24/02/2013

O Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP) da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) mantém a previsão de divulgar na segunda quinzena de março o edital do concurso para soldado, com oferta de 6 mil vagas para quem cursou o ensino médio. Porém, como falta definir a distribuição das vagas pelos gêneros, existe a possibilidade de o edital sofrer um pequeno atraso, embora a corporação não confirme. O CRSP já escolheu o organizador da seleção, porém, o seu nome só será anunciado após a aprovação da Diretoria de Logística da corporação, responsável pela elaboração do contrato. “A instituição definida será responsável, além do exame intelectual, pelo médico e psicológico”, adiantou o chefe do CRSP, tenente-coronel Roberto Vianna.

Para soldado, além do nível médio, é exigida carteira de habilitação, no mínimo na categoria “B”, assim como idade entre 18 e 30 anos. A altura mínima exigida é de 1,60m, para mulheres, e de 1,65m, para homens. O salário inicial é de R$2.382,89. Além disso, são pagas gratificações a quem faz curso de qualificação (R$350) ou trabalha em Unidade de Polícia Pacificadora (R$500 para os praças). “Hoje, o soldado policial militar que quiser se voluntariar para trabalhar no sistema de RAS (Regime Adicional de Serviço), por exemplo, se voluntaria para trabalhar na folga, e ao trabalhar 12 horas, recebe R$225. Então, ele pode tirar até oito serviços por mês, e aumentar consideravelmente os seus ganhos”, esclareceu o chefe do CRSP.

De acordo com o CRSP, considerando os últimos editais, cujas normas devem ser mantidas, o candidato deve ter idade de 18 anos na data da matrícula e no máximo 30 até o último dia de inscrição. Não haverá limite de idade para os candidatos policiais militares. A seleção será uma das mais concorridas, uma vez que melhorias salariais e benefícios, pacificação e modernização estão transformando a carreira de policial militar em uma das mais atrativas do Rio de Janeiro. Os selecionados terão direito a assistência médico-hospitalar para si e seus dependentes, alimentação, fardamento, promoção, pensão policial militar, transferência a pedido para a reserva remunerada, férias, afastamento temporário, licenças, porte de armas e Regime Adicional de Serviço (RAS).

Área de saúde dispõe de 770 vagas

Profissionais da área de saúde que desejam ingressar na carreira militar devem intensificar os estudos. Isso porque a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) planeja a realização de concursos para 770 vagas, sendo 690 de cabo auxiliar de saúde e 80 de oficial de saúde. De acordo com o Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP) da PM-RJ, as oportunidades na primeira função serão para técnico de enfermagem, massoterapeuta, auxiliar de saúde bucal, técnico de prótese dentária, técnico de radiologia, técnico de farmácia, técnico de laboratório de análises clínicas e auxiliar de saúde veterinário, faltando definir a distribuição das vagas.

Para cabo auxiliar de enfermagem, o salário atual é de R$2.744,65. O valor do auxílio-moradia é o mesmo para todos, independentemente do número de dependentes, como as demais gratificações. Os candidatos devem ter idade entre 18 e 30 anos. A altura mínima exigida é de 1,60m, para mulheres, e de 1,65m, para homens. Já para os oficiais do quadro de saúde, a exigência será o ensino superior específico. O salário do 1º tenente médico é de R$6.057,60. Os candidatos devem ter idade entre 18 e 30 anos, exceto os médicos, cujo limite é 35 anos. A altura mínima exigida é de 1,60m, para mulheres, e de 1,65m, para homens.

A previsão do CRSP é que a idade mínima seja considerada no dia da matrícula, e a máxima, no primeiro dia de inscrição, para ambas as funções. Não haverá limite de idade para os candidatos policiais militares. Além das vagas da área de saúde, a PM pretende abrir outras 195, sendo 135 de sargento músico e 60 de oficial combatente. O comandante-geral, coronel Erir Ribeiro Costa Filho, já aprovou a oferta de vagas para oficial combatente. A expectativa é que o edital para oficial combatente seja publicado em abril, segundo o chefe do CRSP, tenente-coronel Roberto Vianna. Porém, os quantitativos das outras seleções deverão passar por um novo estudo da corporação.

Para o 3º sargento músico, a escolaridade é o ensino médio, mais formação na área musical. O salário é de R$3.626,94. Para o oficial combatente, a escolaridade é o ensino médio. O 2º tenente da PM ganha R$4.296,25. Além da escolaridade exigida, os candidatos devem ter idade entre 18 e 30 anos. A altura mínima exigida é de 1,60m, para mulheres, e de 1,65m, para homens.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...