Paisagismo

Tecnólogo

Esse tecnólogo planeja e executa projetos de áreas verdes, em propriedades privadas, como residências e condomínios, e em áreas urbanas, como parques, praças e jardins. Com conhecimento de folhagens, flores e das propriedades do solo, determina o que será plantado, cuidando da preservação da natureza. Costuma trabalhar em conjunto com arquitetos, em prefeituras, escritórios de arquitetura, empresas de paisagismo ou ainda em projetos particulares.

MERCADO DE TRABALHO
A crescente valorização de áreas verdes nas grandes cidades e a procura por melhor qualidade de vida aquecem a oferta de empregos para esse profissional. Escritórios de arquitetura e paisagismo, construtoras e condomínios são os maiores empregadores do tecnólogo, que atua, na maior parte das vezes, como autônomo. Ele é requisitado para elaborar e implantar projetos de paisagismo para empreendimentos. O mercado é mais abrangente nos estados do Sul e do Sudeste, onde há grande crescimento imobiliário de condomínios que possuem áreas verdes. Outro campo de trabalho em ascensão é o de produção de mudas e plantas ornamentais. A maior demanda, nesse caso, está na região de Holambra, interior de São Paulo, e nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
$ Salário médio inicial: R$ 1.200

O CURSO
A maioria das matérias é prática, como preparo do solo, plantio e nutrição das plantas. Entre as teóricas estão administração ambiental, botânica, ecologia aplicada, hidrologia e climatologia e paisagismo. No fim do curso é exigida uma monografia. O estágio é
obrigatório.
Duração média: dois anos.

_EDITO_COMEFROMCursos Preparatórios Para Concursos : http://capecurso.com.br/site/modules/edito/content.php?id=210