Plataforma EAD
Menu
Siga-nos
Indique o Site
Destaques no Site
Guia das Profissões

Guia das Profissões > Medicina

Medicina
Bacharelado

O Brasil tem tradição no ensino de Medicina e conta com um considerável contingente de médicos. São mais de 300 mil profissionais, o que dá uma média de um médico para cada 500 habitantes. O problema, no entanto, é que esses especialistas não estão distribuídos de forma equilibrada pelo território nacional. "A maioria dos profissionais se concentra nas capitais e nos grandes centros urbanos, enquanto certas localidades, como pequenas cidades do interior, sofrem com a falta de especialistas", afirma o pediatra Celso Fiszbeyn, gerente médico do Hospital Vita Curitiba, localizado na capital paranaense. E tem mais: a maior parte dos recém-formados se encaminha para atividades de procedimentos médicos, como cirurgia, radiologia, diagnóstico por imagem e aplicação de botox, entre outros, e não para as especialidades clínicas (pediatria, psiquiatria, dermatologia, endocrinologia e cardiologia, por exemplo), gerando um déficit desses especialistas. "Isso acontece por uma questão salarial. A área de procedimento é melhor remunerada", garante Fiszbeyn, que acumula 35 anos de profissão. Seja qual for a especialização ou o caminho profissional a seguir, algumas características não podem faltar a quem abraça a Medicina, como dedicação e interesse pelo próximo. Quem pretende seguir a carreira médica deve saber que esse profissional, especializado na pesquisa, no tratamento e na prevenção de doenças, tem de estar constantemente atualizado sobre novas drogas, terapias e equipamentos hospitalares. No dia-a-dia, ele faz diagnósticos, analisa exames, receita medicamentos e faz cirurgias. Participa, ainda, de programas de prevenção e de planejamento de saúde coletiva. É um ritmo de vida puxado, que exige que se abra mão de boa parte da vida pessoal.

MERCADO DE TRABALHO
Nunca falta trabalho para um médico. "O problema é o tipo de trabalho", brinca Claudia Maria Leite Maffei, coordenadora do curso de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), em Ribeirão Preto. "A qualidade de vida de um recém-formado nos grandes centros urbanos fica bastante comprometida, pois para ganhar um pouco mais, faz plantões em diversos lugares e atravessa a cidade para ir de um trabalho a outro. Mas isso é só nos primeiros anos, até que ele consiga se estabilizar", explica. Quem estiver disposto a abdicar do conforto e da infra-estrutura das grandes metrópoles encontrará muito trabalho, além de cumprir importante função social, nas regiões afastadas das capitais do país. O Programa Saúde da Família, do governo federal, demanda por médicos em todo o Brasil. A preferência é por especialistas em clínica médica, pediatria, ginecologia e obstetrícia e geriatria. O aumento na proporção de idosos na população brasileira promete também aquecer as áreas de cardiologia e geriatria, sobretudo em cidades de médio e grande portes. O mercado está atraente ainda para a área de medicina do trabalho e para alergistas em regiões com grande concentração industrial. Especialistas em diagnóstico por imagem encontram vagas em cidades de médio porte. Nas regiões em que há um esforço maior do governo para aumentar a relação médico por habitantes, como Norte e Nordeste, existem boas perspectivas também para a carreira acadêmica.
$ Salário médio inicial: R$ 2.000

O CURSO
O currículo é puxado: o período é integral e há muitos trabalhos, seminários e pesquisas a fazer, além dos plantões em hospitais. Nos dois primeiros anos, o aluno aprende as matérias básicas, como anatomia, fisiologia e patologia, sempre com muita atividade em laboratórios. Boa parte das instituições de ensino oferece disciplinas práticas ainda no início do curso para que o aluno vá, aos poucos, familiarizando-se com as atividades médicas. Mas, lidar diretamente com pacientes, só a partir do terceiro ano, quando começam as disciplinas profissionalizantes e o treinamento em atendimento. Os dois anos de residência médica, depois de formado, são fundamentais para o graduado aprofundar conhecimentos numa especialização. A duração média do curso é de seis anos.

O QUE VOCÊ PODE FAZER

Diagnosticar e tratar doenças nas seguintes especialidades:

Acupuntura
Aplicação de agulhas.

Alergia e imunologia
Mecanismos de defesa do organismo.

Anestesiologia
Aplicação de anestésicos.

Angiologia e cirurgia vascular
Artérias e veias.

Cancerologia
Câncer.

Cardiologia
Coração.

Cirurgia (cardiovascular, de cabeça e pescoço, geral, do aparelho digestivo, pediátrica, plástica e torácica).

Clínica médica
Organismo em geral.

Coloproctologia
Aparelho digestivo final.

Dermatologia
Pele.

Endocrinologia e metabolia
Distúrbios hormonais e de metabolismo.

Gastroenterologia
Sistema digestório.

Genética médica
Doenças genéticas.

Geriatria e gerontologia
Moléstias do envelhecimento.

Ginecologia e obstetrícia
Aparelho reprodutor feminino, gravidez e parto.

Hematologia e Hemoterapia
Sangue, seu uso terapêutico ou de seus componentes.

Homeopatia
Clínica geral que utiliza medicamentos preparados a partir de substâncias naturais.

Infectologia
Doenças infecciosas.

Mastologia
Glândulas mamárias.

Medicina esportiva
Prevenir e tratar distúrbios originados de atividade esportiva. Dar orientação médica e acompanhar equipes e times.

Medicina geral e comunitária
Atuar na prevenção, na cura e na reabilitação de pacientes em conjunto com equipe multiprofissional (com enfermeiro, assistente social e psicólogo).

Medicina legal
Realizar autópsias, exames de DNA e de corpo de delito. Dar suporte à investigação de crimes.

Medicina sanitária
Desenvolver e aplicar programas de saúde pública. Prevenir a transmissão de doenças e prescrever tratamentos.

Medicina do trabalho
Prevenir e tratar doenças causadas pelo ambiente de trabalho ou por práticas profissionais.

Nefrologia
Moléstia dos rins.

Neurologia e neurofisiologia
Distúrbios do sistema nervoso.

Nutrologia
Nutrição.

Oftalmologia
Olhos.

Ortopedia e traumatologia
Ossos e músculos.

Otorrinolaringologia
Ouvido, nariz, boca e garganta.

Patologia e patologia clínica
Exames laboratoriais.

Pediatria
Crianças.

Pneumologia
Pulmões.

Psiquiatria
Doenças mentais.

Radiologia e diagnóstico por imagem
Exames radiológicos e diagnóstico por meio de imagens.

Radioterapia
Tratamentos por meio de radiação.

Reumatologia
Cartilagens e articulações.

Terapia intensiva
Tratamento intensivo de pacientes.

Urologia
Vias urinárias.

_EDITO_PRINT
 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.
Edito is developed by The WolFactory (http://www.wolfpackclan.com/wolfactory), a Xoops division of the Wolf Pack Clan (http://www.wolfpackclan.com)
LOJA VIRTUAL - PAGSEGURO
Baixe o Aplicativo
Cursos Kids
Login no Site
Pesquisa no Site
Notícias e Concursos
Dezembro 2019
S T Q Q S S D
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          
Enquete
Qual a sua área de interesse nos concursos?
Colégios do Ensino Fundamental 16 % 16%
Escolas Técnicas 11 % 11%
Marinha 21 % 21%
Exército 17 % 17%
Aeronáutica 18 % 18%
Vestibulares 2 % 2%
Concursos Públicos 12 % 12%
Visitantes Online
1 visitantes online (1 na seção: Guia das Profissões)

Usuários: 0
Visitantes: 1

mais...
Cape Cursos Preparatórios © 2006-2015 - Todos os direitos reservados - Rua Estância 25 - 2º Andar - Realengo - RJ - Cep: 21715-440
Início Cape Cursos Preparatórios Cursos Preparatórios Preços dos Cursos Preparatório - 5º Ano Apostilas Preparatórias Simulados Online Notícias Concursos Concursos Galeria de Fotos Localização Contato Plataforma Digital Área do Aluno Inscreva-se no Canal!