Arquivo de janeiro 2014

Caixa: saiu edital para técnico! R$2.865. Prazo abre já nesta sexta, dia 24 | Cape cursos preparatórios

Concurso da Caixa Econômica Federal

Concurso para técnico bancário da Caixa

Acabou a espera! Foi publicado no Diário Oficial da União desta quinta, dia 23, o edital de abertura do concurso para técnico bancário da Caixa Econômica Federal. Para concorrer, é preciso ter o nível médio. A remuneração inicial é de R$2.865,04, sendo R$2.025 de vencimento-base, R$472,12 de auxílio alimentação/refeição e R$367,92 de cesta-alimentação. A carga de trabalho é de 30 horas semanais. A seleção, de âmbito nacional, será destinada à formação de cadastro de reserva. O quadro com os municípios de lotação dos futuros contratados será divulgado nesta sexta-feira, 24 de janeiro – mesmo dia de abertura das inscrições, a partir das 10h. O atendimento aos interessados será feito até 11 de fevereiro, no site do Cespe/UnB, organizador da seleção. A taxa é de R$37 – há procedimentos previstos para a isenção de pagamento, que poderá ser solicitada durante todo o período de inscrições.

As provas objetivas e discursiva (redação com até 30 linhas sobre assuntos de Conhecimentos Específicos) terão a duração de 4h30m e serão aplicadas na data provável de 23 de março de 2014, no turno da manhã. Elas trarão questões de Língua Portuguesa (14), Conhecimentos Básicos (36) e Conhecimentos Específicos (70). A prova objetiva seguirá o modelo tradicional do Cespe/UnB, em que cada questão será constituída de itens para julgamento como ‘certo’ ou ‘errado’, de acordo com os comandos explicitados no enunciado. Serão eliminados os candidatos que obtiverem nota zero na prova objetiva de Conhecimentos Básicos e/ou na de Conhecimentos Específicos, além de nota padronizada no polo inferior a 80,00 pontos. Serão eliminados, ainda, os classificados em colocação posterior à de corte, conforme coluna referente às provas discursivas (redação) a serem corrigidas para cada polo, constante da tabela que também ser divulgada nesta sexta, 24. O prazo de validade do concurso será de um ano, contado a partir da data de homologação do resultado final, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período.

Serviço
www.cespe.unb.br/concursos/caixa_14_nm

Marinha: várias opções de concursos para 2014 | Cape cursos preparatórios

Fuzileiro Naval

Concurso para soldado fuzileiro naval.

Estabilidade e bons salários são duas das grandes vantagens de quem segue a carreira militar. E o ingresso na Marinha do Brasil é uma boa oportunidade para alcançar um emprego com estes diferenciais. Ao longo do ano, como já se tornou tradição, estudantes de todo o país terão diversas oportunidades de ingresso na corporação; A tendência é de que a maior parte dos editais destes concursos sejam divulgados no primeiro semestre.

Janeiro já começou com uma boa notícia. Foi divulgado o edital do concurso de admissão para o curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais (veja matéria acima). A oferta de vagas é maior que a do ano passado (1.860 contra 1.520 em 2013). Só na Marinha, ao longo de 2013, foram realizados 12 concursos de admissão a instituições de ensino da corporação. Foram abertas oportunidades para candidatos que tinham do ensino fundamental ao superior completo. Os salários variavam de aproximadamente R$1 mil a R$7.440,05 mensais.

Além do processo seletivo para o Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais, outra ótima opção para quem possui o ensino fundamental completo é o concurso de admissão às Escolas de Aprendizes Marinheiros. Localizadas no Recife (PE), em Fortaleza (CE), em Vitória (ES) e em Florianópolis (SC), as instituições, juntas, ofertaram 2.200 vagas no ano passado. A tendência é de que a quantidade não sejam muito diferente desta, no próximo processo seletivo, que deve ter seu edital
divulgado em breve.

Para orientação dos candidatos abaixo, um quadro com as principais informações relativas a concursos da Marinha, realizados no ano passado. Elas podem servir de referência para os interessados em ingressar na corporação, uma vez que boa parte das regras costuma não sofrer mudanças.

Mas, é preciso ter atenção, pois em certos itens, como idade e salário, por exemplo, é muito provável que ocorram mudanças. Mesmo itens que tradicionalmente não são alterados, podem, por decisão do Comando Geral da Marinha, serem modificados. Veja o quadro:

Informações sobre concursos para a Marinha no ano passado

Escolas de Aprendizes Marinheiros
- Cargo: Aprendiz de marinheiro
- Remuneração: R$1.000
- Escolaridade: ter concluído ou estar cursando o último ano do ensino fundamental;
- Faixa etária: no mínimo 18 anos e no máximo 22 anos, dentro das datas de referência
- Sexo: Masculino
- Taxa de inscrição: R$12;
- Vagas: 2.200;
- Candidatos: 29.837 inscritos, o que gera uma relação candidato/vaga de 13,56;
- Processo seletivo: Prova Escrita Objetiva de Matemática, Língua Portuguesa e Ciências. Segunda etapa teve Inspeção de Saúde (IS); Teste de Aptidão Física (TAF); Avaliação Psicológica (AP); e Verificação de Dados Biográficos (VDB) – Fase preliminar.

Escola Naval
- Cargo: Aspirante
- Remuneração: de R$6.693
- Escolaridade: ter concluído ou estar cursando o último ano do ensino médio;
- Faixa etária: no mínimo 18 anos e no máximo 23 anos, dentro das datas de referência
- Sexo: No ano passado, seleção foi para ambos os sexos. Eram 41 vagas para homens e 12 para mulheres
- Taxa de inscrição: R$20;
- Vagas: 53;
- Candidatos: 7.525. Deste total, 4.171 para 41 vagas (relação c/v de 101,7) e 3.354 mulheres (relação c/v de 279,5
- Processo seletivo: Prova Escrita Objetiva de Matemática, Física, Português, Inglês e Redação. Segunda etapa teve Inspeção de Saúde, Teste de Aptidão Física para os candidatos aptos na Inspeção de Saúde e Período de Adaptação.

Colégio Naval
- Ingresso: aluno do Colégio Naval
- Bolsa durante o curso: de R$728,95 até o último ano. A partir daí, sobe para R$751,15
- Escolaridade: ter concluído ou estar cursando o último ano do ensino fundamental;
- Faixa etária: no mínimo 15 anos e no máximo 18 anos, dentro das datas de referência
- Sexo: apenas para o sexo masculino;
- Taxa de inscrição: R$20;
- Vagas: 235;
- Candidatos: Não divulgado pela Marinha
- Processo seletivo: Prova escrita de Matemática, Estudos Sociais, Ciências, Português e Redação. Segunda etapa teve Inspeção de Saúde, Teste de Aptidão Física para os candidatos aptos na Inspeção de Saúde e Período de Adaptação

Corpo Auxiliar de Praças
- Cargo: Cabo
- Remuneração: R$2.028,95
- Escolaridade: curso técnico de nível médio em Administração, Gerência em Saúde, Registros em Informação em Saúde, Contabilidade, Desenho de Construção Civil, Eletromecânica, Edificações, Equipamentos Biomédicos, Automação Industrial, Eletroeletrônica, Eletrônica, Mecatrônica, Eletrotécnica, Enfermagem, Estatística, Construção Naval, Geodésia e Cartografia, Geoprocessamento, Agrimensura, Pré-Impressão Gráfica, Impressão Gráfica, Impressão Offset, Saúde Bucal, Manutenção, Nutrição e Dietética, Análises Clínicas, Citopatologia, Hemoterapia, Informática, Informática para Internet, Manutenção e Suporte em Informática, Programação de Jogos Digitais, Redes de Computadores, Automotiva, Mecânica, Refrigeração e Climatização, Fabricação Mecânica, Meteorologia, Automação Industrial, Manutenção Automotiva, Química, Radiologia, Secretariado, Sistemas de Comutação, Sistemas de Transmissão e Telecomunicações;
- Faixa etária: no mínimo 18 anos e menos de 25 anos, dentro das datas de referência;
- Sexo: para ambos os sexos;
- Taxa de inscrição: R$20;
- Vagas: 698;
- Candidatos: Não divulgado pela Marinha
- Processo seletivo: Prova escrita objetiva de conhecimentos profissionais e expressão escrita. Segunda etapa teve Inspeção de Saúde, Teste de Aptidão Física para os candidatos aptos na Inspeção de Saúde, Verificação de Documentos, Período de Adaptação e Curso de Formação Militar de 17 semanas;

Corpo de Engenheiros
- Cargo: primeiro-tenente
- Remuneração: R$7.452,00
- Escolaridade: ensino superior em Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Aeronáutica, Engenharia Cartográfica, Engenharia Civil, Engenharia de Materiais, Engenharia de Produção, Engenharia de Sistemas de Computação, Engenharia de Telecomunicações, Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica, Engenharia Mecânica, Engenharia Mecatrônica, Engenharia Naval e Engenharia Química;
- Faixa etária: Ter menos de 36 anos de idade na data de referência do edital
- Sexo: ambos os sexos;
- Taxa de inscrição: R$45;
- Vagas: 66;
- Número de Inscritos: 5.425, distribuídos pelas especialidades;
- Processo seletivo: Prova Escrita Objetiva de Conhecimentos Profissionais e Redação. Segunda etapa teve Prova Escrita Discursiva de Conhecimentos Profissionais e Tradução de texto em Inglês, além de Inspeção de Saúde, Teste de Aptidão Física para os candidatos aptos na Inspeção de Saúde, Período de Adaptação e Curso de Formação Militar de 39 semanas

Corpo de Saúde – Quadro de Cirurgiões-Dentistas (CD) e de Apoio à Saúde
- Cargo: primeiro-tenente
- Remuneração: R$7.452,00
- Escolaridade: ter nível curso de nível superior em Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial, Dentística, Endodontia, Implantodontia, Odontopediatria, Ortodontia, Patologia Bucal e Estomatologia, Periodontia, Prótese Dentária, Radiologia, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição e Psicologia;
- Faixa etária: ter menos de 36 anos, dentro das datas de referência;
- Sexo: ambos os sexos;
- Taxa de inscrição: R$45;
- Vagas: 39;
- Candidatos: 12.630, sendo 1.765 para as vagas de cirurgiões-dentistas e 10.865 para as vagas do Quadro de Apoio à Saúde.
- Processo seletivo: Prova Escrita de Conhecimentos Profissionais e Redação. A segunda etapa teve Inspeção de Saúde, Teste de Aptidão Física para os candidatos aptos na Inspeção de Saúde, Entrega dos documentos comprobatórios para a Prova de Títulos, Prova Prático-Oral de Conhecimentos Profissionais (somente para o Quadro de Cirurgiões-Dentistas), Período de Adaptação e Curso de Formação Militar de 39 semanas.

Corpo de Saúde – Quadro de Médicos
- Cargo: primeiro-tenente
- Remuneração: R$7.452,00
- Escolaridade: formação em Medicina, nas especialidades de Anestesiologia, Cancerologia, Cardiologia, Cirurgia Cardíaca, Cirurgia Geral, Cirurgia Torácica, Cirurgia Vascular, Clínica Médica, Dermatologia, Endocrinologia/Metabologia, Geriatria, Ginecologia e Obstetrícia, Infectologia, Medicina Intensiva, Medicina Nuclear, Nefrologia, Neurocirurgia, Neurologia, Oftalmologia, Ortopedia e Traumatologia, Otorrinolaringologia, Patologia Clínica, Pediatria, Pneumologia, Psiquiatria, Radiologia, Radioterapia, Reumatologia e Urologia;
- Faixa etária: ter menos de 36 anos, dentro das datas de referência;
- Sexo: apenas para o sexo masculino;
- Taxa de inscrição: R$45;
- Vagas: 54;
- Inscritos – 704, para todas as especialidades ofertadas;
- Processo seletivo: Prova Escrita de Conhecimentos Profissionais e Redação. A segunda fase teve Inspeção de Saúde, Teste de Aptidão Física para os candidatos aptos na Inspeção de Saúde, Entrega dos documentos comprobatórios para a Prova de Títulos, Período de Adaptação e Curso de Formação Militar de 39 semanas

Capelães Navais
- Cargo: primeiro-tenente
- Remuneração: R$7.452,00
- Escolaridade: não possui especificação no edital, mas o candidato deve possuir, pelo menos, três anos no exercício de atividades pastorais,
como Sacerdote ou Pastor;
- Faixa etária: ter mais de 30 e menos de 41 anos, dentro das datas de referência
- Sexo: apenas para o sexo masculino;
- Taxa de inscrição: R$45;
- Vagas: 03;
- Total de inscritos: 330, sendo 288 para pastor de Igreja Batista e 42 para sacerdote da Igreja Católica Apostólica Romana
- Processo seletivo: Prova Escrita de Conhecimentos Profissionais e Redação, Inspeção de Saúde, Teste de Aptidão Física para os candidatos aptos na Inspeção de Saúde, Período de Adaptação e Curso de Formação Militar de 39 semanas;

Quadro técnico de Praças da Armada
- Cargo: terceiro-sargento
- Remuneração: R$3.366,00
- Escolaridade: curso técnico nas áreas de Eletroeletrônica (Técnico em Automação Industrial, Técnico em Eletroeletrônica, Técnico em Eletromecânica, Técnico em Eletrônica, Técnico em Eletrotécnica, Técnico em Eletrotécnica Naval, e Técnico em Mecatrônica) e em Mecânica (Técnico em Manutenção Automotiva, Técnico em Mecânica, Técnico em Mecânica Naval, Técnico em Mecatrônica, Técnico em Refrigeração e Climatização, Técnico em Manutenção de Máquinas Pesadas, e Técnico em Mecânica da Precisão);
- Faixa etária: ter 18 anos completos e menos de 25 anos, dentro das datas de referência
- Sexo: apenas para o sexo masculino;
- Taxa de inscrição: R$20;
- Vagas: 80;
- Processo seletivo: Prova Escrita de Conhecimentos Profissionais e Redação. A segunda fase teve Inspeção de Saúde, Teste de Aptidão Física para os candidatos aptos na Inspeção de Saúde, entrega de documentos para realização da Verificação de Documentos, Período de Adaptação, curso de formação de sargentos com duração de cerca de 31 semanas e Curso de Aperfeiçoamento, com duração de cerca de 28 semanas;

Quadro Técnico do Corpo Auxiliar
- Cargo: primeiro-tenente
- Remuneração: R$7.452,00
- Escolaridade: ter ensino superior em Administração, Biblioteconomia, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Comunicação Social, Desenho Industrial, Direito, Estatística, Informática, Pedagogia, Psicologia, Serviço Social e Segurança do Tráfego Aquaviário;
- Faixa etária: ter menos de 36 anos, dentro das datas de referência;
- Sexo: ambos os sexos;
- Taxa de inscrição: R$45;
- Vagas: 41;
- Candidatos: 11.457 inscritos;
- Processo seletivo: Prova escrita objetiva de conhecimentos profissionais e redação. A segunda etapa teve Inspeção de Saúde, Teste de Aptidão Física para os candidatos aptos na Inspeção de Saúde, realização da prova escrita discursiva de conhecimentos profissionais (para a profissão de Direito), Período de Adaptação e Curso de Formação Militar de 39 semanas.

Quadros Complementares de Oficiais da Armada e de Fuzileiros Navais
- Cargo: segundo-tenente
- Remuneração: R$6.963,90
- Escolaridade: ter ensino superior em Ciências Náuticas (Área de Máquinas), Ciências Náuticas (Área de Náutica), Engenharia Cartográfica e de Agrimensura, Engenharia de Controle e Automação, Engenharia de Computação, Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica, Engenharia Mecânica, Engenharia de Telecomunicações, Engenharia Cartográfica e de Agrimensura, Engenharia Civil, Engenharia de Controle e Automação, Engenharia de Computação, Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica, Engenharia Mecânica e Engenharia de Telecomunicações;
- Faixa etária: ter menos de 29 anos, dentro das datas de referência;
- Sexo: apenas para o sexo masculino;
- Taxa de inscrição: R$45;
- Vagas: 98;
- Candidatos: 1.106 inscritos. Deste total, 772 inscreveram-se para o Quadro de Oficiais da Armada e 334 para o Quadro de Fuzileiros Navais
- Processo seletivo: Prova escrita de conhecimentos profissionais e Redação. A segunda fase teve Inspeção de Saúde, Teste de Aptidão Física para os candidatos aptos na Inspeção de Saúde, Período de Adaptação e Curso de Formação Militar de 39 semanas.

Quadros Complementares de Oficiais Intendentes
- Cargo: segundo-tenente
- Remuneração: R$6.963,90
- Escolaridade: ter ensino superior em Administração, Ciências Contábeis e Econommia
- Faixa etária: ter menos de 29 anos, dentro das datas de referência;
- Sexo: Ambos os sexos;
- Taxa de inscrição: R$45;
- Vagas: 46 (42 para Administração, 03 para Ciências Contábeis e 01 para Economia)
- Candidatos: Não divulgado pela Marinha
- Processo seletivo: Prova escrita de conhecimentos profissionais e Redação. A segunda fase teve Inspeção de Saúde, Teste de Aptidão Física para os candidatos aptos na Inspeção de Saúde, Período de Adaptação e Curso de Formação Militar de 39 semanas.

Concurso da Polícia Militar: concurso será retomado até junho, afirma corporação – Cape cursos preparatórios

PMERJ

Concurso de soldado da PMERJ

Surge uma luz no fim do túnel para os milhares de interessados em participar do concurso para soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ), suspenso após divulgação de nota oficial na terça, dia 7. Já na noite desta quarta, 8 de janeiro, a Assessoria de Imprensa da corporação informou que o concurso, com oferta inicial de 6 mil vagas, deverá ser retomado até junho, mas não deu mais detalhes. A notícia, ao menos, é um alento para os concurseiros que, após meses de preparação, lamentaram e criticaram a suspensão da seleção, aguardada há mais de um ano.

O compromisso já anunciado pela corporação, e confirmado pelo secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, de reforçar seus quadros em função da expansão das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) e dos próximos eventos internacionais, vem apenas confirmar a promessa de que o concurso será retomado ainda neste primeiro semestre. Atualmente com cerca de 47 mil soldados efetivos, a PM-RJ espera contar com 60 mil homens e mulheres em atividade quando das Olimpíadas de 2016.
Também por meio da nota do dia 7, a A PM-RJ informou que vai devolver a taxa, no valor de R$100, dos candidatos que conseguiram efetuar a inscrição em 18 de dezembro, primeiro e único dia efetivo de atendimento. Os detalhes sobre a devolução para aqueles que efetuaram o pagamento deverão ser informados nos próximos dias, no site da Exatus, organizadora. O ressarcimento deverá ter início a partir do dia 17. Sabe-se que 26.128 pessoas conseguiram fazer o cadastramento, apenas no dia de abertura das inscrições, antes de elas serem interrompidas.
Finalmente, a PM-RJ deu explicações sobre qual fator a levou a suspender as inscrições do novo concurso. A corporação afirmou que vai chamar mais 1.849 aprovados da seleção anterior, realizada em 2010, sendo 1.782 homens e 67 mulheres, para as avaliações restantes. Antes do cancelamento oficial, ocorrido na noite do dia 7, a PM-RJ alegava que havia suspendido as inscrições devido a um problema técnico, porém, dias após, informou que alterações seriam feitas no edital. Isso ainda deverá ocorrer, embora não tenham sido informadas quais mudanças serão essas.
O concurso para 6 mil vagas de soldados – 5.400 para homens e 600 para mulheres – foi anunciado em 2012 e, desde então, o processo tem sofrido constantes atrasos. Um edital chegou a ser divulgado em julho de 2013, porém sem o cronograma do concurso. Somente em dezembro a organizadora divulgou a data das inscrições e de aplicação do exame intelectual, primeira etapa da seleção. Embora a PM-RJ não dê detalhes sobre os entraves referentes ao concurso, fonte ligada à seleção informava constantemente à FOLHA DIRIGIDA que os problemas estão relacionados à convocação dos aprovados da última seleção, que ainda não haviam tomado posse.
Veja nota oficial da PM sobre a devolução da taxa de inscrição:
1- Em função de haver a necessidade da convocação dos candidatos aprovados no concurso de 2010 para o Curso de Formação de Soldados (CFSD), a PM está adiando as inscrições do atual concurso. A nova data de início das inscrições será divulgada em breve.
2- Serão 1782 vagas masculinas e 67 femininas, ainda do concurso de 2010, que serão preenchidas por candidatos aprovados em todas as etapas. O objetivo é atender necessidades imediatas da Segurança Pública, tendo em vista a proximidade da Copa do Mundo. São mais 1849 policiais para o Rio de Janeiro. Não há perda para a Política de Segurança Pública.
3- Todos os candidatos terão a quantia de R$ 100 – paga no ato de inscrição – totalmente devolvida. O processo de devolução do dinheiro se inicia a partir do dia 16 de janeiro, quando se encerra o prazo de
vencimento do boleto.
4- Os candidatos que pagaram o boleto devem, a partir do dia 17, acessar o site http://www.exatuspr.com.br para saber como os valores serão restituídos.
5- O concurso teve 26.128 inscritos no primeiro dia. Somente após o dia 16 é que o número total de pessoas que pagaram o boleto será conhecido.

Surge uma luz no fim do túnel para os milhares de interessados em participar do concurso para soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ), suspenso após divulgação de nota oficial na terça, dia 7. Já na noite desta quarta, 8 de janeiro, a Assessoria de Imprensa da corporação informou à FOLHA DIRIGIDA que o concurso, com oferta inicial de 6 mil vagas, deverá ser retomado até junho, mas não deu mais detalhes. A notícia, ao menos, é um alento para os concurseiros que, após meses de preparação, lamentaram e criticaram a suspensão da seleção, aguardada há mais de um ano. (Leia matéria AQUI) O compromisso já anunciado pela corporação, e confirmado pelo secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, de reforçar seus quadros em função da expansão das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) e dos próximos eventos internacionais, vem apenas confirmar a promessa de que o concurso será retomado ainda neste primeiro semestre. Atualmente com cerca de 47 mil soldados efetivos, a PM-RJ espera contar com 60 mil homens e mulheres em atividade quando das Olimpíadas de 2016. Também por meio da nota do dia 7, a A PM-RJ informou que vai devolver a taxa, no valor de R$100, dos candidatos que conseguiram efetuar a inscrição em 18 de dezembro, primeiro e único dia efetivo de atendimento. Os detalhes sobre a devolução para aqueles que efetuaram o pagamento deverão ser informados nos próximos dias, no site da Exatus, organizadora. O ressarcimento deverá ter início a partir do dia 17. Sabe-se que 26.128 pessoas conseguiram fazer o cadastramento, apenas no dia de abertura das inscrições, antes de elas serem interrompidas. Finalmente, a PM-RJ deu explicações sobre qual fator a levou a suspender as inscrições do novo concurso. A corporação afirmou que vai chamar mais 1.849 aprovados da seleção anterior, realizada em 2010, sendo 1.782 homens e 67 mulheres, para as avaliações restantes. Antes do cancelamento oficial, ocorrido na noite do dia 7, a PM-RJ alegava que havia suspendido as inscrições devido a um problema técnico, porém, dias após, informou que alterações seriam feitas no edital. Isso ainda deverá ocorrer, embora não tenham sido informadas quais mudanças serão essas. O concurso para 6 mil vagas de soldados – 5.400 para homens e 600 para mulheres – foi anunciado em 2012 e, desde então, o processo tem sofrido constantes atrasos. Um edital chegou a ser divulgado em julho de 2013, porém sem o cronograma do concurso. Somente em dezembro a organizadora divulgou a data das inscrições e de aplicação do exame intelectual, primeira etapa da seleção. Embora a PM-RJ não dê detalhes sobre os entraves referentes ao concurso, fonte ligada à seleção informava constantemente à FOLHA DIRIGIDA que os problemas estão relacionados à convocação dos aprovados da última seleção, que ainda não haviam tomado posse. Veja nota oficial da PM sobre a devolução da taxa de inscrição: 1- Em função de haver a necessidade da convocação dos candidatos aprovados no concurso de 2010 para o Curso de Formação de Soldados (CFSD), a PM está adiando as inscrições do atual concurso. A nova data de início das inscrições será divulgada em breve. 2- Serão 1782 vagas masculinas e 67 femininas, ainda do concurso de 2010, que serão preenchidas por candidatos aprovados em todas as etapas. O objetivo é atender necessidades imediatas da Segurança Pública, tendo em vista a proximidade da Copa do Mundo. São mais 1849 policiais para o Rio de Janeiro. Não há perda para a Política de Segurança Pública. 3- Todos os candidatos terão a quantia de R$ 100 – paga no ato de inscrição – totalmente devolvida. O processo de devolução do dinheiro se inicia a partir do dia 16 de janeiro, quando se encerra o prazo devencimento do boleto. 4- Os candidatos que pagaram o boleto devem, a partir do dia 17, acessar o site http://www.exatuspr.com.br para saber como os valores serão restituídos. 5- O concurso teve 26.128 inscritos no primeiro dia. Somente após o dia 16 é que o número total de pessoas que pagaram o boleto será conhecido.