Cape Cursos

A Polícia Federal (PF) segue aguardando a autorização do Ministério do Planejamento para a realização de concursos para 1.352 vagas, sendo 1.024 na área policial e 328 da área administrativa do departamento, em cargos com remuneração inicial de até R$13.672.

POLÍCIA FEDERALPara a área policial, foram solicitadas 396 vagas para agente, 362 para escrivão, 150 para delegado e 116 para papiloscopista. Os cargos têm como requisito o ensino superior completo e proporcionam remuneração inicial de R$7.818, já com o auxílio-alimentação, que é de R$304.

A exceção é o cargo de delegado, aberto aos bacharéis em Direito e cuja remuneração inicial é de R$13.672. Para todos os cargos policiais é exigida ainda a carteira de habilitação (B ou superior).

No caso da área de apoio, as 328 vagas são para o cargo de agente administrativo, destinado a quem possui pelo menos o ensino médio completo. A remuneração inicial, já com o auxílio-alimentação, é de R$3.203,97.

Segundo informou o Ministério da Justiça no início deste mês, a expectativa é que a PF seja uma das primeiras atendidas quando o governo federal voltar a autorizar novos concursos para a contratação de servidores efetivos no Executivo. Desde o anúncio do adiamento dos concursos e nomeações feito em fevereiro deste ano, o governo liberou, basicamente, apenas a nomeação de aprovados em seleções já realizadas.

A realização de concursos para a PF foi anunciada inclusive pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que durante o lançamento do Plano Estratégico de Fronteiras, em 8 de junho, afirmou que os aprovados nos concursos seriam lotados nas fronteiras para reforçar o policiamento nessas regiões. Segundo o diretor de Relações do Trabalho da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Francisco Sabino, é necessário dobrar o efetivo da PF nas fronteiras, que hoje é de 868 policiais.

Etapas - As últimas seleções realizadas pela PF para a área policial foram abertas em 2009, para os cargos de agente e escrivão. Caso seja mantido o modelo utilizado naquela oportunidade, os futuros candidatos serão submetidos a provas objetiva e discursiva (com as disciplinas variando conforme o cargo), avaliação psicológica, exame médico, exame de aptidão física, prova prática de digitação (apenas escrivão), curso de formação e investigação social.

Já para a área administrativa, o último concurso promovido pelo departamento aconteceu em 2004, com os candidatos sendo selecionados apenas por meio de provas objetivas.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...