensino superior de todo o país selecionam seus calouros. A maioria das que participam são universidades federais e institutos federais de educação.
Podem disputar as vagas candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio de 2014. O MEC ainda divulgará as instituições participantes e a oferta em cada uma delas.

Serviço
www.sisu.mec.gov.br

ENEM : Enem 2015 será realizado nos dias 24 e 25 de outubro
Enviado por admin em 19/05/15 (519 leituras)

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta quinta, dia 14 de maio, as datas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015. As inscrições começam no próximo dia 25 de maio e terminam em 5 de junho. A prova, por sua vez, será aplicada nos dias 24 e 25 de outubro. O edital com todas as informações será divulgado na próxima segunda, dia 18.

O anúncio foi feito pelo ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, em entrevista coletiva da qual também participaram o secretário-executivo do MEC, Luiz Cláudio Costa, e do presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Francisco Soares. As inscrições deverão ser feitas no site do Enem, que é mantido pelo Inep, órgão que também é responsável pela elaboração da prova. Nesta edição não será possível usar o mesmo e-mail para fazer mais de uma inscrição.

O valor da taxa de inscrição aumentou de R$35 para R$63. Segundo o ministro Renato Janine Ribeiro, a diferença corresponde à atualização do valor pelo índice oficial de inflação desde 2009. O pagamento deve ser feito até dia 10 de junho. Além disso, candidatos que forem beneficiados com a isenção de taxa mas faltarem à prova e não apresentarem justificativa não poderão ter o benefício na edição seguinte do Enem.

“Uma pessoa não pode ter isenção graças a recursos que a sociedade está pagando, e jogar isso fora. Há uma responsabilidade moral que é preciso assumir,” justificou o ministro Janine Ribeiro. Estudantes que cursaram o último ano do ensino médio na rede pública ou declararem carência, segundo as regras do edital, estarão isentos deste pagamento.

No dia 24 de outubro, os estudantes realizarão as provas de Ciências Humanas e de Ciências da Natureza, com quatro horas e meia de duração. E no dia seguinte serão aplicadas as de Linguagens, Matemática e Redação, com cinco horas e meia de duração. O fechamento dos portões ocorrerá às 13h, horário de Brasília, como nas edições anteriores, mas a prova só começará 30 minutos depois.

Outra mudança deste ano é o fato de que o cartão de confirmação, que traz, entre outras informações, o local de prova, não será mais enviado pelos Correios. O candidato deve baixar o documento no site do Inep. De acordo com o ministro Renato Janine Ribeiro, só esta medida vai representar uma economia de R$18 milhões. No total, a meta é alcançar
uma economia de 20% em relação às edições anteriores. “Nossa meta principal é fazer o Enem, não fazer economia. Mas, se for possível, vamos fazer economia,” esclareceu Renato Janine Ribeiro. Estima-se que 850 mil pessoas trabalhem na aplicação da prova nesta edição, contando quem atua nos locais de prova e quem as distribui.

Pelo segundo ano consecutivo serão aceitos os nomes sociais de travestis e transsexuais que realizarem o exame. Para isso, o estudante terá entre os dias 15 e 26 de junho para enviar a cópia do documento de identidade e preencher um formulário específico, incluindo uma foto recente, no sistema de inscrição. “Será considerado errado qualquer monitor ou
qualquer pessoa participando do processo chamar a pessoa pelo nome que ela não quiser. Elas poderão utilizar o banheiro do seu nome social,” salientou o ministro.

No sábado, os sabatistas (pessoas que reservam o dia de sábado por razões de natureza religiosas) terão o direito de realizar a prova após às 19h. No caso dos estados do Acre, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Roraima, vale o horário local. Nos demais, a referência é o horário de Brasília.

Colégio Naval : Colégio Naval: serão oferecidas 230 vagas, sendo 46 destinadas a candidatos negros
Enviado por admin em 09/04/15 (634 leituras)

O que não falta são bons motivos para tentar uma vaga no concurso de admissão do Colégio Naval. Ter a oportunidade de, ainda jovem, começar a trilhar um caminho para a carreira militar é um deles. Os participantes precisam ter 15 anos completos e menos de 18 anos de idade no primeiro mês de janeiro de 2016, para terem condições de participar.

Para este concurso, serão oferecidas 230 vagas, sendo 46 destinadas a candidatos negros, conforme legislação vigente. Outro atrativo é a exigência de escolaridade: é preciso ter apenas o ensino fundamental completo, ou mesmo, condições de concluir o 9º ano até a época da matrícula.

O Colégio Naval, baseado em Angra dos Reis, ministra o ensino Militar-Naval e também o ensino médio, com as disciplinas do currículo da legislação federal vigente. Logo, os estudantes recebem uma formação completa e de qualidade reconhecida. A ampla infraestrutura oferecida agrega mais um ponto positivo: o colégio dispõe de laboratórios de línguas, química, quadras ao ar livre, piscina, pista de atletismo e outros.

Além das ótimas oportunidades e do ganho pessoal, o curso ainda oferece ao aluno todo o suporte necessário, proporcionando alimentação, uniforme, assistência médica-odontológica e psicológica de forma gratuita.

Com todos esses atrativos, é preciso ficar atento e já começar a se planejar. As inscrições começam no dia 27 de abril e seguem até o dia 15 de junho. Para realizá-la, basta acessar a página da Marinha e digitar os dados no formulário, imprimindo em seguida o boleto, cuja taxa é de R$25. Só candidatos do sexo masculino podem participar.

Os inscritos serão submetidos a provas objetivas de Português, Redação, Matemática, Estudos Sociais e Ciências. O concurso conta ainda com inspeção de saúde, teste de aptidão física, período de adaptação, verificação de documentos e avaliação psicológica. Se concluir o curso de ensino médio no Colégio Naval com êxito, o aluno, automaticamente, ingressa no Curso de Graduação da Escola Naval, permanecendo lá por quatro anos. Se, também, concluir essa formação com aproveitamento, ingressa nos quadros de oficiais da Marinha, podendo chegar ao posto de comandante.

Serviço
www.mar.mil.br

Colégio Naval : Data da inscrição para o concurso de admissão ao Colégio Naval é corrigida
Enviado por admin em 08/04/15 (344 leituras)

A Marinha divulgou uma correção relativa ao edital para o concurso de admissão ao Colégio Naval. De acordo com informações da Diretoria de Ensino da Marinha, houve uma alteração no período de inscrições. O prazo começa no próximo dia 27, conforme havia sido divulgado. No entanto, será encerrado no dia 15 de junho, e não no dia 16, como havia sido passado pela corporação.
Além do ensino militar, o curso ministra o ensino básico em nível médio. Assim, ter 15 anos completos e menos de 18 anos de idade no primeiro dia do mês de janeiro de 2016 é uma das exigências, o que torna a seleção bastante concorrida. Além disso, os participantes precisam ser do sexo masculino e devem ter concluído com aproveitamento o 9º ano do Ensino Fundamental (ou ter condições de terminar essa formação até a data estabelecida no edital).
O concurso oferece, no total, 230 vagas. Dessas, 46 destinam-se aos candidatos negros, nos termos da legislação vigente. Para fazer a inscrição, é preciso acessar a página da Marinha na internet e digitar os dados no formulário disponível no site. Em seguida, os interessados devem imprimir o boleto bancário para pagamento. O valor da taxa é de R$25.
As Organizações Militares da Marinha também estarão disponíveis para as inscrições. A data de realização é a mesma das feitas via internet. No estado, há postos na Diretoria de Ensino da Marinha, no Rio; na Base Aérea Naval e no próprio Colégio Naval, ambos em Angra dos Reis, sempre no horário de 8h30 às 16h.
Haverá isenção da taxa, caso o candidato seja membro de família de baixa renda, e estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cad-Único). Ele precisa preencher, datar,
assinar e entregar, em um dos locais presenciais, o requerimento de solicitação de isenção de pagamento de taxa, encontrado no site da Marinha, durante o período das inscrições.
O concurso público é constituído de prova objetiva de Matemática, Português, Estudos Sociais, Ciências e Redação. Nesta fase, ainda há inspeção de saúde, teste de aptidão física, adaptação, verificação de documentos e avaliação psicológica.
O candidato que for aprovado em todas etapas fará o curso, com duração de três anos, no Colégio Naval, localizado em Angra dos Reis, Rio de Janeiro.
Serviço
www.ensino.mar.mil.br
www.ingressonamarinha.mar.mil.br

Colégio Naval : Colégio Naval divulga edital do concurso
Enviado por admin em 08/04/15 (351 leituras)

A Diretoria de Ensino da Marinha (DEnsM) divulgou o edital do concurso para o preenchimento de 230 vagas destinadas ao ingresso de alunos no Curso de Preparação de Aspirantes do Colégio Naval (CN). As regras podem ser consultadas na parte de anexos desta página.As inscrições ocorrerão de 27 de abril a 16 de junho. Para concorrer a uma das vagas, o candidato deve ser do sexo masculino, ter 15 anos completos e menos de 18 anos de idade, no primeiro dia do mês de janeiro de 2016. Todos precisam ter concluído, ainda, o 9º ano do Ensino Fundamental, ou estar em fase de conclusão.

As inscrições são feitas pela internet ou em postos de atendimento presencial. Após o preenchimento do requerimento, no site, é preciso imprimir um boleto para pagamento da taxa de R$25. É possível pedir isenção do valor.

O candidato será submetido a provas, de caráter eliminatório e classificatório, de Matemática, Estudos Sociais, Ciências, Português e Redação. A data ainda será definida. Os classificados nesta fase inicial passarão ainda por inspeção de saúde, teste de aptidão física, avaliação psicológica e verificação de documentos. Os aprovados em todas as etapas do processo estudarão no Colégio Naval, localizado em Angra dos Reis, Rio de Janeiro.

Serviço
ingressonamarinha.mar.mil.br

ENEM : Candidatos já podem acessar resultado do Sisu 2015
Enviado por admin em 26/01/15 (328 leituras)

O Ministério da Educação divulgou o resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para as vagas do primeiro semestre de 2015 (Acesse aqui). Os classificados devem fazer a matrícula nas instituições nas quais conquistaram vaga nesta sexta-feira, dia 30 de janeiro, e nos dias 2 e 3 de fevereiro. Ao acessarem o resultado, os convocados poderão saber os documentos que devem ser levados nas instituições.

Se após a primeira chamada, o participante não tiver conseguido a classificação, deverá manifestar interesse em integrar a lista de espera, entre os dias 26 de janeiro e 6 de fevereiro. Nesse caso, só poderá continuar na concorrência pela primeira opção de curso.

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) teve novo recorde de procura. Segundo balanço divulgado pelo MEC na manhã desta segunda, dia 26, o sistema registrou um total de 2.791.334 inscritos e 5.431.904 inscrições, já que o candidato pode fazer até duas opções de curso. Na primeira edição de 2014, foram 2.559.987 inscritos e 4.988.206 inscrições.

Do total de inscritos nesta edição do Sisu, 53% (1.475.217 inscritos) têm idade entre 18 e 24 anos. Somente na faixa etária de 18 a 20 anos foram registrados 35% dos candidatos inscritos (985.941). As mulheres foram a maioria dos inscritos, 57%.

Minas Gerais foi o estado com o maior número de inscritos, com 327.601. Em seguida, São Paulo, com 306.956 e Rio de Janeiro, com 249.252 inscritos. As instituições de educação superior com o maior número de inscrições foram as universidades federais do Ceará (187.563 registros), de Minas Gerais (186.881) e de Pernambuco (177.235). Os cursos com mais inscrições foram os de administração (312.991), direito (262.255), pedagogia (249.348) e medicina (237.267).

Pela edição do primeiro semestre do Sisu 2015, candidatos que fizeram o Enem de 2014 e não tiraram nota zero na redação podem disputar 205.514 vagas em todo o país. Elas estão distribuídas por 5.631 cursos de 128 instituições públicas, que incluem 63 universidades federais, dois centros federais de educação tecnológica e todos os institutos federais de educação, além de algumas instituições estaduais.

Serviço
sisu.mec.gov.br/

ENEM : MEC abre consulta às vagas ofertadas pelo Sisu 2015
Enviado por admin em 16/01/15 (329 leituras)

Já está disponível, na internet, a consulta pública às vagas da primeira edição de 2015 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Serão ofertadas 205.514 vagas, em 5.631 cursos de 128 instituições públicas de educação superior. Do total de 63 universidades federais, 59 participam do Sisu neste primeiro semestre. Além disso, todos os 38 institutos federais de educação, ciência e tecnologia e os dois centros federais de educação tecnológica (Cefet) oferecem vagas pelo sistema.

As inscrições começam na próxima segunda-feira, dia 19, com o prazo até quinta-feira, dia 22. A consulta prévia às vagas ofertadas é permitida para que os candidatos possam verificar seus cursos e instituições de ensino preferidas e, assim, gastar menos tempo com a inscrição. Isto contribui, por exemplo, para desafogar o sistema, que receberá milhões de acessos, já que podem participar todos os que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014.

O número de oportunidades aumentou em 20% em relação à primeira edição de 2014. O total de cursos também cresceu: é 19% maior. O mesmo aconteceu com a quantidade de instituições participantes, que subiu 11%. Um dos cursos mais concorridos pelos estudantes teve um aumento significativo, são 3.758 vagas para medicina na edição de 2015, 28% a mais do que no ano anterior.

Além de ter feito o Enem 2014, outra exigência básica, para concorrer às vagas, é que o estudante não tenha tirado nota zero na redação. Cada estudante pode fazer até duas opções de curso, especificando, em ordem de preferência, suas escolhas de vaga em instituição de ensino, local de oferta, curso e turno. Também deverão optar pelas vagas das ações afirmativas da Lei de Cotas ou da instituição desejada ou pela ampla concorrência. Durante o período de inscrições, a classificação parcial e a nota de corte serão divulgadas diariamente para consulta.

Os resultados estarão disponíveis no dia 26 de janeiro, em uma única chamada. Em caso de notas iguais, o resultado da redação servirá como primeiro critério de desempate. Se a igualdade persistir, as serão consideradas as notas na prova de Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza e Ciências Humanas, nesta ordem. Quem não conseguir a classificação, ainda poderá manifestar interesse em participar da lista de esperta, o que precisará ser feito entre os dias 26 de janeiro e 6 de fevereiro. No entanto, só poderão continuar na disputa pela primeira opção de curso.

ENEM : MEC libera acesso às notas do Enem 2014
Enviado por admin em 14/01/15 (392 leituras)

Os candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 já podem acessar os resultados individuais da prova. No site do Enem (Acesse Aqui), basta o participante informar seu CPF e a senha que cadastrou no sistema, que foi a mesma feita para a inscrição.

O espelho da redação, segundo o MEC, estará disponível em um prazo de 60 dias. O acesso só será permitido para o que o ministério chama de vista pedagógica, ou seja, para que o candidato possa identificar os erros cometidos na elaboração do texto. O Inep, organizador do exame, não estabelece prazo para recursos. Os que desejarem contestar a nota da redação só podem fazer isso pela via judicial.

Um dos dados que chamaram a atenção foi o fato de mais de 500 mil candidatos terem ficado com nota zero na redação. Esse pode ser um dos fatores que causaram a queda no desempenho médio dos alunos nessa parte do Enem, cuja pontuação média diminuiu em 9,7% em comparação com o ano passado. Em Matemática também houve queda: 7,3%. Um total de 250 participantes conseguiram nota 1.000, a maior possível, no texto.

Em entrevista coletiva realizada na tarde desta terça, dia 13, quando foram divulgados os resultados gerais do exame, o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Francisco Soares, informou que ainda não se sabe a causa que levou a essa queda, mas que esse deve ser um tema a ser pesquisado não só pelo próprio instituto, mas também pelas universidades.

Segundo o MEC, cerca de 8,7 milhões inscreveram-se no Enem, dos quais 6,2 milhões fizeram a prova, sendo aproximadamente 1,5 milhão de concluintes, ou seja, pessoas que estavam no último ano do ensino médio. Segundo o ministro Cid Gomes, é importante que os pesquisadores brasileiros pesquisem sobre as causas do problema. "A meu juízo, quem deve fazer isso (análise da queda no desempenho) é a comunidade acadêmica. E o MEC disponibilizará, por meio do Inep, todos os dados."

Os participantes resolveram, em novembro do ano passado, questões de Linguagens, Matemática, Ciências Humanas e Ciências da Natureza. Todos fizeram ainda uma redação. A nota do Enem pode ser usada para disputa de vagas a partir do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), um cadastro nacional de vagas ofertadas por instituições públicas de ensino superior de todo o país. As inscrições para a edição do primeiro semestre começam na próxima segunda-feira, dia 19.

O candidato também pode usar a pontuação do Enem para concorrer a bolsas de estudos integrais ou de 50% em instituições particulares de ensino superior que participam do Programa Universidade para Todos. As inscrições para esse programa começam no próximo dia 26.

A nota do Enem também serve para certificação do ensino médio, para ingresso no Programa Ciência sem Fronteiras (que distribui bolsas de estudos em instituições internacionais) e para o Sisutec, sistema federal que possibilita ingresso em cursos gratuitos de educação profissional em todo o país.

ENEM : Enem: vazamento de imagens pode anular Redação
Enviado por admin em 18/11/14 (522 leituras)

Em 2014, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) chegou a sua 17ª edição e a sexta, desde que passou por mudanças estruturais para se tornar substituto de vestibulares em todo o país. Com o novo formato, que possibilita acesso a vagas nas mais cobiçadas universidades brasileiras, cresceu não só o número de participantes, que alcançou o recorde de 8.721.946. A cada edição, cresce também o risco em torno da prova, pelo interesse em escala nacional que ela gera e em função da complexa logística que envolve sua aplicação onde uma falha pode comprometer toda sua aplicação.

Desde a última quinta-feira, milhões de brasileiros estão na expectativa do resultado de uma investigação da Polícia Federal sobre uma denúncia de vazamento do tema da redação deste ano. Na quarta, um estudante que mora no Piauí denunciou nas redes sociais que teria recebido por uma rede social, na manhã de domingo, informações sobre o tema da prova. A imagem que chegou a seu celular é idêntica à que ele próprio, e milhões de brasileiros, viram na folha de redação.

A denúncia está sob investigação e, até o fechamento desta edição, o MEC não havia divulgado oficialmente se o tema vazou ou não. Mas, na medida em que outros estudantes também do Piauí e do Ceará, ao longo dos últimos dias, confirmaram o recebimento da mesma mensagem, tornam-se cada vez mais remotas as possibilidades de que a denúncia seja falsa e de que tudo não passe de uma brincadeira dos jovens.

Além da denúncia do estudante, chamou a atenção outra investigação em paralelo da Polícia Federal, pela qual foram presos na sexta, dia 4, quatro acusados de envolvimento em um esquema para fraudar o exame nacional. Os envolvidos faziam cooptação de candidatos interessados em participar do esquema de fraude e de pessoas para fazer o teste e passar o gabarito das questões durante a prova. No primeiro dia do Enem, duas pessoas foram presas por também, acusadas de tentarem passar “cola” utilizando celular.

Independente do desfecho das investigações, os episódios seguramente motivam algumas reflexões a respeito do Enem. Valeria a pena manter o formato de uma prova nacional que seleciona para as mais importantes e valorizadas instituições de ensino superior do país? O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) tem condições efetivas e recursos para coordenar uma prova da dimensão do Enem? Além disso, em um processo que envolve, em sua logística, além do Inep, várias instituições como as organizadoras, as Forças Armadas, forças policiais, além de empresas como os Correios, entre outras instituições, é possível o monitoramento seguro de todos envolvidos, a fim de se evitar falhas?

Para o presidente da Associação Brasileira de Educação (ABE), professor João Pessoa de Albuquerque, é hora de repensar o Enem. Ele critica o formato único para todo o país e defende que o exame seja regionalizado. “Como temos 27 unidades federadas, no momento em que se regionalizasse o Enem, estaríamos respeitando as culturas locais. Seria até uma dinâmica muito mais criativa, pois haveria troca de experiências. Vamos imaginar que estado Amazonas tivesse forma de ingresso no ensino superior diferente da do Paraná, e assim por diante. Respeitando-se autonomia dos estados, seria possível incentivar a troca de experiências”, comenta.

ENEM : ENEM 2015: no segundo dia, candidatos reclamam de prova cansativa
Enviado por admin em 09/11/14 (379 leituras)

Resolver 90 questões abrangendo as áreas de Matemática e de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (Português, Literatura, Inglês ou Espanhol, educação física e Artes) e elaborar uma redação, em cinco horas e 30 minutos, foi um desafio para os candidatos da edição de 2014 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os participantes criticaram o fato de muitas questões terem enunciado longo em Matemática e também o tema da redação, que abordou a publicidade infantil no Brasil. Veja, a seguir, a opinião de quem faz a prova no campus Maracanã da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

“A prova estava cansativa. As provas de Matemática, Língua Portuguesa e Redação não deveriam ser aplicadas juntas, no mesmo dia. Na metade da prova de Matemática eu já estava cansada, pois os enunciados das questões eram longos. Além disso, o tema redação foi totalmente diferente do que eu esperava. Isso deve atrapalhar o desempenho de muitos candidatos.”
Alessandra Ribeiro, 41 anos

“Hoje foi um dia pesado. Resolver 90 questões e fazer uma redação não foi fácil. As questões tinham enunciado muito longo. Nós precisamos ler muitos textos. As provas de Língua Portuguesa e de Língua Estrangeira, no caso eu fiz Inglês, estavam fáceis, pois cobravam mais interpretação. Porém, o tema da redação foi estranho e me pegou de surpresa. Escrevi baseado nos textos apresentados na prova.”
Bruno Teixeira, 31 anos

“Considero que essa prova foi fácil. Estudei muito para Matemática e acredito que tive um bom desempenho. Esperava até uma prova mais difícil. Também gostei das partes de Língua Portuguesa e de Língua Estrangeira. Fiz a prova de Espanhol com tranquilidade. O que me pegou de surpresa foi o tema da redação. Pensei que fosse cair algo mais atual.”
Beatriz Domingos, 18 anos

“Essa prova estava complexa. Nunca tive facilidades em Matemática e acredito não fui bem nessa parte. Mas acredito que me superei nas provas de Língua Portuguesa e de Língua Estrangeira. Escolhi Espanhol e estava fácil. Sou publicitário e minha maior dificuldade foi colocar as minhas ideias sobre a publicidade infantil em apenas 30 linhas.”
Diego Gardel, 32 anos

« 1 (2) 3 4 5 ... 133 »
LOJA VIRTUAL - PAGSEGURO
Baixe o Aplicativo
Cursos Kids
Login no Site
Pesquisa no Site
Notícias e Concursos
Março 2019
S T Q Q S S D
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
Enquete
Qual a sua área de interesse nos concursos?
Colégios do Ensino Fundamental 16 % 16%
Escolas Técnicas 11 % 11%
Marinha 21 % 21%
Exército 17 % 17%
Aeronáutica 18 % 18%
Vestibulares 2 % 2%
Concursos Públicos 12 % 12%
Visitantes Online
1 visitantes online (1 na seção: Notícias sobre Concursos)

Usuários: 0
Visitantes: 1

mais...
Cape Cursos Preparatórios © 2006-2015 - Todos os direitos reservados - Rua Estância 25 - 2º Andar - Realengo - RJ - Cep: 21715-440
Início Cape Cursos Preparatórios Cursos Preparatórios Preços dos Cursos Preparatório - 5º Ano Apostilas Preparatórias Simulados Online Notícias Concursos Concursos Galeria de Fotos Localização Contato Plataforma Digital Área do Aluno Inscreva-se no Canal!