Gestão da Produção Industrial

Tecnólogo

Esse tecnólogo é um especialista em processos de fabricação. Com formação equivalente à do engenheiro de produção, ele tem como principal responsabilidade aumentar e garantir a produtividade, reduzir os custos de produção e certificar a qualidade final de tudo o que é fabricado. Ele conhece a fundo as particularidades de cada etapa do trabalho, o funcionamento das linhas de produção automatizadas e os softwares de funções administrativas, como aqueles destinados ao controle e à elaboração de balanços e inventários de bens e mercadorias. No dia-a-dia, também administra as atividades no chão de fábrica, servindo de intermediário entre os operários e o engenheiro de produção. Prevê e acompanha os custos, determinando a aquisição de máquinas e a aplicação de novas rotinas e tecnologias. Cuida da logística de movimentação do produto na indústria, supervisiona a seleção e o tratamento das matérias-primas, controla a qualidade de processos e ocupa-se da expedição final.

MERCADO DE TRABALHO
O profissional de Gestão de Produção tem oportunidades de emprego em indústrias automotivas, químicas, farmacêuticas, agroindustriais, eletrônicas, petroquímicas, alimentícias e metalúrgicas. Ele atua principalmente na criação de novos produtos; no gerenciamento de processos, visando à redução de custos de produção e ao aumento da produtividade; na área da qualidade; e na implantação de novos processos industriais. A maior demanda está concentrada em São Paulo, em razão do importante parque fabril instalado, no Paraná e em Santa Catarina, que nos últimos anos recebeu bom número de indústrias. O crescimento industrial no Nordeste também abre boas perspectivas para o profissional. Regiões como Camaçari, na Bahia, e Fortaleza, no Ceará, são carentes desse
tipo de mão-de-obra. Além de ser contratado com carteira assinada, o tecnólogo pode atuar como prestador de serviços em pequenas e médias empresas. Nesse caso, ele dá consultoria no planejamento de controle da produção e na gestão de recursos humanos.
$ Salário médio inicial: R$ 1.800

O CURSO
No início, a formação concentra-se principalmente em disciplinas mais teóricas, como cálculo, física, estatística e informática. Depois, vêm as matérias específicas: planejamento e controle da produção, administração industrial, orçamentos e custos, logística e controle da qualidade. Também constam do currículo do curso disciplinas das áreas das engenharias, como termodinâmica, refrigeração, materiais metálicos e polímeros, circuitos elétricos e eletrônica analógica e digital. Os processos de fabricação, o funcionamento das linhas de produção automatizadas e os softwares para comandar as diversas etapas de trabalho na empresa são conhecidos nas aulas práticas, que representam, em média, 40% da carga horária total do curso. A formação requer um estágio de seis meses. As instituições de ensino também costumam pedir um trabalho de conclusão de curso.
Duração média: três anos.
Outros nomes: Gestão da Prod.; Gestão da Prod. e Metrologia; Gestão em Prod.; Gestão Ind. de Siderurgia; Inform. (gestão da prod. ind.); Processos de Prod.; Processos Ind. (eletromec.); Prod.; Prod. Ind.; Prod. Ind. e Automotiva.

_EDITO_COMEFROMCursos Preparatórios Para Concursos : http://capecurso.com.br/site/modules/edito/content.php?id=66