Estudos de Mídia

Bacharelado

São os conhecimentos para diagnosticar problemas de comunicação em diversas mídias. O bacharel atua em todas as mídias, desde as tradicionais, como rádio e imprensa escrita, até as modernas, como internet e indústria fonográfica. Trabalha em empresas e instituições públicas como analista e consultor de mídia, diagnosticando problemas relativos aos meios de comunicação e o impacto sobre a sociedade. Na indústria fonográfica, por exemplo, define o planejamento de circulação dos produtos, define as campanhas de divulgação, atua na elaboração de videoclipes ou sites de artistas. Já na área de telefonia celular, pode produzir e planejar estratégias, como a elaboração de ringtones e a veiculação de notícias pelo celular. No comércio eletrônico, determina quais produtos serão vendidos. Elabora estratégias para aumentar o consumo pela internet e fazer com que esse público interaja com o portal de compras.

MERCADO DE TRABALHO
A primeira turma do curso irá se formar em 2008 na Universidade Federal Fluminense (UFF). A expectativa é que ele seja requisitado tanto pelas grandes empresas como pelas produtoras independentes, de diversas mídias, para realizar produção audiovisual e elaborar análises e estratégias de produtos de comunicação.

Assim como a crescente produção de conteúdo para celulares, a chegada da TV digital deve impulsionar o mercado. Os novos canais podem abrir vagas para profissionais que pensem em formatos diferentes de programação, com o objetivo de inová-la. Outro setor que irá demandar muitos profissionais é a de consultoria. Nesse caso, o bacharel atuaria em empresas de variados segmentos, implantando planos estratégicos de comunicação para atingir o público-alvo de maneira mais eficiente.
$ Salário médio inicial: R$ 1.200

O CURSO
Nos dois primeiros semestres, o curso apresenta uma grade curricular com disciplinas obrigatórias, de conteúdo mais básico, a serem cumpridas. O aluno estuda teoria da comunicação, fundamentos lingüísticos, sociologia, estatística, comunicação e cultura, introdução à analise do discurso, cultura de massas e filosofia. Nos demais anos, o currículo fica flexível. O estudante escolhe 25 matérias que ele deve fazer até o fim do curso. São cerca de 150 opções divididas em cinco temas: gestão midiática, comunicação, cultura e história, linguagens midiáticas, tecnologias da comunicação e ética e mídia. É obrigatória a apresentação de um trabalho de conclusão para obter o diploma.

Duração média: quatro anos.

O QUE VOCÊ PODE FAZER

Sites
Elaborar e monitorar portais na internet, a fim de levar informações ao público e fazê-lo interagir com o site.

Divulgação
Divulgar campanhas ou produtos em diversas mídias, com base no conhecimento do perfil do público e de quais produtos mais agradam a ele.

Consultoria
Atuar como autônomo, prestando assessoria para identificar os problemas de comunicação entre o público-alvo e a empresa e definir estratégias de aproximação entre as duas partes.

_EDITO_COMEFROMCursos Preparatórios Para Concursos : http://capecurso.com.br/site/modules/edito/content.php?id=155