Serviço Social

Bacharelado

É o planejamento e a execução de políticas públicas e de programas sociais voltados para o bem-estar coletivo e para a integração do indivíduo na sociedade. O assistente social trabalha com a questão da exclusão social, acompanhando, analisando e propondo ações para melhorar as condições de vida de crianças, adolescentes e adultos. Cria campanhas de alimentação, saúde, educação e recreação e implanta projetos assistenciais. Em penitenciárias e abrigos de menores, propõe ações e desenvolve a capacitação para a reintegração dos marginalizados. Em órgãos públicos, formula projetos e políticas que atendam os segmentos excluídos da sociedade. Em empresas, realiza campanhas de segurança no trabalho e acompanha funcionários nas questões de saúde, finanças, sociais e familiares. É obrigatória a inscrição no Conselho Regional de Assistentes Sociais para o exercício da profissão.

MERCADO DE TRABALHO
Nos últimos anos, a demanda por bacharéis nessa área tem crescido. Há cerca de 74 mil profissionais registrados no Conselho Federal de Serviço Social. Segundo a entidade, o setor que mais emprega é o de saúde, especialmente em órgãos públicos. Por isso, a maioria dos profissionais presta concurso. No eixo Rio-São Paulo, os salários costumam ser maiores e há mais oportunidades de trabalho, tanto no setor público quanto em ONGs, escolas, penitenciárias e centros de ressocialização, fundações, centros comunitários e empresas privadas em geral. Há boa procura nas áreas de educação, apoio às minorias e combate às desigualdades sociais. A expansão no número de cursos de Serviço Social deve abrir vagas também para quem pretende seguir carreira acadêmica, mas para isso é necessário fazer pós-graduação.
$ Salário médio inicial: R$ 1.500

O CURSO
Todo o conteúdo é voltado a dar base para o aluno compreender e analisar a realidade social numa perspectiva histórica, crítica e propositiva. O principal objetivo do curso é formar um profissional capaz de criar e implementar programas cuja finalidade seja a transformação social. Para isso, a grade curricular inclui muita sociologia, teoria política, filosofi a e economia, além de conteúdos vinculados à formação da sociedade brasileira, como políticas e movimentos sociais, trabalho e sociabilidade, relações de gênero, étnicas e raciais. Desde o início, o estudante realiza trabalhos de campo em comunidades e em diversos espaços institucionais e sociais, como sindicatos, escolas, creches, ONGs e cooperativas. O estágio supervisionado é obrigatório.
Duração média: quatro anos.

O QUE VOCÊ PODE FAZER

Assistência à criança e ao adolescente
Desenvolver e implantar projetos de apoio à educação e acompanhamento de crianças e jovens carentes. Na Justiça, nas varas de família, deve acompanhar os processos que envolvem crianças e adolescentes em situação de risco social, de adoção e de disputa de guarda.

Empresas
Organizar e executar programas educativos de saúde, lazer e segurança no trabalho.

Saúde
Participar de campanhas públicas de prevenção de doenças endêmicas e epidêmicas e do combate ao alcoolismo e às drogas. Prestar assistência a pacientes e seus familiares.

Educação
Criar e implementar programas de bolsa de estudo e auxílio financeiro, assim como selecionar os estudantes beneficiários.

_EDITO_COMEFROMCursos Preparatórios Para Concursos : http://capecurso.com.br/site/modules/edito/content.php?id=182