Professores do Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (CAp-UFRJ) se reuniram nesta quarta, dia 20, para analisar a situação dos 28 docentes substitutos da instituição que estão sem receber seus salários desde fevereiro. A categoria decidiu fazer uma paralisação de uma semana a partir desta segunda, dia 25. Na próxima terça, dia 26, os professores devem se encontrar novamente para decidirem sobre manter ou não o estado de greve.

Além do pagamento dos salários, os docentes exigem a regularização dos contratos e a homologação dos concursos realizados em 2010. Atualmente, cerca de 60% do corpo de docentes é constituído de professores substitutos.

De acordo com a presidente da Adufrj, Cristina Miranda, os problemas com os pagamentos destes professores têm ocorrido porque o Ministério do Planejamento ainda não autorizou a inclusão destes profissionais na folha de pagamento. “A UFRJ nos diz que o Ministério do Planejamento ainda não fez a inclusão destes professores na folha de pagamento, por isso a universidade sugeriu fazer o pagamento na condição de prestadores de serviço. Mas para os professores isso não é suficiente. Eles querem que o contrato seja regularizado”, diz.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...