Rádio e TV

Bacharelado

São as atividades ligadas à criação, produção, edição e direção de programas de rádio e TV. Esse bacharel se envolve na elaboração e na veiculação de programas jornalísticos, esportivos ou de variedades, exceto nas atividades reservadas a jornalistas e atores, como reportagem e dublagem. Ele monta a programação da emissora, redige roteiros, produz e edita programas. Chefia equipes de gravação e de produção e orienta a construção de cenários e a contratação de mão-de-obra. Pode atuar como comentarista, apresentador ou locutor. Trabalha em emissoras de rádio e TV ou em produtoras de vídeo e empresas que criam programas para transmissão pela mídia eletrônica.

MERCADO DE TRABALHO
Com o crescimento do mercado cinematográfico nacional, o publicitário e o de empresas de TV a cabo, surgem oportunidades para quem é da área. As melhores ofertas de trabalho são para os especialistas em roteiro. Há perspectivas de mais vagas com a regulamentação da TV a cabo - o projeto que está em discussão no Congresso Nacional pretende obrigar as redes de TV paga a exibir uma porcentagem bem maior de produções nacionais. Nas grandes emissoras de TV e rádio do eixo Rio-São Paulo são poucas as chances de conseguir trabalho, mas nas afiliadas das principais redes de TV, no interior dos estados do Sudeste e em capitais do Norte e Nordeste, cresce a oferta de vagas para a área de criação, edição, produção e técnica. O Sul, devido ao crescimento da rede de rádio e televisão RBS, também é um mercado promissor. O cinema abre portas, ainda mais nesta fase em que as produções estão migrando para o formato digital. As produtoras de TV absorvem parte dos profissionais, principalmente das áreas técnica, de produção e de locução.
$ Salário médio inicial: R$ 1.500

O CURSO
Disciplinas como sociologia, filosofia e semiótica fazem parte dos primeiros semestres. Depois, entram as específicas como roteiro, direção e cenografia. Com a chegada da TV digital ao país, alguns cursos habilitam o bacharel a trabalhar com mídias interativas. Em muitas, Rádio e TV é oferecido como habilitação da graduação em Comunicação Social.
Duração média: quatro anos.
Outros nomes: Comun. Soc. (prod. para rádio e TV); Comun. Soc. (radialismo e TV); Comun. Soc. (radialismo); Comun. Soc. (radialismo: rádio e tv); Comun. Soc. (rádio e TV); Comun. Soc. (rádio, TV e multim.); Radialismo; Radialismo (rádio e TV); TV e Rádio.

O QUE VOCÊ PODE FAZER

Criação
Elaborar roteiros e programas, vinhetas e chamadas de programas para TV e rádio.

Coordenação de programação
Organizar a grade de programação da emissora, determinando os programas que serão produzidos e os horários que entrarão no ar, segundo critérios comerciais e de audiência.

Direção
Liderar a equipe de produção. Supervisionar a produção de um programa e a criação de quadros, cuidando do conteúdo e da qualidade técnica.

Edição
Selecionar sons, imagens e textos que farão parte de cada programa radiofônico ou televisivo.

Produção
Providenciar a infra-estrutura necessária para que o programa seja realizado e transmitido, preparando entrevistados, providenciando material de apoio, cuidando de cenários e equipamentos e solicitando o suporte técnico e logístico para as gravações.

Roteiro
Escrever narrativas e diálogos para novelas, minisséries ou filmes. Preparar blocos de programas em emissoras de rádio e TV.

Técnica
Operar equipamentos de gravação de imagem e som, iluminação e edição.

_EDITO_COMEFROMCursos Preparatórios Para Concursos : http://capecurso.com.br/site/modules/edito/content.php?id=177