Correios: veja a base do programa do concurso

FAÇA O CURSO PREPARATÓRIO PARA OS CORREIOS NO CAPE PREPARATÓRIOS. SAIBA MAIS!

Na última terça-feira, dia 28, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos informou que a previsão é que o edital do aguardado concurso público para cargos de nível médio seja divulgado até o fim de agosto. O anúncio ajuda aos interessados na seleção a programarem melhor os seus estudos, já que dá uma perspectiva melhor de quando as provas poderão ser realizadas (em geral, acontecem entre 60 a 90 dias após a publicação do documento regulador da seleção).

E o que se verifica é que não houve nenhuma alteração em Língua Portuguesa e Matemática, e que Informática deu lugar a Conhecimentos Gerais. O conteúdo ainda pode sofrer pequenos ajustes em função das discussões da empresa junto à banca elaboradora das provas, mas a tendência é que esses sejam de fato os conhecimentos cobrados dos candidatos nas avaliações. A organizadora da nova seleção ainda não foi anunciada, mas na última oportunidade, em 2011, a banca foi o Cespe/UnB, porém ainda não confirmada pelos Correios, é que as provas objetivas serão constituídas de 40 a 50 questões. Segundo a empresa, está prevista para os candidatos aprovados nas provas de conhecimentos a realização do teste de esforço e, posteriormente, do exame médico admissional.
Sobre a distribuição das vagas, foi confirmada a destinação de chances para o Rio de Janeiro. Os outros estados contemplados serão Amazonas, Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sual, Santa Catarina e São Paulo, além do Distrito Federal. A estatal explicou que nos demais estados existe cadastro de reserva do concurso de 2011 ainda vigente. A nova seleção contará com reserva de 10% das vagas para pessoas com deficiência e 20% para pessoas pretas ou pardas.
Uma decisão judicial de novembro do ano passado obriga os Correios a contratarem concursados (inclusive de 2011) em número equivalente à demanda verificada em levantamento a ser realizado. A determinação poderá ampliar em muito o número de contratações, já que, segundo as federações que representam a categoria, a defasagem é de 15 mil a 70 mil servidores (incluindo substituição de terceirizados). A estatal, no entanto, já recorreu da decisão.
Esboço do programa do concursoLÍNGUA PORTUGUESA: 1 Compreensão e interpretação de textos. 2 Ortografia oficial. 3 Acentuação gráfica. 4 Emprego das classes de palavras: nome pronome, verbo, preposições e conjunções. 5 Emprego do sinal indicativo de crase. 6 Sintaxe da oração e do período. 7 Pontuação. 8 Concordância nominal e verbal. 9 Regência nominal e verbal. 10 Significação das palavras. 11 Formação de palavras.

MATEMÁTICA: 1 Números relativos inteiros e fracionários, operações e propriedades. 2 Múltiplos e divisores, máximo divisor comum e mínimo múltiplo comum. 3 Números reais. 4 Expressões numéricas. 5 Equações e sistemas de equações de 1o grau. 6 Sistemas de medida de tempo. 7 Sistema métrico decimal. 8 Números e grandezas diretamente e inversamente proporcionais. 9 Regra de três simples. 10 Porcentagem. 11 Taxas de juros simples e compostas, capital, montante e desconto. 12 Princípios de geometria: perímetro, área e volume.

CONHECIMENTOS GERAIS: 1.Organização das administração pública no Brasil a partir da Constituição Federal de 1988. 2.Conceitos relativos às administrações direta e indireta. 3.Diferenças entre autarquias, fundações e empresas públicas. 4.Agentes públicos. 5.Estatuto da ECT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *