A Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro (Seeduc) já se programa para preencher, neste segundo semestre, cerca de 4 mil vagas que serão oferecidas por meio de concursos. Dessas, 3.500 serão para professor I (do 6º ao 9º ano e ensino médio), com exigência de nível superior, e cujo edital está programado para agosto. As demais (500) serão para o cargo de auxiliar administrativo, que exige apenas o nível médio.

Segundo a Assessoria de Imprensa, a área pedagógica da Seeduc está realizando um estudo junto à categoria sobre a ampliação da jornada de trabalho dos docentes. Embora não esteja definida, a expectativa é que a carga passe de 16 para 30 horas semanais. Com a mudança, o salário base passará de R$836,10 para R$1.560 (atualmente, a hora/aula paga pelo estado é de R$13,06).

A expectativa é que o projeto seja encaminhado à Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) após o recesso parlamentar, para ser votado. Paralelamente a isso, a secretaria dará início ao processo de escolha da organizadora, de forma que o edital possa ser divulgado já no próximo mês. No entanto, são grande as chances de a Fundação Ceperj ser a escolhida, já que vem realizando as últimas seleções para a Seeduc.

Para concorrer, será preciso comprovar licenciatura plena na disciplina escolhida. Os habilitados serão contratados pelo regime estatutário, que garante estabilidade no serviço público.

Ainda de acordo com a assessoria, também estão sendo definidas as disciplinas que serão contempladas. No entanto, a expectativa é que haja oportunidades para aquelas que apresentam maior carência, como Matemática, Física, Química, Biologia, História e Geografia.

Área administrativa – Anunciada desde janeiro pelo secretário estadual de Educação, Wilson Risolia, a seleção para o cargo de auxiliar administrativo está sob a responsabilidade da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag). Isso porque a pasta está trabalhando na elaboração do projeto de lei que visará à criação da carreira executiva, com atuação em diversos órgãos do estado.

Sendo concluída, a proposta seguirá para a Alerj, para ser votada. Segundo a Assessoria de Imprensa da Seplag, estão previstas, inicialmente, 2.223 oportunidades, sendo 1.520 para cargos do nível médio e 703 para o superior.

Ainda de acordo com o setor, após a aprovação das vagas, a expectativa é realizar um primeiro concurso, até dezembro, com oferta de 790 vagas, sendo 730 para cargos do nível médio. Dessas, 500 serão destinadas à Seeduc e as demais serão distribuídas por outras pastas. Já as de nível superior (60) serão distribuídas pelas secretarias de Educação (50) e Administração Penitenciária (10).

Em recente entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o subsecretário de Gestão de Pessoas, Luiz Carlos Backer, orientou que os futuros candidatos a auxiliar administrativo tomem como base de estudo o programa do concurso para o mesmo cargo realizado pela Faetec, no ano passado.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...