Exigido o ensino médio para fuzileiro naval

O concurso de admissão do curso de formação de Formação de soldados fuzileiros navais teve alteração no grau de escolaridade exigido em relação aos anos anteriores

FAÇA O CURSO PREPARATÓRIO NO CAPE E CONQUISTE A SUA APROVAÇÃO! - SAIBA MAIS

INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE E RECEBA NOTÍCIAS ATUALIZADAS SOBRE CONCURSOS.

O concurso de admissão do curso de formação de Formação de soldados fuzileiros navais teve alteração no grau de escolaridade exigido em relação aos anos anteriores. O processo seletivo, que era destinado aos candidatos que tinham o ensino fundamental completo, a partir deste ano exige que o participante tenha ensino médio até a matrícula.

Apesar da mudança no requisito, o programa de estudos de Matemática do concurso deste ano não registra mudanças significativas. Ainda assim, muitos candidatos devem estar em dúvida sobre até que ponto a maior escolaridade mínima exigida irá impactar no grau de dificuldade da prova.

Comparado ao programa de 2015, o do atual concurso possui apenas dois tópicos a mais: Funções e Ângulos. “A prova deverá ter questões de Análise Combinatória e Geometria Espacial. Na parte de Funções, deverá ser cobrado domínio, classificação e identificação de quando ela é crescente ou não. Além disso, é importante ter atenção à trigonometria do triângulo retângulo.

Inscrições começam no dia 1º

Na próxima segunda, 1° de fevereiro, começam às inscrições do concurso de admissão ao curso de formação de soldados fuzileiros navais. Ao todo, são 1.860 vagas para candidatos do sexo masculino, que possuam o ensino médio completo (ou tenham condições de concluir esta formação até a matrícula). Além disso, é preciso ter no mínimo, 18 anos e, no máximo, 21 anos, no dia 1º de janeiro de 2017.

As inscrições poderão ser realizadas pela internet ou em postos de atendimento presencial da Marinha até o dia 29 de fevereiro. O valor da taxa é de R$12. Candidatos que sejam membros de família de baixa renda, nos termos da legislação vigente, e que façam parte do Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal, o CAdUnico, poderão solicitar a isenção deste valor. O prazo vai de 1º a 12 de fevereiro e a solicitação deve ser feita por próprio que estará disponível no site do processo seletivo ou em um dos postos de atendimento presencial. A relação dos pedidos de isenção deferidos será divulgada até o dia 23 de fevereiro.

No ato da inscrição, os candidatos terão que optar pelo local onde farão o estágio inicial caso sejam classificados no concurso e concluam com aproveitamento o curso de formação. A unidade militar da Marinha com maior oferta de vagas para este período é o Rio de Janeiro com 1.218. Outras unidades de opção estão localizadas em Brasília (128), Rio Grande (76), Belém (61), Ladário (83), Manaus (100), Natal (99), Salvador (65) e São Paulo (30).

Do total de vagas ofertadas, 1.620 são para realizar o curso de formação no Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves (Ciampa), no Rio de Janeiro. Para esta escola de formação, serão destinados, preferencialmente, os aprovados das regiões Sul e Sudeste. Para o Centro de Instrução e Adestramento de Brasília (Ciab), serão encaminhados os outros 240 aprovados, preferencialmente, das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país. Ambos os grupos de vagas serão preenchidos obedecendo à ordem de classificação.

A primeira etapa do processo seletivo está marcada para o dia 26 de abril. Na ocasião, será aplicado uma prova com 50 questões, sendo 25 de Língua Portuguesa e 25 de Matemática. Os classificados na avaliação intelectual ainda passarão por verificação de dados biográficos, inspeção de saúde, exame psicológico e teste de condicionamento físico.

Serviço
www.ensino.mar.mil.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...