19/11/2012
Os Correios não podem mais contratar terceirizados para as atividades-fim da empresa, como recebimento, triagem, encaminhamento e transporte de objetos postais. A decisão é da 13ª Vara do Trabalho de Brasília e também proíbe que a estatal abra licitação para contratação desses serviços, com multa de R$500 mil caso haja descumprimento.

A ação foi ajuizada pela Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos (Fentect). Segundo o sindicato, os Correios têm um ano para regularizar as contratações, com o desligamento de todos os empregados contratados sem concurso.

A Assessoria de Imprensa da estatal informou que irá recorrrer da decisão, pois não há terceirizados em atividade-fim, apenas contratados por concurso ou temporários. “A empresa não terceiriza sua atividade-fim. Os Correios contratam efetivo próprio por concurso: em 2011 foram 10 mil contratados e até o final de 2013 são mais 9.904″, afirmou, em nota.

Ainda segundo a assessoria, os Correios contratam mão de obra temporária para atender aumento de trabalho sazonal (Dia das Mães, Dia das Crianças, Natal e operações especiais como ENEM ou distribuição de livros didáticos).

Obs:
1 - As notícias sobre concursos apresentadas neste blog são meramente informativas aos usuários da internet, não significando com isso que estamos ministrando todos os cursos preparatórios vinculados a estas notícias. Para saber informações sobre os cursos preparatórios ministrados acesse TURMAS PREPARATÓRIAS no nosso portal.

2 - Informamos que o curso preparatório Cape não possui qualquer tipo de vínculo com colégios, instituições públicas ou militares, não fornecendo qualquer tipo de informação relativa ao concurso acima para alunos ou responsáveis que não estejam matriculados no curso preparatório.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...