Edital será publicado em breve

A previsão é de que o edital do concurso para o magistério da Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro (Seeduc-RJ) seja publicado até a próxima segunda-feira, dia 30, conforme informou o superintendente de Desenvolvimento de Pessoas da pasta, Antoine Lousao. Porém, há possibilidade de um pequeno atraso, e a divulgação ocorrer no início de outubro. O documento já foi finalizado e passa pela revisão final da Seeduc-RJ, indicando oferta inicial de 1.400 vagas para professor docente I, em várias disciplinas. Ainda de acordo com o superintendente, as contratações serão imediatas, a partir de janeiro. Ao longo de 2014, serão feitas novas chamadas, totalizando 2.690 convocados, número que vinha sendo divulgado pela Seeduc-RJ.

“As vagas são regionalizadas, então, o número por disciplina varia de acordo com o município, a região, mas a maior parte será para a capital”, afirmou Antoine Lousao. As inscrições terão início já no dia da publicação do edital e ficarão abertas por 30 dias, na página eletrônica da Fundação Ceperj, organizadora. Já as provas, deverão ocorrer no fim de novembro. Antonie Lousao ressaltou a política da Seeduc-RJ, de fazer seleções periodicamente. “Os concursos são importantes para renovação do corpo técnico da Seeduc-RJ, já que perdemos muitos servidores por conta de aposentadorias.” Os interessados em participar do concurso deverão ter licenciatura plena. Atualmente, as remunerações iniciais são de R$1.242,97, para carga de 16h, e R$2.188,67, para 30h semanais, incluindo R$160 de auxílio-alimentação. Os professores ainda têm direito a auxílio-transporte (proporcional à carga horária e variando de R$57,66 a R$110,40 por mês), triênio, enquadramento por formação e 12% de aumento entre os níveis da carreira, a cada seis anos.

De acordo com o superintendente da Seeduc-RJ, a sistemática será a mesma do concurso deste ano para 362 vagas, apenas com prova objetiva e avaliação de títulos. Os participantes serão submetidos a 15 questões de Português, 15 de Conhecimentos Pedagógicos e 20 de Conhecimentos Específicos. A exceção foi Ensino Religioso, para o qual os candidatos foram avaliados por meio de 15 perguntas de Português e 15 de Conhecimentos Pedagógicos. Os candidatos foram submetidos também a exame discursivo (elaboração de um texto sobre um dos três temas propostos, relacionados ao Ensino Religioso), além da avaliação de títulos. Porém, essa disciplina não será contemplada no próximo concurso.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...