Filosofia

Bacharelado

É a prática de análise, reflexão e crítica na busca do conhecimento do mundo e do homem. O filósofo dedica-se a investigar e a questionar com profundidade e rigor metodológico a essência e a natureza do Universo, do homem e de fatos. Estuda as grandes correntes do pensamento e a obra dos filósofos. Faz reflexões sobre questões éticas, políticas, metafísicas e epistemológicas, além de buscar compreensão teórica de conceitos, como os de espaço, tempo, verdade, consciência e existência. Desenvolve pesquisas, dá aulas e presta consultoria para instituições científicas, artísticas e culturais. Também está habilitado a implantar projetos educacionais em escolas e empresas.

MERCADO DE TRABALHO
O mercado de trabalho é promissor. Com o interesse do público leigo por cursos livres de filosofia e áreas afins, aumenta a demanda pelo profissional em centros culturais de grandes metrópoles, como a Casa do Saber, de São Paulo (SP), e o Sophia +, de Brasília (DF), onde o filósofo encarrega-se de organizar e ministrar cursos. Apesar desse nicho em ascensão, a maior parte dos formados ainda atua como professor em faculdades e escolas de ensino médio e fundamental. A área de educação está aquecida, pois desde 2007 entrou em vigor uma lei federal que torna a filosofia disciplina obrigatória em todas as escolas públicas e privadas de ensino médio do país.

Em São Paulo, as ofertas de trabalho com maior remuneração estão nas faculdades particulares, para lecionar em cursos como Administração, Direito, Ciências Sociais, Jornalismo e Medicina. Para isso, no entanto, é necessário ter pós-graduação. Há oportunidades ainda em alguns órgãos públicos, em ONGs voltadas para a área social e em complexos complexos hospitalares para atuar geralmente como consultor ético. Empresas de recursos humanos ou com investimento em projetos culturais também costumam contratar filósofos para realizar palestras ou prestar consultoria.
$ Salário médio inicial: R$ 1.200

O CURSO
Prepare-se para ler e escrever muitas dissertações e monografias, além de participar de seminários e
palestras. É preciso mergulhar de cabeça em obras de mestres como Platão, Kant e Hegel. No primeiro ano, o currículo é baseado em matérias mais básicas, nas quais você estuda introdução à filosofia e filosofia geral. No decorrer do curso entram as disciplinas temáticas, como história da filosofia (antiga, medieval, moderna e contemporânea), lógica, teoria do conhecimento, filosofia da ciência e da linguagem, estética, filosofia da arte, ética e filosofia política. É obrigatória a apresentação de um trabalho de conclusão ao final do curso.

Duração média: quatro anos.

O QUE VOCÊ PODE FAZER

Crítica
Analisar e julgar obras artísticas e literárias, escrevendo artigos para jornais, revistas e outros meios. Analisar a sociedade em questões éticas, políticas e epistemológicas.

Ensino
Lecionar em escolas de ensino médio, com licenciatura. Para o ensino superior, é preciso ter pós-graduação.

Pesquisa
Desenvolver estudos acadêmicos sobre diversos temas nas áreas de lógica, filosofia da ciência, ética, estética, filosofia da arte ou da política, entre outros.

_EDITO_COMEFROMCursos Preparatórios Para Concursos : http://capecurso.com.br/site/modules/edito/content.php?id=157