13/12/2012
A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) pretende abrir concurso em janeiro de 2013, destinado ao preenchimento de 6 mil vagas de soldado. De acordo com o chefe do Centro de Recrutamento e Seleção de Praças, tenente-coronel Roberto Vianna, a previsão é que as inscrições sejam feitas até fevereiro, e que as provas teóricas ocorram em maio. A ideia é que as demais etapas aconteçam de julho a setembro, e a incorporação dos selecionados, em outubro. “Os novos soldados deverão começar a trabalhar em abril de 2014, após o curso de formação, com duração de seis meses”, afirmou o chefe do CRSP, em recente entrevista.

Para soldado, além do nível médio, é exigida carteira de habilitação, no mínimo na categoria “B”. O salário atual, de R$1.919,74, passará em fevereiro de 2013 para R$2.382,89. Além disso, são pagas gratificações a quem faz curso de qualificação (R$350) ou trabalha em Unidade de Polícia Pacificadora (R$500 para os praças). Além da escolaridade exigida, os candidatos devem ter idade entre 18 e 30 anos. A altura mínima exigida é de 1,60m, para mulheres, e de 1,65m, para homens. “Aqueles que passarem no concurso público receberão assistência médica hospitalar, incluindo os dependentes, alimentação, fardamento, promoção, pensão policial militar, transferência a pedido para a reserva remunerada, férias, afastamento temporário e licenças, porte de armas e Regime Adicional de Serviço”, explicou o tenente-coronel.

De acordo com o chefe do CRSP, as maiores causas de reprovação nos exames são: obesidade e altura baixa (antropométrico), apatia, agressividade e descontrole emocional(psicológico), problemas relacionados a Cardiologia, Oftalmologia e Ortopedia (médico), falta de vigor físico e treinamento específico, especialmente na tração da barra e na flexão (físico) e falta de documentos e omissão de informações (social). O recrutamento, que é realizado no CRSP, consiste em prova escrita, exames (antropométrico, físico, médico, psicológico, social e documental e toxicológico). A corporação planeja o reforço no efetivo considerando, principalmente, a programação de instalação de Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), assim como os megaeventos internacionais, programados até 2016.

Área de Saúde da corporação: editais em fevereiro e março para 770 vagas

Profissionais da área de Saúde que desejam ingressar na carreira militar devem intensificar os estudos. Isso porque a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) planeja a realização de concursos para 770 vagas, sendo 690 de cabo auxiliar de saúde e 80 de oficial de saúde, para ambos os sexos. Os editais estão previstos para fevereiro e março de 2013, respectivamente. Para as vagas de cabo auxiliar de saúde o requisito é nível médio/técnico específico. As oportunidades serão para auxiliares de enfermagem e de odontologia, mas outras carreiras podem ser incluídas, como técnicos em Veterinária, Massoterapia e Prótese Dentária, entre outras. A distribuição das vagas também ainda não foi definida. Para cabo auxiliar de enfermagem, o salário atual é de R$2.211,19, e em fevereiro próximo passsará para R$2.744,65.

O último concurso para cabo auxiliar de saúde da PM-RJ foi aberto em 1998, para 263 vagas, sendo 169 de auxiliar de enfermagem. Puderam participar candidatos com nível médio/técnico na área, idade entre 21 e 28 anos, altura mínima de 1,60m (mulheres) ou de 1,68m (homens) e peso proporcional à altura. De acordo com o chefe do Centro de Recrutamento e Seleção de Praças da PM-RJ, tenente-coronel Roberto Vianna, as exigências de idade e altura foram modificadas e agora, poderão participar aqueles que tenham entre 18 e 30 anos e 1,60m (mulheres) e 1,65m (homens).

Na ocasião, os participantes foram avaliados por meio de uma prova objetiva, com 40 questões (dez de Língua Portuguesa, dez de Noções de Matemática e 20 sobre Conhecimentos Técnico-Profissionais Específicos), e uma redação. Ainda houve exame antropométrico, psicológico, de saúde, teste físico, investigação social e documental. Os classificados foram lotados em hospitais ou policlínicas da PM.

“Deveríamos ter 826 cabos auxiliares de saúde, mas só contamos com 134. Um déficit de 692. Proporcionalmente, talvez seja o nosso déficit mais elevado. Então, há necessidade dessas 690 vagas, e esperamos que isso atraia um grande público, porque é um serviço que sempre teve uma grande procura. O último concurso teve mais de 20 mil candidatos. Esperamos um número muito superior a esse”, afirmou o tenente-coronel Roberto Vianna.

Já para oficial de saúde, cuja escolaridade é o nível superior, serão abertas vagas de médico, psicólogo, nutricionista, enfermeiro e veterinário, e outras funções poderão ser incluídas. As vagas da Saúde serão para o Rio, Niterói e policlínica de São João de Meriti, na Baixada Fluminense. O salário é de R$4.880,22, e em fevereiro de 2013 passará para R$6.057,60. Ainda há gratificações. Além da escolaridade exigida, os candidatos devem ter idade entre 18 e 30 anos, exceto os médicos, cujo limite é 35 anos. A altura mínima exigida é de 1,60m, para mulheres, e de 1,65m, para homens.

Outras áreas – Para fevereiro está previsto concurso para 135 vagas de sargento músico, e para o mês seguinte, edital para 60 vagas de oficial combatente.

Obs:
1 - As notícias sobre concursos apresentadas neste blog são meramente informativas aos usuários da internet, não significando com isso que estamos ministrando todos os cursos preparatórios vinculados a estas notícias. Para saber informações sobre os cursos preparatórios ministrados acesse TURMAS PREPARATÓRIAS no nosso portal.

2 - Informamos que o curso preparatório Cape não possui qualquer tipo de vínculo com colégios, instituições públicas ou militares, não fornecendo qualquer tipo de informação relativa ao concurso acima para alunos ou responsáveis que não estejam matriculados no curso preparatório.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...