Começou a contagem regressiva para a divulgação do edital do concurso para técnico e analista judiciários do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ). A previsão é de que o documento seja divulgado até o próximo dia 30, conforme informou o presidente do órgão, desembargador Luiz Zveiter.


Ainda de acordo com Zveiter, o contrato com o Cespe/UnB, organizador, será assinado até esta sexta, dia 20. O número de vagas e as especialidades que serão oferecidas na seleção estão terminando de ser definidas. A princípio, as provas objetivas devem ser aplicadas em junho, o que significa que os candidatos terão cerca de 60 dias de estudo após a divulgação do edital.

Quem tem o nível médio poderá concorrer ao cargo de técnico judiciário. Já quem tem formação superior, à função de analista judiciário. Um grande atrativo do TRE-RJ é a remuneração inicial, de R$4.303,09 para técnico e de R$7.261,52 para analista. Vale ressaltar que os valores já incluem a Gratificação de Atividade Judiciária (GAJ) e o auxílio-alimentação de R$710. No entanto, os servidores têm direito a auxílio pré-escolar de R$561 (por dependente menor de seis anos) e reembolso de até R$120 (mensais, por dependente) com gastos do plano de saúde.
Os valores das remunerações poderão sofrer aumentos em breve. Atualmente, tramita no Congresso Nacional um novo Plano de Cargos e Salários que, se aprovado, reajustará o vencimento em 56%, em média, o que se tornará mais um atrativo. Outro fator atrativo para os candidatos é que a contratação dos aprovados ocorreerá pelo regime estatutário, que garante estabilidade empregatícia.

Os futuros candidatos que querem adiantar os estudos podem tomar como base o programa do último concurso, realizado em 2006, cuja organizadora também foi o Cespe/UnB. Na ocasião, os candidatos ao cargo de técnico judiciário fizeram prova objetiva com 80 questões sobre Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa, Noções de Informática e Noções de Arquivologia) e Conhecimentos Específicos (Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Eleitoral, Noções de Direito Administrativo e Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais).
Quem disputava uma vaga de técnico judiciário com especialidade em segurança judiciária e foi aprovado na avaliação objetiva foi submetido, posteriormente, a um teste de aptidão física. Para a função de analista judiciário, houve prova de múltipla escolha e discursiva, além de avaliações de títulos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário ainda.

Você precisa se registrar para deixar um comentário.

Nenhum trackback ainda.