Logística e Transporte

Tecnólogo

O tecnólogo dessa área estuda e dimensiona sistemas de transporte e de armazenamento de produtos de forma econômica e segura, visando aprimorar o desempenho organizacional das empresas. Otimiza os processos para a obtenção dos fluxos mais adequados pelo conhecimento da cadeia de suprimento e da relação entre as empresas. Ele pode atuar nos setores de controladoria, coordenação, expedição e almoxarifado e nos diversos segmentos de logística, como transporte, armazenagem, compras e distribuição. Em transporte, analisa o crescimento dos aglomerados urbanos e pesquisa medidas para solucionar problemas de trânsito e do transporte de pessoas e cargas. Aperfeiçoa e adapta sistemas de transporte coletivo à legislação vigente. Utiliza ferramentas de logística para garantir a viabilização técnica e econômica de embarque, desembarque e armazenagem de produtos. Pode, ainda, participar de projetos de engenharia de tráfego e atuar nos setores de educação e segurança no trânsito.

MERCADO DE TRABALHO
A importância de manter um setor de logística adequado torna essa área muito promissora. O tecnólogo é contratado para cuidar do armazenamento, almoxarifado e controle de estoque, bem como para planejar o transporte de mercadorias da empresa para os clientes, otimizando tempo e custos. Ele encontra boas oportunidades em empresas privadas dos mais diversos setores e portes, como de transporte, automobilístico, alimentício e varejo. Órgãos públicos ligados ao setor de engenharia de tráfego, como a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), de São Paulo, também costumam contratar o profissional, que atua em conjunto com os agentes de trânsito para melhora do fluxo de veículos. O Sul e o Sudeste oferecem o maior número de vagas, mas há boas perspectivas no Nordeste, onde muitas indústrias estão abrindo filiais.
$ Salário médio inicial: R$ 1.200

O CURSO
Para aprender a lidar com o trânsito caótico das grandes cidades e a administrar o transporte de cargas com eficiência e baixo custo, é fundamental dominar diversas áreas de conhecimento. O currículo engloba disciplinas tanto de ciências exatas, como estatística e física, quanto de sociais aplicadas, como administração, marketing e psicologia social. As matérias específicas incluem transporte público, engenharia de tráfego, educação e segurança de trânsito. O estágio, de 400 horas, é obrigatório e feito em empresas públicas ou privadas do setor, como Detrans e transportadoras. Para se formar é necessário apresentar uma monografia ou um projeto. Alguns cursos são voltados para os aspectos administrativos de logística, preocupando-se mais com a redução de custos e do tempo de transporte de produtos.
Duração média: três anos.
Outros nomes: Estradas; Gestão da Log.; Gestão de Log.; Gestão de Log. Empr.; Gestão de Trânsito; Gestão e Seg. de Trânsito; Gestão e Seg. no Trânsito; Gestão em Log.; Gestão em Log. Empr.; Gestão Log.; Gestão Log. e Op.; Log.; Log. de Armazenamento e Transp.; Log. Empr.; Log. para o Agroneg.; Plan. Log. de Cargas; Transp. Terrestre; Transp. Urbanos.

_EDITO_COMEFROMCursos Preparatórios Para Concursos : http://capecurso.com.br/site/modules/edito/content.php?id=206