Várias disciplinas serão contempladas

O cronograma do concurso destinado ao preenchimento de 2.690 vagas no magistério estadual está sendo fechado junto à Fundação Ceperj, organizadora da seleção. No entanto, o superintendente de Desenvolvimento de Pessoas da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc-RJ), Antoine Lousao, informou que as inscrições estão previstas para começar no início em agosto. Já as provas deverão ocorrer em setembro.

Ainda de acordo com o superintendente, o edital do concurso está programado para ser divulgado até o dia 31 deste mês, mas em virtude dos feriados da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), existe a possibilidade de a divulgação sofrer um pequeno atraso, sendo publicado no início do próximo mês.
De acordo com Antoine, todas as disciplinas da estrutura da pasta serão contempladas. “Serão as mesmas do concurso aberto este ano para 362 vagas, tais como Português, Matemática, Geografia, História, Física e Inglês, entre outras”, afirmou. A seleção anterior também conteplou as matérias de Espanhol, Química, Artes, Biologia, Sociologia, Ciências, Educação Física, Religião, Disciplinas Pedagógicas e Filosofia.

Os interessados em participar deverão ter licenciatura plena nas respectivas áreas. As remunerações são de R$1.242,97, para docentes com carga de 16h, e R$2.188,67, para 30h semanais, incluindo os R$160 do auxílio-alimentação. Ainda segundo o superintendente, a nova seleção se faz necessária porque a lista de aprovados do concurso em andamento não vai cobrir todas as necessidades da Seeduc-RJ. Ele afirmou que a nova seleção apresentará muitas mudanças no que se refere ao processo de avaliação. A primeira delas é que, além da habitual prova objetiva, haverá também exame discursivo, abordando as disciplinas específicas referente ao cargo. Além disso, os aprovados também passarão por um curso de formação de 80 horas, cuja duração será de duas semanas. Após a capacitação, os docentes serão avaliados por uma banca de especialistas, que testará as aptidões e o desempenho do professor em sala de aula. “A primeira turma do curso de formação está prevista para dezembro, e as primeiras convocações, no início de janeiro”, afirmou Antoine Lousao.

Em relação às provas objetivas, se a estrutura da seleção realizada este ano for mantida, os participantes serão submetidos a 15 questões de Português, 15 de Conhecimentos Pedagógicos e 20 de Conhecimentos Específicos. A exceção é a disciplina de Ensino Religioso, onde os candidatos foram avaliados por meio de 30 perguntas, sendo 15 de Português e 15 de Conhecimentos Pedagógicos. Os candidatos foram avaliados também por exame discursivo (consistindo na elaboração de um texto sobre um dos três temas propostos, relacionados ao Ensino Religioso), além da avaliação de títulos.








Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...