Taxa de inscrição é discutida

Com o objetivo de reforçar o efetivo, principalmente para garantir a segurança dos grandes eventos, como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, além de apoiar o processo de pacificação, a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) já divulgou o edital do concurso para 6 mil vagas de soldado (veja matéria abaixo). No entanto, os candidatos estão criticando a corporação por estabelecer uma taxa de inscrição alta, no valor de R$100.

Muitos candidatos defendem que esse valor seja revisto. É o caso de Luana Doria, que está estudando há mais de um ano para esse concurso. “Acho que se deve pensar no público-alvo, porque uma taxa de inscrição de R$100 vai excluir de imediato o trabalhador que ganha um salário mínimo. Tendo em vista, também, que a taxa de um concurso de nível federal, com salários mais altos, gira em torno de R$100, cobrar um valor exorbitante em uma seleção estadual para soldado é se aproveitar da expectativa dos candidatos que aguardam e se preparam há muito tempo”, disse.

Bruno Mattos também acredita que o valor está acima da média para concurso de nível médio. “Se fosse um concurso de grande complexidade, tal como o da Receita Federal, que oferece também um salário muito mais atrativo, até entenderia. Está certo que a última seleção para soldado da PM-RJ foi em 2010, mas, na ocasião, o valor foi de R$65. Acho que esse seria um valor mais justo. Eu não vou deixar de fazer o concurso, até porque estou estudando faz tempo, mas acho que o governador deveria tomar uma providência e mandar baixar a taxa de inscrição. Não pode um concurso da PM-RJ cobrar R$100 e o do Detran, que também exigia apenas o nível médio, apenas R$10. É uma discrepância muito grande”, justificou.

A opinião é compartilhada por Rafael Aguiar. “Achei o preço da taxa bem abusivo pelo subsídio e periculosidade do cargo. Nesse caso torna-se desproporcional o valor cobrado”, alega. Carlos Babo, que também pretende concorrer ao concurso, questiona como será utilizado o valor da taxa de inscrição. “A PM-RJ tinha que ser mais clara e informar para onde vai o dinheiro da inscrição”, afirmou.

A alta taxa está fazendo com que Maiara Bernardo pense duas vezes se vai ou não participar do concurso. “Achei um absurdo, estou pensando em tentar isenção. Outra opção é desistir do concurso”, enfatizou. Já Diego Sampaio não pensa em desistir da fazer o concurso, mas acha que os futuros candidatos deveriam se mobilizar para pressionar o governo do estado e a PM-RJ a reverem o valor cobrado. “A recente onda de protestos mostrou a força do povo. Se não fosse pela pressão popular, as passagens de ônibus não teriam sido reduzidas. Acho que se os candidatos se organizassem, poderíamos fazer um abaixo-assinado para tentar baratear a taxa de inscrição”, disse.

Cronograma será definido depois do dia 5

Após a divulgação do edital do concurso, ocorrida na última segunda, dia 22, os futuros candidatos do concurso para 6 mil vagas de soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) devem intensificar os estudos, tomando como base o programa oficial (publicado na edição nº2.175), enquanto a corporação ainda não define o cronograma da seleção.

De acordo com o edital do concurso, estão confirmadas 600 vagas para mulheres e 5.400 para homens, incluindo cotas para negros e índios. Para concorrer a soldado, além do nível médio, será exigida carteira de habilitação, no mínimo, na categoria “B”. Também são requisitos do cargo possuir altura mínima de 1,60m, para mulheres e de 1,65m para homens, além de idade entre 18 (na matrícula) e 30 anos (até o fim do período de inscrição).

O salário inicial é de R$2.382,89, mas a remuneração pode ultrapassar R$5 mil, pois são pagas gratificações a quem faz curso de qualificação (R$350) ou trabalha em Unidade de Polícia Pacificadora (R$750). A Assessoria de Imprensa da PM-RJ informou que os praças que se voluntariam para trabalhar na folga no sistema RAS (Regime Adicional de Serviço) recebem R$150 por oito horas/dia e R$225 por 12 horas/dia. São permitidos até oito RAS por mês.

O prazo de inscrição e a data da prova serão definidos após o dia 5 de agosto, data em que ocorrerá o pregão eletrônico para a escolha da escolha da organizadora da seleção. No entanto, é muito provável que o recebimento das inscrições tenha início em meados dos próximos mês.

As inscrições serão realizadas no site da organizadora vencedora do pregão eletrônico, em período ainda a ser definido. Quem não tiver acesso à internet poderá utilizar os computadores disponíveis no Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP), entre 9h e 17h. De acordo com o edital do concurso, a taxa será de R$100.

A isenção poderá ser solicitada pelos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) integrantes de família de baixa renda, no site do futuro organizador do concurso.

As organizadoras já podem se inscrever no pregão eletrônico, através do envio das propostas pela internet, que será definido pela menor taxa de inscrição. A empresa que vencer o pregão ficará responsável pelos exames intelectual (prova objetiva e redação), médico e psicológico, sendo as demais etapas (antropométrico, físico, toxicológico e investigação social e documental) realizadas pela própria corporação.

Além da obrigatoriedade de apresentar uma série de certidões para poder participar do pregão eletrônico, a PM-RJ estabelece que só poderá concorrer quem já realizou concursos com, pelo menos, 35 mil candidatos. A instituição vencedora estará sujeita a uma visita de inspeção técnica por parte de membros do Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP).

O exame intelectual terá duração de cinco horas e será aplicado no Estado do Rio de Janeiro. A prova objetiva será composta por 40 questões, distribuídas pelas disciplinas de Português (dez), História, Geografia, Sociologia, Informática, Legislação de Trânsito e Direitos Humanos (com cinco questões cada). Também será aplicada uma Redação, que deverá ter entre 20 e 30 linhas. Só serão corrigidos os textos de até cinco vezes número de vagas oferecidas.








Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...