Estaduais

Notícias sobre os concursos públicos estaduais.

Polícia Militar-RJ: novo edital para soldado sai em maio, diz comandante-geral

O comandante-geral da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ), coronel José Luís Castro Menezes, confirmou  que o novo edital do concurso para 6 mil vagas de soldado sairá já no próximo mês, logo após terminar o prazo de validade da seleção anterior (dia 24), realizada em 2010. “No dia 26 de maio será divulgado o edital. Os candidatos devem estudar, porque a corporação precisa de bons policiais, que sejam capacitados”, afirmou. Embora não tenha informado o cronograma da seleção, o mais provável é que as inscrições sejam iniciadas imediatamente.

rio de janeiro

Concurso de soldado da PMERJ

Inclusive, o novo governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, garantiu no último dia 4, durante a sua cerimônia de posse na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), que o concurso será mesmo aberto este ano, já que a contratação de novos policiais, segundo ele, é fundamental para ampliar a atuação das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) e melhorar a segurança do estado. O edital será idêntico ao anterior, que foi cancelado em 17 de dezembro de 2013: o mesmo conteúdo programático, a Exatus como organizadora e oferta de 6 mil vagas, sendo 5.400 para homens e 600 para mulheres, segundo a Assessoria de Imprensa da PM-RJ. Conforme lei estadual, 20% delas serão destinadas a negros e índios. Em virtude da natureza do cargo, não haverá reserva para portadores de deficiência.
Por isso, os interessados no concurso devem intensificar a preparação, de forma a obter o melhor rendimento possível nas provas para conseguir uma das 6 mil vagas que serão oferecidas. Para concorrer a soldado, é necessário ter o nível médio ou concluí-lo até a data prevista para a pesquisa social. Além da escolaridade, também são requisitos a carteira de habilitação (exceto a categoria A), altura mínima de 1,60m, para mulheres, e de 1,65m, para homens, e idade entre 18 (na matrícula) e 30 anos (até o fim do período de inscrição).
A remuneração é de R$2.909,50, incluindo a gratificação de R$500 e R$100 de auxílio-transporte. Vale lembrar que são pagas gratificações aos soldados que fazem curso de qualificação (R$350) e trabalham em UPPs (R$750). Aqueles que se voluntariam para trabalhar na folga, no sistema RAS (Regime Adicional de Serviço), recebem R$150 por oito horas/dia e R$225 por 12 horas/dia. São permitidos até oito RAS por mês. Os selecionados terão direito a benefícios como assistência médico-hospitalar (inclusive para os dependentes), alimentação, fardamento, entre outros.
O concurso contará com sete etapas, sendo a primeira o exame intelectual. A prova objetiva será composta por 40 questões, distribuídas pelas disciplinas de Português (dez), História, Geografia, Sociologia, Informática, Legislação de Trânsito e Direitos Humanos (com cinco questões cada). Também haverá redação, entre 20 e 30 linhas. Só serão corrigidos os textos dos 30 mil primeiros classificados. A segunda etapa será o exame psicológico, eliminatório, tendo como objetivo aprovar os candidatos que possuem funções mentais e habilidades específicas, além de características de personalidade compatíveis com o cargo.
A terceira fase constará de exame antropométrico, cuja avaliação será feita por meio do Índice de Massa Corporal (IMC). Já o exame físico (4ª etapa), de caráter eliminatório, constará das seguintes provas: os homens farão tração na barra fixa (duas repetições), 35 abdominais tipo remador e corrida de 2.200 metros em 12 minutos. Já para mulher serão cobradas 15 flexões de braços e antebraços, 25 abdominais tipo remador e corrida de 1.800 metros em 12 minutos. Ainda haverá teste toxicológico, exame médico e investigação social e documental (5ª, 6ª e 7ª etapas, respectivamente).

Especialista dá dicas de preparação

Para a especialista em concursos Rosângela Cardoso, com larga experiência na área, aqueles que pretendem concorrer a uma vaga soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ), mas que ainda não iniciaram os estudos, devem começar o mais breve possível a preparação. Embora muitos já estejamestudando há alguns meses, Rosângela Cardoso destaca que os iniciantes podem sim obter um bom desempenho nas provas e conquistar uma das 6 mil vagas. “Mesmo aqueles que não começaram a preparação podem conseguir um bom rendimento no concurso, mas para isso é preciso ter foco e não perder mais tempo. O ideal é que os futuros candidatos dediquem, pelo menos, duas ou três horas por dias aos estudos. Para quem vai começar a estudar agora, vale a pena se matricular em um curso preparatório, pois a ajuda de professores especializados fará com que seja bastante amenizado o tempo perdido”, destacou a especialista.

Rosângela Cardoso ressaltou que os futuros candidatos devem tomar como base o programa do edital divulgado no final do ano passado e que foi cancelado logo em seguida. “A PM-RJ já informou que o novo edital será igual ao que foi cancelado no final de 2013. Então, o candidato não precisa se preocupar com a possibilidade de ingresso de novas matérias. O importante é que ele estude todos os tópicos do edital, tendo como base a bibliografia que consta no programa”, disse.
A especialista chamou atenção também para a necessidade de se realizar muitos exercícios. “Não há outra forma de aferir os conhecimentos sem ser por meio de exercícios. Por isso, oriento a todos que resolvam bastante questões, sejam de provas anteriores ou similares. Por meio de exercícios, o candidato terá uma melhor noção de quais disciplinas  precisará intensificar os estudos e quais ele já está seguro”, explicou. Por fim, Rosângela Cardoso orienta os futuros candidatos a soldado a também praticarem muitos exercícios físicos. “Não adiantará nada ser aprovado no exame intelectual e acabar reprovado nos testes físicos. Por isso, é preciso treinar desde já os exercícios que serão cobrados no concurso, tendo como base o edital publicado no final do ano passado.”
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...