A expectativa dos milhares de interessados em participar do concurso para o quadro de apoio do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPE-RJ) terminou com a divulgação do edital da seleção. São oferecidas 155 vagas, sendo 126 para o nível médio (seis para técnico de notificação e atos intimatórios e 120 para técnico administrativo) e 29 para o superior (14 para analista processual e 15 para analista administrativo). Outras oportunidades poderão surgir durante a validade da seleção, de dois anos, podendo dobrar.

As inscrições poderão ser feitas a partir das 10h da próxima quinta-feira, dia 8, até as 24h de 11 de outubro, pelo site da Fundação Universitária José Bonifácio, organizadora (a Diretoria de Projetos e Gestão do Centro de Ciências Matemáticas e da Natureza da UFRJ é a executora). Para quem não tiver acesso à internet, será montado posto com computadores na Procuradoria-Geral de Justiça, no Centro da cidade do Rio de Janeiro (o horário de funcionamento ainda não foi informado).

Após preencher a ficha de inscrição, o concorrente terá que imprimir o boleto relativo à taxa, de R$60 (médio) e R$80 (superior). O documento deverá ser quitado em qualquer agência bancária ou via internet banking, até 10 de outubro. Será permitida a inscrição para mais de um cargo, desde que sejam de níveis de escolaridade diferentes (caso a inscrição seja feita para as duas modalidades do cargo de técnico, as provas, programadas para 27 de novembro, poderão ser aplicadas no mesmo horário ou em períodos distintos).

Enquanto para disputar os cargos de técnico de notificação e atos intimatórios e técnico administrativo é preciso possuir apenas o nível médio (é abrangido o curso profissional equivalente), as modalidades de analista serão abertas para graduações específicas (Direito, para a área processual; e Administração, Ciências Contábeis, Direito ou Ciências Econômicas, para a especialidade administrativa). Poderão participar do concurso homens e mulheres com 18 anos completos.

Os servidores, que serão estatutários (garantia de estabilidade), terão remunerações de R$3.707,47 (técnico) e R$5.693,19 (analista), incluindo vencimentos (R$3.157,47 para técnico e R$5.143,19 para analista) e auxílio-alimentação (R$550, de acordo com a Assessoria de Imprensa do MPE). Os vencimentos básicos poderão passar para cerca de R$3.315, para técnico, e R$5.400, para analista, em virtude de lei que reajusta em 5% o salário dos servidores (com efeitos retroativos a 1º de maio). Entretanto, o órgão ainda não confirmou os valores.

O MPE concederá auxílio-transporte (R$124), auxílio-saúde (R$350, abrangendo dependentes) e comissão para cargo de gerência (para analista), de acordo com a Assessoria de Imprensa. A carga de trabalho será de 40 horas semanais. A seleção constará de prova objetiva, com 100 (analista) e 80 questões (técnico), programadas para os dias 20 e 27 de novembro, respectivamente, em várias cidades.

Cotas - Esse será o primeiro concurso do Estado do Rio com a reserva de 20% das vagas para índios e negros, como determina o decreto nº43.007, do último dia 6 de junho, sancionado pelo governador Sérgio Cabral. A reserva incidiará sobre o total de vagas em cada cargo, conforme consta do anexo I do edital.

Contratações - O MPE tem tradição de chamar muitos aprovados em seus concursos. A prova disso é que na última seleção, realizada em 2007, foram oferecidas 281vagas e foram convocados 1.048 aprovados, durante o prazo de validade da seleção.

Confira ao HotSite deste concurso em http://bit.ly/qxmNRR !


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...