Enem possui a maioria de negros inscritos

Os estudantes que farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), marcado para os dias 24 e 25 de outubro, mostram um perfil socioeconômico diferente da maior parte dos alunos das universidades brasileiras. Entre os 8,4 milhões de inscritos, negros, mulheres e alunos carentes são a maioria, cerca de 5 milhões, segundo um levantamento elaborado a partir de um questionário respondido  durante a inscrição.

O balanço mostrou que 3,7 milhões comprovaram carência e, por isso, não precisaram pagar a taxa de inscrição, que passou de R$35 no ano passado para R$63 nesta edição. Além disso, 1,3 milhão também tiveram direito ao benefício por estudarem em escolas públicas. Somados, os números representam 59,8% de vestibulandos com isenção. Os pagantes totalizaram 3,4 milhões de inscrições.

Ao todo, 4,9 milhões de candidatos se declararam negros (57,81%), superando numericamente os que se inscreveram como brancos (37,47%), amarelos (2,05%) e indígenas (0,59%). Os que não declararam cor representam uma parcela de 2,08%. As mulheres também representam mais da metade das inscrições: 4,8 milhões, o equivalente a 57% do total. O dado reflete um tendência observada nos últimos anos, a maior escolarização entre as mulheres. No Enem 2014, o percentual era parecido, 57,8% eram do sexo feminino.

Apesar de ser a principal porta de acesso à educação superior, esta não é a única função do Enem. A prova também pode ser utilizada para obter a certificação no ensino médio, o que será tentado por 953.494 candidatos nesta edição. Apesar do aumento registrado nos últimos anos, a procura foi menor que em 2014, quando 997.131 solicitaram a certificação.

Média por escola – O Ministério da Educação (MEC) informou que divulgará as notas preliminares por escola da edição do ano passado do Enem no dia 9 de julho. Os dados serão colocados à disposição exclusivamente das escolas, em sistema específico. A divulgação final dos resultados por escola está prevista para 27 de julho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *