Questões anuladas na PMERJ

Concurso de soldado da pm-rj

A Justiça determinou na última quarta-feira, 12, por meio de liminar, a anulação de duas questões de História do concurso para soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, beneficiando apenas os quatro candidatos que entraram com a ação ordinária: Gabriela Soares Leite, Rodrigo Borges Teixeira, Bruno Cesar do Nascimento Guimarães e Eduardo Castro Santos de Mendonça. A decisão da juíza Luciana Losada Albuquerque Lopes, da 13ª Vara da Fazenda Pública, diz respeito às questões 22 e 24, sobre a Batalha de Jenipapo e a Revolução de Ávis. A juíza mandou intimar a organizadora com urgência, e também determinou que as redações dos autores sejam corrigidas, devendo prosseguir nas demais etapas do concurso, caso alcancem a nota mínima, ficando excluídas a nomeação e a posse.

Tramitam mais ações do mesmo teor, mas não há garantia de que outros juízes sentenciem na mesma direção, Os caminhos para que todos os candidatos sejam beneficiados são recorrer ao Ministério Público (o que já ocorreu), visando a uma ação civil pública, ou a uma ação popular, movida pela deputada Janira Rocha (Psol). Correia observou que a anulação de questões pela Justiça é fato raro, pois normalmente ela não se mete nas questões pedagógicas dos concursos. “Para isso ter ocorrido, é porque os erros devem ter sido grosseiros”, considerou. Não foi possível contato com a organizadora Exatus, para saber se foi intimada e se recorrerá da decisão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...